Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Alexandra Nunes
Alexandra Nunes
03 Mai, 2018 - 16:31

8 cuidados a ter nas compras online durante a Black Friday

Alexandra Nunes

Comprar na Internet é rápido e cómodo, mas também implica perigos acrescidos. Para fazer compras online seguras, saiba quais os cuidados a ter.

compras online cuidados a ter

Roupa, produtos de beleza, tecnologia e até compras de mercearia. Hoje em dia, é possível comprar tudo através de um computador ou smartphone, usando apenas um cartão de crédito ou débito. No entanto, nas compras online os cuidados a ter devem ser redobrados para não sair lesado do negócio.

Os consumidores de lojas online devem ter cautela, sobretudo, no que respeita à credibilidade da entidade a quem é feita a compra e na segurança da informação que divulgam.

É suposto os sites de venda de produtos e serviços online exibirem de forma clara as diferentes formas de pagamento, as condições ao abrigo do direito de arrependimento e informações quanto ao modo de procedimento de reembolsos e trocas. Se não encontrar estas informações, procure outra página que preencha estes requisitos.

Para que não lhe escape nada, listamos os 8 principais cuidados a ter nas compras online.

Compras online: 8 cuidados a ter

compras-online-cuidados-a-ter

1. Use redes seguras para aceder à internet

Ao fazer as suas compras online, qualquer que seja o dispositivo que utilize para aceder à internet, é importante ter o cuidado de se ligar sempre a uma rede segura. Os pontos de acesso Wi-Fi públicos, como os dos centros comerciais, restaurantes ou transportes públicos devem, por isso, ser evitados.

Se fizer um pagamento através de uma destas redes públicas pode estar a dar acesso às suas contas bancárias e a permitir que outras pessoas possam controlar o seu computador ou telemóvel, sem que disso se aperceba.

Se não puder usar os dados móveis, então espere até chegar a casa e utilize a sua rede fixa privada para efetuar a compra em segurança.

Igualmente importante é assegurar que o seu dispositivo tem o sistema operativo e um programa antivírus atualizado e que a firewall está ativada.

2. Informe-se sobre a entidade vendedora

Ainda antes de fazer as suas compras online, outro dos cuidados a ter é saber quem está do outro lado a vender determinado bem ou serviço.

Os sites de venda online têm que obrigatoriamente ter a identificação do vendedor, com denominação social, endereço físico, número de telefone e email. É uma forma de garantir que tem a quem se dirigir para reclamar caso algo não corra bem.

Se descobriu a loja nas redes sociais faça uma pesquisa mais alargada, pergunte a amigos ou em fóruns como foi a experiência deles com a empresa em causa.

3. Certifique-se de que a página é segura

Para não se ser levado ao engano, há outro passo fundamental: verificar que o site é credível e fidedigno.

Procure pelo nome da loja ou vendedor num motor de busca e verifique se o URL (endereço do site) corresponde ao que lá está escrito. Se tiver letras a mais ou a menos, ou então pequenas variações no nome, suspeite.

Outra forma de se proteger, é verificar se o endereço começa com https:// e se aparece um cadeado do lado esquerdo. Se sim, significa que a loja online tem um certificado de segurança.

Idealmente, opte por comprar em lojas online reconhecidas ou onde alguém da sua confiança já tenha comprado anteriormente e a experiência tenha corrido bem.

4. Pesquise e compare

Se for a um centro comercial, muito provavelmente entra em mais do que uma loja até decidir onde comprar o que quer. Não deixe que o seu filtro fique menos apertado só porque está a comprar na Internet. Pelo contrário, faça uma pesquisa exaustiva para garantir que está a fazer uma boa compra.

No caso de ter dúvidas, uma maneira de despistar potenciais burlas é procurar o que dizem os outros consumidores sobre a loja ou o produto em questão. Pode utilizar, mais uma vez, o motor de busca para fazer essa pesquisa ou, tratando-se de uma loja nacional, procurar por opiniões ou reclamações no Portal da Queixa.

Duvide sempre de descontos e super promoções que coloquem o preço do produto ou serviço muito abaixo do mercado. Se não se tratar de fraude pode, na melhor das hipóteses, ser surpreendido com encargos extra.

6. Leia com atenção a política de trocas e devoluções

Antes de avançar com a compra, preste muita atenção à política de trocas e devoluções da loja bem como aos prazos de entrega, para evitar dissabores.

Ao comprar online, pode cancelar a compra que fez durante um prazo de 14 dias, e receber de volta o seu dinheiro, sem ter necessidade de qualquer justificação. Em causa está o direito de livre resolução que se aplica às compras à distância. No entanto, a loja pode cobrar-lhe os portes da devolução ou, por exemplo, exigir que a encomenda seja conservada na embalagem para poder ser trocada.

Além disso, tenha atenção que mesmo ao abrigo do direito de arrependimento, nem tudo pode ser devolvido, como é o caso, por exemplo, de produtos personalizados sob encomenda.

5. Atenção aos encargos adicionais

Verifique ainda se há despesas adicionais, como taxas alfandegárias e IVA.

Por exemplo, numa compra efetuada dentro dos países membros União Europeia não são cobrados direitos alfandegários. No entanto, há territórios pertencentes à UE que em termos fiscais (IVA) são considerados extra-comunitários, estando sujeitos a controlo aduaneiro.

Tratando-se de encomendas enviadas de países fora da UE, como os EUA ou China, pode ser necessário pagar IVA e direitos aduaneiros.

7. Escolha uma forma de pagamento segura

Nas compras online um dos principais cuidados a ter é a forma de pagamento que escolhe. Pagar por referência multibanco ou contra entrega são métodos mais seguros. Em qualquer dos casos não está a partilhar os seus dados com ninguém e contra entrega tem a oportunidade de verificar se o que recebeu é o que pretendia.

Se tiver que pagar com cartão, opte por criar um virtual, assim pode definir um montante máximo a gastar e além disso não dá mais informação do que a estritamente necessária para fazer a transação. Antes de finalizar o pagamento, confirme ainda se todos os custos associados e portes de envio estão refletidos no preço publicitado.

Fazer compras online com cartão de débito: 4 opções diferentes
Veja também Como fazer compras online com cartão de débito: conheça 4 formas

8. Guarde os comprovativos

Nas compras online não há talões ou recibos físicos. No entanto, é imprescindível guardar todos os comprovativos da transação caso ocorram atrasos na entrega ou o produto não venha em condições e tenha que reclamar.

Arquive a fatura eletrónica e os emails ou mensagens que trocou com o vendedor. Mesmo comprados em lojas online, os produtos novos têm garantia de dois anos, por isso convém ter um comprovativo da compra se precisar de contatar o fornecedor.

Veja também