Publicidade:

Más condições de trabalho: 4 principais fatores de impacto

O que é o sucesso para si? Se sucesso e bem-estar estão alinhados, deverá evitar empregos que ofereçam más condições de trabalho.

Más condições de trabalho: 4 principais fatores de impacto
O impacto das más condições de trabalho sobre a sua saúde

Escolher ter um “mau emprego” em alternativa a não ter um emprego de todo é, para muitas pessoas, o reflexo de uma necessidade. Mas o que é melhor para a sua saúde? Neste artigo vamos aprofundar um pouco as consequências negativas para a saúde de se ter más condições de trabalho.

Más condições de trabalho: 4 principais fatores


Ter um mau emprego não é bom para ninguém. Não é bom para sua saúde física e não é bom para sua saúde mental. É muito frequente quando as reais condições de trabalho não correspondem àquelas que os trabalhadores desejam em relação ao seu emprego.

Estudos recentes demonstram que as marcas negativas do stress se fazem notar menos em pessoas que se mantêm numa situação de desemprego, do que nas que passaram de desempregadas para uma situação de emprego, com más condições de trabalho.

condicoes

1. A relação com as chefias

Um bom líder é aquele que dá o exemplo no que diz respeito ao que a cultura da empresa valoriza e tolera relativamente ao comportamento e aos códigos de conduta.

É importante que o líder tenha uma postura ativa, e não omnipresente, dando aos colaboradores a oportunidade de serem autónomos, responsáveis e de brilharem na gestão das suas tarefas.

Uma fraca liderança – ou melhor, chefia – encabeça o conjunto das más condições de trabalho que, como sabemos, afetam a saúde mental das pessoas.

2. O fator tempo

Um dos fatores conducentes à exaustão e ao stress é o facto de muitos trabalhadores sentirem que não têm tempo suficiente para realizar o seu trabalho de forma eficaz.

Por outro lado, há os que sentem que não têm suficiente tempo livre para se dedicarem à sua vida pessoal. Más condições de trabalho incluem, sem qualquer dúvida, horários que não permitem às pessoas tempo de lazer de qualidade.

3. Perspetivas de evoluir na carreira

Um fator que influencia negativamente a saúde de quem trabalha é a falta de perspetivas de evolução na carreira. Um trabalhador que se vê num “poço sem fundo” e imagina que irá ficar na mesma situação durante a sua vida inteira, tem tendência para sofrer mais com ansiedade e desmotivação. Por isso, evite um emprego que prometa nada mais do que estagnação.

4. Ergonomia e más condições de trabalho

No trabalho passamos a maior parte do nosso tempo de vida. Tal significa que, se não são asseguradas as condições de conforto e ergonomia adequadas à natureza do trabalho, podem decorrer problemas de saúde graves.

Cuide da sua saúde, procure convencer os seus superiores a implementar medidas de ergonomia, e, se não conseguir, faça pausas para 5 minutos de ginástica laboral.

Veja também: