Publicidade:

9 dicas para encontrar motivação no seu dia-a-dia

Saiba como pode encontrar motivação para que consiga tornar o seu dia-a-dia muito mais produtivo e, como tal, sentir-se melhor consigo próprio.

9 dicas para encontrar motivação no seu dia-a-dia
Está sem vontade para fazer alguma coisa? Pegue num papel e numa caneta
  • Para muitos, visualizar o momento em que atingem os seus objetivos é o motor que os ajuda a continuar

Todos nós temos aqueles dias em que nos deixamos vencer pela procrastinação – adiamos as tarefas para mais tarde porque não conseguimos encontrar motivação para as fazer.

No entanto, sempre que esse desejo aparecer, pegue imediatamente num papel e numa caneta e anote uma tarefa que tem mesmo de realizar hoje e que o ajude a sentir-se um pouco mais realizado.

Perca cerca de 15 minutos do seu dia a fazer este pequeno truque e verá que, quase de uma maneira imediata, começará a trabalhar nessa tarefa e de uma forma muito mais produtiva.

Isto porque, quando nos encontramos sem qualquer tipo de motivação, ao passarmos para o papel tudo aquilo que realmente queremos desenvolver, torna-se mais fácil observarmos e alcançarmos os nossos objetivos e metas diárias. Pense que a motivação cresce através da ação e nada na vida é mais motivador do que o progresso – estamos de acordo?

Esta técnica pode parecer inútil, mas com o passar do tempo vai ver que conseguirá alcançar uma sensação de bem-estar e, paralelamente estará a motivar-se. Precisa de mais dicas? Temos várias para partilhar consigo.

9 dicas para encontrar motivação diariamente


motivação

1. Pare imediatamente o ciclo de procrastinação

O ciclo de procrastinação pode ser um ciclo vicioso e, através do qual, a pessoa vive num autêntico estado de ansiedade.

É natural que, como seres humanos, a tendência seja para evitar situações complicadas e desconfortáveis. Contudo, quando adiamos as nossas tarefas para mais tarde, sentimo-nos imediatamente muito ansiosos.

Para evitar esse tipo de sensações e emoções negativas que podem prejudicar a nossa saúde e bem-estar, devemos observar a procrastinação como uma questão emocional.

Ou seja, sempre que se aperceba que está com aquela vontade de adiar as tarefas mais importantes, opte por ignorar esse desejo – custe o que custar!

Provavelmente irá sentir alguma resistência entre os sentimentos e as vontades, mas certamente que conseguirá começar a trabalhar nas suas tarefas sem que tenha de as deixar para mais tarde.

2. Observe a motivação como um resultado

Esta é uma dica muito importante para que consiga encontrar motivação no seu dia-a-dia.

A verdade é que muitas vezes olhamos para a motivação como uma causa e não como um resultado. Associamos a motivação a uma força estranha e poderosa, quando na verdade se aciona a partir do momento em que começamos uma ação.

Sempre que estiver sem motivação para fazer um relatório, por exemplo, abra um documento em branco no seu computador e escreva qualquer coisa durante 2 minutos. Durante esses dois minutos, verá que alguns pensamentos começam a surgir de uma forma natural.

Esta técnica deve ser utilizada sempre que estiver a sentir que a procrastinação está “a bater à porta”. Assim, consegue combatê-la e criar um ritual que irá permitir-lhe a continuação do seu trabalho diário.

3. Identifique as emoções negativas que o estão a prender

Muitas vezes, quando nos sentimos sem motivação para trabalhar ou para desempenharmos tarefas diárias, podemos estar somente focados nas energias negativas, assim como em determinadas emoções que nos estão a prender.

É essencial que encontre motivação, pensando nos aspetos positivos que o rodeiam e que fazem parte de si – a capacidade que tem para desenvolver um trabalho bom e rápido, a sua criatividade ou a capacidade que tem para liderar equipas.

Lembre-se que a conquista começa quando inicia uma ação.

4. Verifique se as tarefas que desempenha vão ao encontro às suas competências

É muito importante que verifique se as tarefas que está a desempenhar atualmente vão de encontro às suas competências. Pois, quando desempenhamos tarefas com as quais não nos sentimos confortáveis, porque não estamos devidamente preparados para fazer um bom trabalho, é normal que seja mais difícil encontrarmos motivação e que o sentimento seja de frustração diária.

Opte por aproveitar todo o seu talento e as suas competências para desenvolver tarefas para as quais está realmente preparado. Assim, tanto a empresa como o trabalhador irão sair a ganhar.

5. Citações

Embora para alguns possa não parecer útil, este é um dos métodos mais utilizados pela grande maioria. Se a história está cheia de exemplos de sucesso e de pessoas que conseguiram ultrapassar obstáculos de todo tipo, por que não aproveitar os ensinamentos que deixaram como fonte de motivação?

6. Sinta orgulho pessoal

Nem todos são capazes de admitir que esta é uma fonte de motivação, mas não tem nada de errado sentir orgulho em nós próprios e nos objetivos já alcançados e ficar feliz com isso. Se acredita em si, já demonstrou e acredita que pode continuar a demonstrar o seu potencial, não há melhor motivação do que querer manter esta imagem.

7. Visualização e foco

Sabe onde quer chegar? Sabe qual é o seu objetivo ou objetivos?

Então, imagine como vai ser quando o atingir. Imagine a sensação de ter sucesso e, para muitos, isto é o motor que os ajuda a continuar.

8. Pense nas pessoas que dependem de si

Sobretudo para aqueles num cargo superior, pensar nos funcionários e na equipa que depende de si, pode ser a fonte de motivação que precisa. Afinal de contas, é responsável pelo trabalho e estabilidade dos mesmos.

9. Necessidade

Por último, e apesar de não ser o método mais positivo e inspirador, muitas pessoas são realistas e têm como fonte de motivação simplesmente o facto de saberem que têm dívidas para pagar e uma família para sustentar.

Assumir determinada responsabilidade como uma necessidade pode ser altamente motivacional.

Veja também:

Catarina Milheiro Catarina Milheiro

Finalista da licenciatura em Gestão de Marketing, entende a partilha de informação através da escrita, como uma forma nobre da comunicação.