Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Reis
Catarina Reis
16 Jul, 2020 - 15:27

2ª fase dos exames nacionais: as alterações em 2020

Catarina Reis

Porquê recorrer à 2.ª fase dos exames nacionais? O que muda em 2020 por imposição da pandemia? Tome nota!

jovem a realizar exame na 2ª fase dos exames nacionais

Seja para melhorar as notas das disciplinas ou para ingressar no Ensino Superior, a 2ª fase dos Exames Nacionais é habitualmente uma fase do calendário escolar em que muitos alunos estão envolvidos. 

2ª FASE DOS EXAMES NACIONAIS EM 2020 COM MUITAS ALTERAÇÕES

Este foi um ano escolar atípico. Foram operadas mudanças profundas na educação e a 2ª fase dos Exames Nacionais não foi exceção.

Sendo assim, neste ano letivo, a 2ª fase dos exames nacionais, tal como a 1ª, apenas servem como provas de aferição para ingresso no ensino superior.

Com esta segunda fase a iniciar-se, fique atento a tudo o que precisa de saber, tendo em conta a situação que vivemos. 

O ano letivo ficou em suspenso devido às medidas de confinamento impostas pela pandemia. Como tal, ficou decidido que os alunos dos 2.º, 5.º e 8.º anos veriam canceladas as provas de aferição, assim como foram também canceladas as provas finais de ciclo do 9.º ano.

No entanto, a realização dos exames nacionais de acesso ao ensino superior mantiveram-se de pé, embora o calendário dos mesmos fosse completamente alterado.

estudar para os exames nacionais

2ª fase dos Exames Nacionais: o que mudou

A 1.ª fase dos exames já terminou e uma vez divulgados os resultados, os alunos já podem começar a pensar no passo seguinte: inscrever-se, ou não, na 2.ª fase dos exames, que ocorre entre os dias 1 e 7 de setembro.  

Não foram só as datas das provas que mudaram. O peso que os exames nas classificações internas de cada aluno e o modelo de cada prova também sofreram alterações este ano.

Começa logo pelo facto de apenas os alunos que desejam concorrer para o ensino superior terem que realizar os exames. Para os alunos que não pretendam ingressar na universidade, a nota final corresponde às notas internas obtidas ao longo do ano.

Em primeiro lugar, os alunos só terão de fazer exames nacionais às disciplinas exigidas para a entrada no curso superior, as quais são indicadas por cada faculdade.

Para ter acesso a estas informações consulte  o índice de cursos do site da DGES

Exames em 2020 não têm influência na classificação final da disciplina

Por norma, a 2.ª fase dos exames assume-se de importância vital para os alunos que desejam ingressar no ensino superior e não tiveram o resultado esperado na primeira fase e necessitam de realizar uma melhoria de nota.

Este ano, ao contrário do que acontecia anteriormente, o impacto do resultado do exame na nota interna do ensino secundário deixa de existir. A nota dos exames não altera a nota interna, apenas interfere na candidatura ao ensino superior.

Alterações na estrutura das provas em 2020

Há também a ter em conta algumas alterações nas próprias provas, que este ano contemplam, além de questões de resposta obrigatória, outras de caráter opcional. Isto significa que o aluno poderá optar por responder às perguntas com as quais se sente mais à vontade.

Em cada enunciado os alunos têm dois grupos de perguntas. O primeiro conta obrigatoriamente para a nota.

As perguntas de resposta obrigatória debruçam-se sobre competências e conhecimentos desenvolvidos ao longo do percurso escolar dos alunos ou na informação facultada no enunciado, recorrendo a gráficos, mapas ou textos.

Por sua vez, no segundo grupo apenas contam as melhores respostas de um determinado número de perguntas, consoante o exame em questão.

2.ª fase dos exames nacionais sem penalizações para quem faltou à 1ª fase

Os alunos que estiveram doentes ou em quarentena e não puderam realizar a primeira fase dos exames, podem ir à segunda fase sem serem penalizados.

O mesmo se aplica aos estudantes que estiveram infetados com COVID-19 durante a primeira fase de exames nacionais, e ainda aos que tiveram um parente próximo infetado.

Calendário dos resultados e nota de candidatura

Os resultados da 2.ª fase dos exames nacionais vão ser publicados no dia 16 de Setembro.

Para os alunos que concluem neste ano letivo de 2019-2020 o ensino secundário, serão consideradas as seguintes classificações:

  • Final do ensino secundário (a classificação interna da disciplina sem influência do exame);
  • Provas internas (incluíndo as realizadas na 2ª fase dos exames nacionais, se a mesma for superior à do exame realizado na 1ª fase);
  • Pré-requisitos, quando exigidos.

Outras datas úteis a reter

  • No dia 7 de Outubro, dá-se a afixação dos resultados da reapreciação dos exames da 2.ª fase dos exames nacionais.
  • Dia 28 de Setembro dá-se a divulgação do resultado da 1.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior.

Para a restante calendarização de acesso ao ensino superior consulte o Guia de Exames de 2020.

Calendário escolar 2020/2021

As datas do próximo ano letivo já estão definidas. Conheça-as.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].