adc-cms-wp-admin
adc-cms-wp-admin
16 Ago, 2019 - 04:18
Sistema Start & Stop: vale a pena?

Sistema Start & Stop: vale a pena?

adc-cms-wp-admin

Saiba tudo sobre o sistema Start & Stop, o sistema que desliga o motor do carro em paragens mais prolongadas. Será que compensa ou será apenas um mito?

O artigo continua após o anúncio

Já contou o número de semáforos vermelhos que enfrenta diariamente?  Por dia, quanto tempo passa parado no trânsito? E, se durante esse tempo, o nosso carro não gastar nenhum combustível? É aqui que o sistema Start & Stop pode ser o seu maior aliado!

Há quem defenda que este sistema é irritante e que muitos dos componentes do motor têm um desgaste maior, uma vez que o motor arranca mais vezes. Será isto verdade? Não! Um veículo com Start & Stop tem um sistema de arranque muito mais reforçado do que um modelo sem este sistema e está preparado para efetuar muitos mais ciclos de arranque, tendo um alternador diferente e um motor de arranque suficientemente forte para suportar arranques muito mais frequentes.

A nível eletrónico, os comandos e os sensores da bateria, da cambota, da rotação das rodas e de posição neutra (ou ponto morto) são suportados por um software capaz de analisar todos estes dados e avaliar a necessidade de ativar ou não o Start & Stop. Atualmente, lidar com as situações em que o motor se vai a desligar, mas o condutor volta a pressionar o acelerador, é já comum e muitos condutores, principalmente os europeus, já se habituaram a isto.

Quando o veículo fica imobilizado, o sistema desliga o motor, mas a maioria das outras funções, como o rádio ou as luzes continuam ativas.

Sistema Start & Stop: prós e contras

start e stop

O mais óbvio em termos de vantagens é a redução do consumo de combustível e, consequentemente, uma pequena diminuição da emissão de gazes poluentes.

O facto de os fabricantes terem de equipar devidamente estes veículos, acresce um pouco ao custo para o cliente, visto que com mais alguns sensores, relativamente simples e económicos, o consumidor consegue poupar alguns euros ao fim de pouco tempo.

Vantagens

1. Redução do consumo de combustível

Pode parecer banal mas, essencialmente em ambientes urbanos onde há uma maior quantidade de semáforos e trânsito mais abundante, este sistema mostra-se bastante eficaz. Se experimentar cronometrar o tempo que passa parado nestas situações, verá que não é tão residual quanto isso, principalmente nas grandes cidades.

2. Mais silencioso

Com o sistema Start & Stop, quem está no interior do habitáculo é poupado a todos os ruídos e vibrações relativos ao facto de o motor estar a trabalhar, principalmente nos motores a diesel (embora sejam cada vez menos barulhentos e vibrantes). Se tiver em conta que o grosso da condução é feita em cidade, isto representa uma maior tranquilidade durante grande parte do tempo que passa no interior do carro.

O artigo continua após o anúncio

3. Pode sempre ligar ou desligar o sistema Start & Stop

Regra geral, as marcas permitem que este sistema seja desligado, salvo algumas exceções, como a Chrisler. Normalmente, ao desligar o botão Start & Stop o sistema deixa de funcionar até que a viatura seja desligada. Quando é ligado novamente, voltará tudo ao normal.

Há também quem use com alguma frequência o sistema “manual” que consiste em carregar no acelerador quando o motor está a desligar, fazendo com que este não se desligue.

Desvantagens

Como em tudo, este sistema também tem algumas desvantagens. Muitas das vezes, podemos ouvir dizer que há um desgaste maior dos componentes ou outros mitos, mas como já foi explicado há algum cuidado por parte dos fabricantes em oferecer ao consumidor final alguma economia de combustível. Há também alguns estudos feitos pela Bosh que mostram isso mesmo.

1. Ar condicionado

Imagine que circula na cidade com o ar condicionado ligado e está parado num semáforo. O sistema Start & Stop entra em ação e o ar condicionado desliga-se, pois a bateria não tem capacidade suficiente para aguentar muito tempo um aparelho de ar condicionado ligado e este gasta bastante energia.

Atualmente, e em carros não muito antigos, o ar condicionado impede a ativação do sistema, não permitindo que o motor se desligue ou, em alternativa, o Start & Stop é acionado e o fluxo de ar em vez de ser desligado é drasticamente reduzido por alguns instantes. Porém, caso a paragem seja um pouco mais longa, o motor reinicia sozinho, de forma a alimentar devidamente o ar condicionado.

2. Barulho de ligar e desligar

Em cidades com bastantes semáforos e trânsito, como a cidade do Porto, por exemplo, passar o tempo a ouvir o motor a reiniciar pode ser um pouco irritante, mas tem sempre a opção de desligar este sistema.

3. Bateria mais cara

A bateria terá de ter uma capacidade um pouco maior para suportar o sistema Start & Stop, o que implica custo acrescido relativamente a veículos sem este sistema. Uma bateria com capacidade média (80Ah) custa entre 100€ a 120€, enquanto uma bateria com um pouco mais de capacidade (110Ah) poderá ir até aos 150€.

Outras questões acerca do sistema Star & Stop

Não tendo sistema Start & Stop, será que pode cumprir a função desse sistema manualmente, com a chave de ignição?

Não é recomendado, uma vez que os veículos equipados com este sistema têm outro tipo de preparação e resistência ao elevado número de arranques do motor. Caso o faça, o carro ficará mais suscetível ao desgaste.

O artigo continua após o anúncio

Será que compensa ter o sistema Start & Stop?

Depende do uso que damos ao carro. Se passamos a maior parte do tempo em auto-estradas ou em caminhos que não envolvem muitas paragens, o sistema irá atuar poucas vezes e a economia de combustível será residual. Já para quem está nas cidades, com semáforos e congestionamentos diários, a história é diferente.

Estima-se que utilizar o sistema Start & Stop se traduza numa poupança de 10% no consumo de combustível, o que significa que um veículo com 800km de autonomia, com o sistema Start & Stop, deverá conseguir percorrer até 880km.

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp