Publicidade:

Android Go: conheça o sistema operativo mais leve da Google

Baseado no Android 9 Pie, o Android Go é, fundamentalmente, uma versão mais leve deste sistema operativo, otimizada para smartphones com menos recursos.

Android Go: conheça o sistema operativo mais leve da Google
A nova versão do software

Depois do Android 9 Pie, a versão mais recente e melhor desenvolvida deste sistema operativo, foi desenvolvida uma “segunda via” para dar resposta a um segmento de mercado ligeiramente mais baixo e que merecia, ainda assim, um funcionamento de topo. Conheça, então, o novo Android Go.

Android Go: mais leve e rápido


Oficialmente, esta versão do sistema é conhecida como Android 9 Pie (Go Edition), precisamente por ser baseada na mais recente abordagem deste sistema operativo. O Android Go foi, por isso, criado para dar resposta aos utilizadores que, ainda que procurem telemóveis mais baratos, valorizam um bom desempenho.

Para ir ao encontro dos entry-level smartphones (dispositivos mais baratos, de gama média-baixa, mas boas características), a Android desenvolveu, então, uma versão do seu software mais leve e desenhada especificamente para otimizar a experiência do utilizador.

Ora, um telemóvel mais barato não significa, por isso, um pior desempenho. Aliás, é isso que se quer contrariar com o Android Go, que, com um sistema mais leve e aplicações repensadas, pretende revolucionar o mercado e dirigir-se àquelas pessoas que procuram máxima eficiência num telemóvel mais em conta.

O que distingue o Android Go

android goFonte da Imagem: Android Go/Divulgação

Em primeiro lugar, a forma como foi desenhado, tal como o peso que tem – e, consequentemente, a memória que ocupa. Este software diferencia-se dos restantes por continuar a oferecer uma performance topo de gama. As aplicações que inclui, desenvolvidas pela Google, são mais leves e foram desenhada especificamente para o efeito.

Assim sendo, pode agora encontrar o Gmail Go, o Google Assistant Go, o Maps Go o Google Go, entre outras apps. Pelo nome, percebe que, baseando-se nas “aplicações-mãe”, esta nova versão de cada app é suficientemente personalizada para ocupar menos espaço no seu smartphone.

Desta forma, tem mais memória para utilizar, uma performance melhorada e maior segurança na utilização, que não é demasiado pesada (nem com demasiadas características) que, para estes telemóveis em específico, não se justifica e pode, a longo prazo, comprometer o bom funcionamento de um smartphone (mais rápido do que pode pensar, até).

A memória interna é, por isso, a componente mais poupada com o Android Go, isto porque, para além de existirem menos aplicações pré-instaladas, as que vêm são muito mais leves e funcionam de forma muito mais rápida do que anteriormente.

Segundo a Android, o espaço ocupado é duas vezes menor se comparado com aquele exigido pelo Android Nougat, por exemplo. Ora, o peso das apps em si exige 50% menos do que aquele praticado no Android 9 Pie. É por isto que a performance está muito melhor e mais otimizada, já que foi desenvolvida especificamente para melhorar a eficiência do smartphone.

Utilize o Google Assistant ou escreva e receba e-mails no Gmail muito mais rápido do que aquilo a que estava habituado. Assim, tem mais tempo para se concentrar naquilo que realmente interessa, até porque não tem mais instaladas aplicações que, de facto, não usa.

android goFonte da Imagem: Android Go/Divulgação

O Android Go disponibiliza ainda uma série de novas funções que promovem a poupança de memória. Por exemplo, com o Data Saver pode definir, especificamente, o limite de dados que quer que cada aplicação utilize quando está a ser utilizada. Desta forma, garante que nunca ultrapassa o limite imposto.

Com o Peer-to-Peer Sharing pode enviar e receber ficheiros, fotografias e vídeos onde quer que esteja, e tudo graças ao novo Files Go, uma app desenvolvida pela Google para que todos os seus envios, bem como aquilo que quer receber, sejam muito mais rápidos – e tudo isto sem ocupar memória desnecessariamente.

Também o Google Chrome recebeu atenção redobrada, e personalizada, já que tem o seu próprio data saver, uma funcionalidade que restringe a utilização de dados que não sejam precisos. Isto permite que poupe até 60% do seu pacote de dados, o que é algo realmente impressionante.

Conte também com o Google Play Protect, uma vez que o Android Go não iria merecer menos atenção ao nível da segurança e privacidade do que as restantes versões deste software. Assim, todas as suas apps e dados ficam ainda mais seguros.

O Android Go também procura inovar pela forma como é construído, e não só pelas vantagens que oferece ao nível de funcionamento. Com isto, queremos dizer que é procurada a inclusão de todos, nomeadamente de app developers, que podem contribuir  ativamente para este software.

Com esta linha de funcionamento, o Android 9 Pie (Go Edition) acaba por ser uma mais-valia para qualquer smartphone de gama média e que, mesmo assim, inclua excelentes características. O facto de incluir um sistema operativo muito mais leve e otimizado para uma melhor performance é uma grande vantagem face a outros concorrentes.

Desta forma, a Android posiciona-se mais à frente no mercado, abrangendo agora todos os seus segmentos, equipando telemóveis com software topo de gama, mais leve, rápido e seguro para promover uma performance topo de gama.

Veja também:

Luísa Santos Luísa Santos

Licenciada em Ciências da Comunicação - Jornalismo, Mestre em Multimédia, cantora sem diploma nas horas livres. Trabalha atualmente em Marketing e Comunicação, é viciada em redes sociais e fervorosa adepta do desenrasque.