Publicidade:

Como usar lixívia corretamente: mitos e verdades

Será que sabe realmente como usar lixívia corretamente? Seja na roupa, limpeza de casa ou outro, há questões essenciais a ter em conta. Saiba quais!

Como usar lixívia corretamente: mitos e verdades
Truques e técnicas importantes

Se por um lado este produto pode ser um verdadeiro aliado no combate às manchas e à sujidade, por outro é muito importante saber como usar lixívia corretamente. Afinal, ela é tão poderosa e eficaz quanto intensa e, por vezes, até mesmo perigosa.

Já não é de agora: desde há muitos anos que a lixívia é um dos produtos mais utilizados na limpeza doméstica e na limpeza da roupa. Muito conhecida pela capacidade de manter a roupa branca e pelas suas propriedades desinfetantes, o que acontece é que as pessoas acabam por ver a lixívia como um produto de limpeza.

Errado! Ela é na verdade mais um desinfetante do que propriamente produto de limpeza e, por isso mesmo, exige alguns cuidados especiais. Além dos perigos óbvios da lixívia, facilmente visíveis no rótulo, a lixívia tem compostos altamente corrosivos e por isso capazes de irritar os olhos, a pele e o trato respiratório!

Neste artigo vamos partilhar os principais cuidados que deve ter ao lidar com lixívia e o passo a passo para uma limpeza eficaz e segura em cada uma das áreas onde a utiliza.

Como usar lixívia corretamente no tratamento da roupa


Para saber como usar lixívia corretamente na limpeza da roupa sem danificar as fibras das peças siga as instruções que temos para si.

Para lavagens à mão:

  • Dilua 1 copo (150 ml) de lixívia própria de lavagem de roupa em cerca de 10 litros de água;
  • Não adicione detergente;
  • Coloque as peças de molho durante cerca de meia hora;
  • Passado esse tempo, lave-as normalmente.

Para lavagens à máquina:

  • Coloque 1 copo de lixívia no compartimento do amaciador;
  • Faça um ciclo de lavagem normal.

Como usar lixívia corretamente na limpeza de casa


como usar lixívia corretamente

Se falarmos de tarefas de limpeza doméstica, já há algumas diferenças no que toca a como usar lixívia corretamente, de acordo com a tarefa que quer levar a cabo.

Higienizar superfícies

Para saber como usar a lixívia corretamente no que toca à higienização de superfícies, deve misturar cerca de 1 copo (150 ml) de produto com cerca de 5 litros de água. No caso de se tratar de sujidade muito teimosa, despeje 2 copos (300 ml) de lixívia na mesma quantidade de água.

Misture bem a solução antes de utilizar e não enxague no final. Note que apenas deve utilizar esta mistura para higienizar e remover os alergénios de pequenas superfícies como os sanitários da casa de banho ou de grandes superfícies como o pavimento do terraço.

Eliminar o mofo

A lixívia é bastante eficaz na eliminação do mofo. Para o fazer, dilua aproximadamente um copo de lixívia (150ml) em cerca de 4 litros de água e aplique diretamente o produto, esfregando com um pano ou esponja suave.

Higienizar a água de plantas e flores de vasos

Sim, é possível higienizar a água de plantas e flores de vasos com lixívia, eliminando mofos e bactérias! Para o conseguir deve colocar apenas uma colher de café do produto na água de regar as plantas. O que acontece é que o hipoclorito de sódio do produto vai controlar o crescimento dos micro-organismos que provocam o apodrecimento da água.

Como usar lixívia corretamente: principais erros a evitar


Uma vez sabido como usar lixívia corretamente, é também importante conhecer os cuidados gerais ao manusear o produto, bem como os principais erros que geralmente se cometem ao utilizá-lo.

  1. Atenção ao aplicar a lixívia, seja para que finalidade for; ela mancha muito a roupa, sobretudo se for de cor. Use roupa que já não leva para a rua e que se possa “estragar”;
  2. Se possível, utilize uma máscara durante o manuseamento da lixívia: inalar os seu vapores pode causar consequências negativas para a saúde, devido ao seu grau de toxicidade;
  3. Não aplique lixívia sobre tintas sintéticas, uma vez que corre o risco de danificar estas áreas;
  4. Nunca misture lixívia com outros produtos branqueadores ou de limpeza;
  5. Se o seu objetivo é a limpeza de superfícies e não a higienização, opte por um produto de limpeza específica. A utilização da lixívia apenas se justifica em áreas onde exista a necessidade de uma desinfecção eficaz e com regularidade, a baixo custo.
  6. Evite aplicar de forma regular lixívia em cerâmicas e loiças, uma vez que enfraquece os materiais, tornando-os mais frágeis e porosos;
  7. O mesmo se aplica ao inox, cromados e vidros: a lixívia degrada-os com facilidade, além de contribuir para a acumulação de cálcio e sílicas;
  8. Utilize sempre luvas descartáveis ao manusear o produto e guarde-o num lugar de muito difícil acesso, sobretudo se tiver animais e crianças em casa.

Agora já sabe tudo sobre como usar este produto da forma mais indicada. Não facilite e siga estas dicas à risca, pois as consequências para a sua saúde podem estar em causa se não o fizer. Da maneira certa, pode tirar o o máximo partido da lixívia!

Veja também:

Helena Peixoto Helena Peixoto

‘If you can dream it, you can do it’: é assim que gosta de pensar e viver a vida. Casada, com um filho e com um cão, vê na família e amigos os seus bens mais preciosos, mas não passa sem um bom desafio profissional. Comunicar é a ‘sua praia’, seja em canais mais institucionais ou meios mais informais. Adora um bom filme, uma viagem dentro ou fora do país, é apaixonada por animais e anda sempre ‘à caça’ das últimas promoções.

Limpeza e Arrumação