Sara Cristóvão
Sara Cristóvão
06 Jan, 2021 - 11:30

Como armazenar vinho: dicas para manter a qualidade

Sara Cristóvão

Sabe como armazenar vinho corretamente? Conheça todas dicas importantes para poder apreciar esta bebida sempre com a máxima qualidade.

armazenar-vinho

Sabia que as condições a que expõe o vinho influenciam a sua duração e qualidade? A forma que utiliza para armazenar vinho poderá fazer com que este tenha uma maior durabilidade. Isto aplica-se não só a um vinho fechado, mas também a uma garrafa de vinho já aberta, podendo, assim, prolongar a sua qualidade por mais tempo.

O vinho é um organismo vivo que evolui de diferentes formas e está sujeito a transformações. Se ao armazenar vinho não o fizer corretamente, este vai acabar por se deteriorar. O cuidado que se tem com as garrafas garante a manutenção dos aromas por mais tempo.

Fatores a ter em conta para armazenar vinho corretamente

Quando se gosta de vinho, apreciar um bom copo é das melhores sensações, principalmente quando este é acompanhado por um bom queijo e uma excelente companhia. Mas para isso acontecer é essencial ter algum cuidado ao armazenar vinho.

Para não ter surpresas na hora de abrir uma garrafa é importante que tenha em conta alguns fatores. Tome nota.

garrafa de vinho tinto
1

Local

É muito importante pensar num local que reúna as condições ideais para armazenar vinho. Não deverá escolher um sítio que tenha odores porque estes podem passar para a garrafa e afetar o vinho. É importante ser um sítio arejado, com boa ventilação.

2

Temperatura

Para armazenar vinho corretamente, a temperatura é um dos principais aspetos a ter em conta. Todo o tipo de vinho deve ser mantido a uma temperatura constante e o mais fresco possível, rodando entre os 10º e os 14º graus. Se for mais baixa não vai prejudicar o vinho, apenas  irá retardar o seu envelhecimento. É importante evitar  temperaturas acima dos 25º graus para não acelerar o processo de envelhecimento e a sua oxidação.

No verão estes valores poderão ser superiores e no inverno inferiores, no entanto, tente não ter uma diferença de mais de 4º/5º dos valores recomendados para os diferentes períodos.

3

Humidade

O vinho deverá, idealmente, ser exposto a uma percentagem de humidade de 70%. Obviamente que é difícil esta precisão, mas há alguns truques que poderá usar, tais como colocar um copo de água ou um pano húmido no armário onde está a armazenar vinho.

A humidade ajuda a que a rolha não fique ressequida, mantendo a sua elasticidade e protegendo o vinho do oxigénio.

4

Iluminação

Se pensar nas caves vinícolas imagina-as como lugares escuros, com pouca luz, e isso não é ao acaso. As garrafas de vinho devem ser protegidas contra a luz natural ou artificial. Apesar de o vidro das garrafas ser escuro, a luz acaba por passar, acelerando o processo de envelhecimento e acabando por alterar o vinho. Deverá ter cuidado especial com os vinhos branco e rosé, uma vez que o vidro das garrafas é transparente, o que aumenta a exposição da  luz.

5

Vibração

Sabia que quando os vinhos são agitados ocorrem reações químicas que apressam o seu envelhecimento? Além disso, os sedimentos estarão a ser misturados, o que poderá alterar os aromas do vinho. Assim, não é aconselhável abanar uma garrafa.

Quando estiver a pensar abrir uma garrafa, coloque-a na vertical no dia anterior de forma a que os sedimentos possam descer e assentar.

6

Posição da garrafa

Com certeza já ouviu que as garrafas devem ser guardadas na horizontal. E ouviu muito bem. A garrafa deve estar sempre deitada. A principal razão tem  a ver com a hidratação da rolha. Se a garrafa estiver de pé a rolha poderá ficar seca e acabar por cair. Ao ficar na horizontal a rolha estará sempre húmida e assim não deixa passar ar. 

Os vinhos com rolhas sintéticas ou tampa de rosca podem ser armazenados de pé.

E se a garrafa já estiver aberta?

Todos os fatores apresentados em cima também deverão ser tidos em conta quando se está a armazenar vinho aberto.

O local ideal para armazenar vinho seria uma adega, mesmo para uma garrafa já aberta, no entanto, não sendo possível, o frigorífico será o melhor sítio. Seja tinto ou branco. Pelo menos durante 3 a 4 dias no frigorífico ele não se irá estragar, o que já não é garantido se ficar à temperatura ambiente.

Não se esqueça que é importante não estar exposta a vibração pelo que não deverá armazenar vinho na porta do frigorífico. Além disso, a melhor forma de guardar uma garrafa de vinho aberta será utilizando uma rolha em vácuo. Esta irá ajudar na extração do oxigénio de dentro da garrafa, faz a selagem  e não permite a entrada de ar.

A duração do mesmo depois de aberta irá depender do tipo de vinho em questão. Podendo uma garrafa de tinto ou branco durar três dias, um rosé dois, e um vinho fortificado de 20 a 30 dias.

Apresentadas todas as dicas deverá também ter em conta que nem sempre quanto mais velha for uma garrafa de vinho melhor e mais saboroso será o vinho. Nem todas as uvas ou tipo de vinho reagem bem ao tempo. Os brancos e rosés, por exemplo, são menos resistentes e a maioria não deverá passar dos três anos. Já um tinto poderá durar mais, no entanto é preciso ter em conta se é um vinho jovem ou maduro.

Veja também