Publicidade:

4 avarias mais frequentes em carros que podem reparadas em casa

Algumas das avarias mais frequentes em carros podem ser reparadas em casa. Saiba quais são e por onde começar.

4 avarias mais frequentes em carros que podem reparadas em casa
Saiba quais são

Existem rankings que classificam as avarias mais frequentes em carros por modelo, ano e empresa. No entanto, muitos destes problemas podem ser resolvidos apenas com as revendedoras ou até mesmo com o próprio fabricante, pois costumam ser erros na fabricação ou peças de baixa qualidade.

Existe uma série de avarias mais frequentes em carros que podem acontecer com qualquer condutor e não depende de modelo ou número de série. Para esses acontecimentos, é sempre bom ter um profissional de confiança para auxiliar, mas quando este profissional não está por perto, ou não pode atender, é importante saber que é possível resolver em casa.

Tenha em mente que é necessário ter as ferramentas adequadas para o serviço e que algumas regras de segurança devem ser seguidas para evitar possíveis acidentes, como por exemplo: nunca faça nenhum tipo de reparo num carro que acabou de ser desligado. Os metais e fluidos estarão quentes e é bem provável que isso possa causar algum tipo de problema.

As 4 avarias mais frequentes em carros

1. Pneus furados

pneu

Mesmo quem não se considera uma pessoa forte é capaz de realizar a troca de um pneu furado, uma vez que todas as ferramentas necessárias para isso estarão na mala do veículo. Talvez seja preciso um pouco de paciência, mas um pouco de senso comum, o pneu extra e o macaco, bastam para resolver a situação.

2. Luzes queimadas

faróis

Sejam as de nevoeiro, de marcha atrás ou as da chapa da matrícula, consertar estas avarias passa apenas por um detalhe: saber que tipo de lâmpada é necessária. É possível descobrir isso ao citar o modelo e o ano do carro para o vendedor especializado. A troca pode ser feita em casa e sempre com o carro desligado.

3. Bateria

motor

Se não tem uma maneira de verificar se a sua bateria é realmente a causa do problema, existem lugares que podem fazer esta verificação. Caso a bateria precise mesmo de ser trocada, o processo é simples: verifique se a peça possui algum ponto de corrosão, em caso positivo gentilmente limpe o espaço danificado com uma escova de cerdas macias. Em seguida retire o plug do polo negativo e depois o do positivo. Provavelmente terá mais um fio de metal para desconectar e em seguida é só retirar a peça e substituí-la pela nova.

4. Troca de óleo

óleo

troca de óleo não é necessariamente uma das avarias mais frequentes em carros, mas é um dos motivos para os condutores terem tantos problemas com os seus veículos. Muitos esquecem-se que o óleo deve ser trocado aproximadamente a cada 5 mil ou 7 mil quilómetros, isto equivale a mais ou menos a uma periodicidade de uma vez a cada seis meses.

Para executar o processo é necessário saber que tipo de óleo o veículo utiliza, como é e onde se localiza o filtro e quanto de óleo será utilizado. Estas informações muitas vezes estão no manual do carro, mas perguntar para a empresa ou para algum profissional também é possível.

Veja também: