Publicidade:

10 dicas para sobreviver a uma depressão pós-férias

Sim, existe mesmo a chamada depressão pós-férias. Já passou ou está a passar pela mesma? Veja algumas dicas para ultrapassar o momento.

10 dicas para sobreviver a uma depressão pós-férias
Confira as dicas que o vão ajudar a recuperar desta situação

Voltar ao trabalho depois das férias nem sempre é fácil e para alguns pode mesmo tornar-se um problema sério. Falamos da depressão pós-férias. E não, não é invenção, nem “fita” de quem regressa ao trabalho depois de umas magníficas férias.

depressão pós-férias (ou stress pós-férias, como também é chamado) existe mesmo e pode manifestar-se através de vários sintomas. No entanto, não se pode falar de depressão pós-férias de forma leviana, mas apenas quando certos sintomas se prolongam. Aprenda a reconhecê-los e saiba como evitar a depressão pós-férias.

Depressão pós-férias: os sintomas


depressao pos ferias

Todos os profissionais conhecem bem a sensação de voltar a casa e ao trabalho depois de umas belas férias. Mas para uns, os efeitos nefastos do regresso à rotina podem ser mais “pesados” do que para outros. Entre os sintomas mais frequentes podem contar-se, por exemplo:

Estes são apenas alguns exemplos dos sinais de depressão pós-férias. Ainda assim convém analisar cuidadosamente cada caso, já que todos os profissionais tendem a sentir alguns destes efeitos nos primeiros dias de trabalho, depois do regresso das férias. Para alguns será apenas uma fase de “ressaca” passageira. A depressão, por outro lado, manifesta-se quando os sintomas se prolongam. Nesses casos, o melhor é ler as nossas dicas para combater o problema.

Dicas para combater a depressão pós-férias


1. Faça férias de modo faseado

Em vez de gozar as férias todas de uma vez, procure reparti-las ao longo do ano, para que não sinta tanto o impacto do regresso à vida rotineira. Recomendam-se três períodos de férias por ano. Desta forma tem sempre a motivação de saber que dentro de algum tempo está de regresso a mais umas aguardadas férias.

Veja como transformar 22 de férias em 54 >>

2. Guarde alguns dias em casa antes do regresso ao trabalho

Estar forma durante todas as férias, chegar num dia e no seguinte já ir trabalhar pode ter um impacto muito desagradável. Ou seja, vai do 8 ao 80 de forma abrupta. O ideal é que reserve um dia ou dois para estar em casa antes de voltar ao trabalho. Assim vai poder organizar-se e ainda ter algum tempo para descansar da animação das férias.

3. Planeie o primeiro dia de regresso ao trabalho

A melhor maneira de entrar no ritmo é ser você a definir o ritmo. Por isso, programe o seu primeiro (ou primeiros) dia(s) de trabalho. Agende as reuniões que achar necessárias (e se forem necessárias), defina a agenda de trabalhos e a ordem de prioridades, etc. Esta programação vai ser-lhe muito útil para o ajudar a manter-se focado.

Veja as nossas dicas para conseguir aumentar a produtividade >>

4. Pense nas próximas férias

Nada melhor para combater a depressão pós-férias do que começar já a pensar nas próximas. Se seguir a nossa sugestão de dividir as suas férias, pode começar já a planear as próximas. As melhores datas, locais/viagens possíveis… Enfim, vai ver que fica logo mais animado!

depressao pos-ferias

5. Organize o espaço onde trabalha

Não deixe o seu escritório e secretária desarrumados antes de ir de férias. Pelo contrário, não deixe para amanhã o que pode fazer hoje! Deixe tudo organizado e verá como voltar ao trabalho custará menos.

Ver 7 coisas que não deve ter na secretária >>

6. Recorde momentos da sua viagem de férias

Para o animar no regresso à rotina, vá recordando momentos das suas férias, através de partilha de fotos nas redes sociais, impressão de fotos, ou usando-as também como imagem de fundo do telemóvel ou computador. Verá como rapidamente um sorriso irá ficar estampado no seu rosto. Recordar é mesmo viver!

7. Torne-se numa pessoa mais ativa

Já pensou em adquirir hábitos de exercício físico? Será ótimo para recuperar a linha e aniquilar os quilos que ganhou durante as férias. Dessa forma, está distraído, focado num objetivo, e isso ajudá-lo-á a ficar longe de pensamentos depressivos.

8. Torne cada dia da sua vida especial

As férias são uma excelente altura do ano, não há dúvidas! Mas não pode viver todos os dias em sacrifício, pensando que aqueles são os únicos momentos bons que tem. Pelo contrário, faça algo que o faça feliz todos os dias, encontrando sempre um motivo para sorrir. Afinal, estar vivo e com saúde é já um ótimo motivo para se sentir feliz diariamente!

9. Elabore uma lista de objetivos pessoais e profissionais a cumprir

Poderá definir uma série de objetivos pessoais e profissionais que gostava de ver cumpridos e focar-se em cada um deles! Essa atitude dar-lhe-á imensa motivação diária, principalmente quando for cumprindo cada elemento da lista!

10. Pondere mudar de emprego

Se o motivo pela sua infelicidade for o regresso ao emprego que possui no momento, pondere mudar. Comece a enviar o seu CV para várias empresas e a concorrer a ofertas de trabalho que pensa que o poderiam deixar mais feliz. Para a frente é o caminho e a vida é curta demais para encarar cada dia fora de férias como um sacrifício.

Quer mudar de emprego? Veja as nossas dicas >>

Veja também:

Catarina Mesquita Catarina Mesquita

Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses e Ingleses, Pós-Graduada em Linguística Portuguesa e Mestre em Estudos Portugueses Multidisciplinares, possui experiência de mais de quinze anos ao serviço da educação, da tradução e da escrita.