Publicidade:

Cartão de crédito: como funciona este meio de pagamento

Saiba tudo sobre o cartão de crédito: como funciona, como solicitá-lo, qual o valor disponibilizado e quais os custos associados a este produto bancário.

Cartão de crédito: como funciona este meio de pagamento
Saiba tudo sobre cartões de crédito

Cartão de crédito: como funciona este produto disponibilizado pelas instituições bancárias? Fique a conhecer melhor o tão famoso meio de pagamento universal, que permite ao cliente fazer compras em lojas físicas ou online sem a necessidade deste ter dinheiro na sua conta à ordem.

Cartão de crédito: como funciona


cartao de credito como funciona

Ter um cartão de crédito é algo muito fácil mas, ainda assim, nem todas as pessoas sabem como usá-lo. Este meio de pagamento pode ser-lhe atribuído pelo seu banco se assim o solicitar.

Cabe à referida instituição atribuir determinado valor no cartão de crédito sob a forma de limite de crédito (plafond), sendo o mesmo previamente contratado, para que depois possa ser usado pelo cliente em qualquer compra.

O dinheiro gasto do plafond acabará por ser reposto posteriormente pelo cliente, que o poderá pagar de forma faseada ou integral. Cabe ao utilizador escolher a modalidade de pagamento mais adequada às suas necessidades.

Cartão de crédito: como funciona cada modalidade de pagamento

Os cartões de crédito costumam oferecer 3 formas de pagamentos diferentes, sendo elas:

  • Pagamento a 100%: o cliente paga na data limite todo o valor usado até à data com o cartão de crédito, ou seja, se gastar 300€ em compras em agosto, por exemplo, irá ser emitido o extrato no final desse mesmo mês e o cliente, ao optar por pagar a 100%, pagará os 300€ na íntegra.
  • Pagamento mínimo: nesta modalidade, há sempre um valor mínimo a pagar, sendo este geralmente uma percentagem do valor utilizado, mas cujo valor varia consoante a entidade bancária. Se o cliente preferir, pode liquidar só o valor mínimo.
  • Pagamento livre: o cliente pode pagar o valor que quiser, desde que este seja superior ao valor mínimo, ou seja, se tiver usado 300€ e o valor mínimo a pagar for de 25€, o cliente pode liquidar o valor que pretender, como 50€, por exemplo.

pagamento destes valores pode ser feito através de:

Cartão de crédito: como funciona a solicitação

Este cartão pode ser solicitado em qualquer banco, desde que tenha uma conta no mesmo. O cliente deve pedir a emissão do cartão de crédito ao seu gestor, tendo para isso de se dirigir pessoalmente ao balcão.

No entanto, se não tiver uma conta no banco, existe a opção dos cartões de crédito que não precisam de estar ligados a uma conta bancária, como por exemplo os do Cetelem e Unibanco. Para solicitá-los, basta aceder ao website destas entidades para fazê-lo através da Internet. Assim não terá de se deslocar a nenhum balcão.

Cartão de crédito: como funciona a sua utilização

O cartão pode ser usado em qualquer estabelecimento que aceite pagamentos Visa/MasterCard. Apenas em algumas lojas pequenas, como aquelas localizadas em bairros, costuma ser difícil ser efetuado este tipo de pagamento.

O cartão de crédito pode ser usado para efetuar compras na Internet e ainda no estrangeiro, o que lhe dará muito jeito nas suas viagens.

Taxas de juro associadas ao cartão

Um cartão de crédito tem juros associados, tal como acontece no caso de um empréstimo. O valor da taxa varia de acordo com a entidade bancária que atribuiu o cartão, por isso, verifique sempre esse valor antes de aderir a este produto.

Escolha sempre um cartão de crédito que tenha uma taxa de juro baixa, pois desta forma irá pagar menos menos pelo valor que usar do plafond.

Vantagens e desvantagens do cartão de crédito


cartao de credito como funciona

Vantagens

  • Cómodo;
  • Flexível;
  • Fácil de usar;
  • Aceite no estrangeiro;
  • Seguro na realização de compras online;
  • Proteção das compras (o cartão costuma ter um período de proteção de compras que ronda os 15 dias);
  • Benefícios nos Programas de Fidelização;
  • Crédito Gratuito de Curto Prazo (se pagar a totalidade do crédito dentro do prazo estabelecido não terá de pagar juros).

Desvantagens

  • Limite no crédito disponível (plafond);
  • Juros (caso não cumpra o prazo de pagamento do montante em dívida).

Cartão de crédito: como funciona a sua escolha


Todos os cartões de crédito têm diversos fatores associados que variam de banco para banco. Por isso, quando quiser escolher um, compare as condições oferecidas pelas várias instituições bancárias existentes no país, tendo sempre em conta:

  • Custos de anuidade;
  • Taxas de juro e serviços associados;
  • Comissões;
  • Seguros associados;
  • Imposto do selo;
  • Benefícios dados pelo banco consoante a sua utilização.

7 dúvidas frequentes sobre o cartão de crédito


cartao de credito

1. O que é o plafond?

Em resposta à pergunta “cartão de crédito: como funciona o plafond?”, saiba que cada cartão de crédito tem um plafond definido, ou seja, há um limite máximo de crédito disponibilizado pelo banco que o atribuiu.

O cliente não pode gastar o dinheiro que quiser, havendo sempre esse limite imposto pela instituição financeira. No entanto, o valor do plafond volta a ser renovado sempre que a dívida estiver saldada.

2. Como pode ser realizado o pagamento do saldo em dívida do cartão de crédito?

Existe uma data limite estabelecida para ser debitado automaticamente na conta à ordem associada ao cartão de crédito o valor da percentagem do saldo em dívida, correspondendo este à modalidade de pagamento escolhida pelo cliente.

O pagamento do dinheiro gasto com o cartão de crédito será apenas concluído corretamente se o seu utilizador tiver saldo suficiente para que seja debitado o valor total desse mês.

3. O que acontece se o cliente se atrasar no pagamento do valor em dívida do cartão de crédito?

Cartão de crédito: como funciona quando o cliente se atrasa a pagar o plafond que gastou? Este acabará por ter de pagar juros de mora e a Comissão de Recuperação de Valores em Dívida devido ao atraso do pagamento.

4. Podem ser feitos pagamentos que não correspondam à percentagem previamente estabelecida?

Sim. No entanto, tal só pode acontecer se for efetuado um pagamento no valor mínimo de 25€ até 48h úteis antes da data limite de pagamento. Só assim o débito automático da conta à ordem não acontecerá nesse mês.

Mas sempre que o pagamento for inferior ao saldo em dívida, o cliente terá de pagar juros sobre o valor que ficou por saldar do cartão de crédito.

5. O que é um adiantamento a crédito (cash advance)?

O adiantamento a crédito é uma funcionalidade que a maioria dos cartões de crédito possui, podendo ser usado através de:

  • Transferência da conta associada ao cartão de crédito (Conta Cartão) para a conta à ordem: é possível transferir qualquer valor, entre 50€ e o limite máximo do plafond disponível no cartão de crédito, sendo que a desvantagem está relacionada com o facto da transferência da conta Cartão para a conta à ordem se encontrar sujeita ao pagamento da Comissão de Transferência da Conta Cartão para a Conta à ordem;
  • Levantamentos a crédito em caixas Multibanco: é possível levantar dinheiro a crédito em qualquer caixa Multibanco sem afetar o saldo da conta à ordem, mas a desvantagem é que esta operação tem custos associados.

6. Qual a diferença entre a TAN e a TAEG?

A Taxa Anual Nominal (TAN) é uma taxa anual utilizada nas operações relacionadas com o pagamento de juros, que deve ser dividida por 12 (número de meses do ano).

Já a Taxa Anual Efetiva Global (TAEG) é uma taxa usada para calcular o custo de determinado crédito, além de ser ainda o indicador de todos os juros e encargos cobrados ao longo do crédito. Esses valores incluem seguros, despesas de abertura e comissões, entre outras despesas associadas ao contrato realizado.

7. É possível levantar dinheiro com este cartão?

Geralmente, este tipo de cartão permite o levantamento de dinheiro numa caixa Multibanco, mas aconselhamos que não se faça esta operação devido às taxas adicionais a que a mesma se encontra sujeita.

Ao levantar dinheiro do seu cartão, terá de deduzir esse valor ao seu plafond disponível e ainda lhe serão acrescidas taxas por levantamento, cujo valor muda consoante cada banco.

Veja também: