Catarina Reis
Catarina Reis
11 Jan, 2019 - 11:00
Vêm ou veem: descubra as diferenças e saiba quando usar essas palavras

Vêm ou veem: descubra as diferenças e saiba quando usar essas palavras

Catarina Reis

São duas palavras semelhantes e vamos desvendar as diferenças entre elas – para que nunca mais tenha dúvidas sobre se deve usar vêm ou veem.

O artigo continua após o anúncio

Existem na Língua Portuguesa quatro categorias de palavras para identificar vocábulos que sejam idênticos do ponto de vista da sonoridade, da forma gráfica ou de ambas. Vamos ver se vêm ou veem caem nalguma dessas categorias.

Descubra as diferenças entre vêm ou veem

As palavras “vêm” e “veem” até lhe podem parecer semelhantes, mas os seus significados e pronúncia são diferentes. Estas duas formas verbais, de dois verbos distintos – vir e ver – causam confusões a muitas pessoas, tanto na expressão oral como na escrita. Qual é que leva dois “e”? Como é que se lêem? O que significam? Vamos descobrir.

Coser ou cozer: como empregar estes verbos?

Vêm ou veem: são estas duas palavras homófonas?

A confusão começa desde logo aqui. Estas palavras não caem na categoria de palavras homófonas, embora seja por pouco. Palavras homófonas são aquelas que têm uma fonética exatamente igual, embora se escrevam de forma distinta e signifiquem coisas diferentes. As palavras homófonas são pronunciadas da mesma maneira, embora escritas de forma diferente, e têm significados diferentes.

Ora, vêm e veem apresentam algumas das características das palavras homófonas, como o facto de se escreverem de forma diferente e terem significado diferente, mas diferem num aspeto fulcral: a pronúncia. Muitas pessoas tenderão a pensar que a forma de pronunciar as duas palavras é igual – mas não é. Ainda que seja muito parecida, é ligeiramente diferente, e tenderá a ser difícil de diferenciar quando as pessoas não sabem da real diferença.

Para perceber melhor o que são palavras homófonas, fique com estes exemplos, que são termos usados do domínio comum da Língua Portuguesa falada e escrita.

  • cela (pequeno compartimento) e sela (assento acolchoado)
  • hera (planta trepadeira) e era (verbo ser)
  • caçar (perseguir, capturar) e cassar (anular, invalidar)
  • concelho (município) e conselho (sugestão)
  • trás (local) e traz (verbo trazer)
  • voz (som humano) e vós (pronome pessoal)

Ora, no caso das palavras que estamos aqui a analisar, >” href=”https://pt.forvo.com/search/v%C3%AAem/” target=”_blank” rel=”nofollow”>Por sua vez, “veem” pronuncia-se assim >>

Compreendeu a diferença na pronúncia? Vamos então à grafia, ou forma de escrita.

>” href=”https://www.e-konomista.pt/erros-gramaticais/”>Conheça e evite 5 erros gramaticais bastante comuns na língua portuguesa >>

O artigo continua após o anúncio

O verbo vir

De entre os dois verbos que surgem na origem das duas palavras, o verbo vir é aquele que apresenta uma maior panóplia de significados, podendo o seu uso referir-se ao ato de dirigir-se ou ser levado de um local para aquele de onde partimos previamente; chegar, chegar para ficar mais tempo, regressar ao ponto de origem, estar presente em, comparecer, retornar, resultar, ocorrer, nascer, ser razão de, surgir no pensamento, alcançar, estar na iminência de acontecer, tomar forma, progredir ou se tornar melhor, aparecer em determinada situação ou circunstância, aparecer para ajudar, andar ou ir para acompanhar uma outra pessoa, começar a existir.

Vir tem como sinónimos outros verbos como: voltar, tornar, regressar, acudir, emanar, derivar, surgir, comparecer, chegar, aparecer, provir, proceder. Pode ser verbo intransitivo, verbo predicativo, verbo pronominal e verbo transitivo indireto.

Vêm advém do presente do indicativo do verbo vir.

(Eu) venho
(Tu) vens
(Ele) vem
(Nós) vimos
(Vós) vindes
(Eles) vêm

O verbo ver

O verbo ver assume uma interpretação e significado mais direto e conciso. Veem refere-se à ação de ver, de observar, de captar algo empregando a visão, por parte de um grupo de seres, ou entidades que possuem a faculdade da visão.

Em alternativa, pode ser empregue com referência ao ato de avistar algo, ou de diferenciar algo visualmente. Pode ser também usado como sinónimo de “encontro” – quando se pretende marcar novo encontro com alguém e se diz: “espero ver-te outra vez”. Ver também pode significar permanecer num relacionamento com alguém. Por exemplo, quando se diz “os amantes viam-se uma vez por semana”.

Aqui fica a conjugação:

(Eu) vejo
(Tu) vês
(Ele) vê
(Nós) vemos
(Vós) vedes
(Eles) veem

O artigo continua após o anúncio

Para concluir, atente na seguinte frase: “Eles veem que o candeeiro está partido, mas não vêm cá consertá-lo!”. Compreendeu agora? Boas escritas!

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp