Publicidade:

Peugeot 508: Experimentamos o novo familiar desportivo da Peugeot

Se procura um carro familiar com características mais desportivas, mas quer fugir dos tradicionais SUV, talvez o novo Peugeot 508 seja a solução para perfeita para si.

 
Peugeot 508: Experimentamos o novo familiar desportivo da Peugeot
Deslumbre-se com renovado familiar da marca francesa

Se o novo Peugeot 508 passasse por si na rua, certamente não o reconheceria como sendo um Peugeot. As suas apostas iriam para um muscle car americano ou um coupé de design alemão.

Mas o facto é que a aposta mais recente da marca francesa para o segmento D é o renovado Peugeot 508, e não há dúvida que este modelo é visualmente muito atraente.

O seu look conquista a atenção por onde quer que passe. E este visual tem despertado a curiosidade e interesse por este modelo. Mas, será que este carro só tem aparência para oferecer?

Fomos procurar a resposta a esta questão para a estrada e saber o que é que a Peugeot é capaz de oferecer com o novo 508.

Conheça a nossa opinião, e tudo o que este modelo tem de novo para competir com as gigantes alemãs na liderança deste segmento.

Peugeot 508: Conheça o novo “leão”.


Design exterior

Peugeot 508Fonte: Peugeot/ Divulgação

Passe por onde passar, este Peugeot 508 nunca vai ficar indiferente aos olhares de toda a gente.

Assim, para nós, o design exterior é o ponto mais surpreendente deste carro. Com isto, não queremos dizer que é o mais positivo, mas sim o que mais se destaca. É uma mudança de visual radical e que reposiciona o 508 como um familiar desportivo. A nova silhueta é simplesmente deslumbrante.

Na frente temos uns faróis dianteiros LED descaídos a simular os dentes caninos de um leão, o que por si só, já lhe concede um aspeto desportivo e agressivo.

Para além destes faróis LED, existe ainda a grelha cromada que varia de acordo com a versão. Na traseira, as ópticas rectangulares, compridas e achatadas concedem-lhe um ar desportivo e bem musculado.

Para o culminar desta obra de arte, o vidro traseiro é descaído e termina na bagageira, que com um pequeno spoiler, lhe proporciona uma maior aerodinâmica e um estilo mais arrojado.

Design interior

Peugeot 508 design interior

Fonte: Peugeot/ Divulgação

O interior deste modelo é digno da sua beleza exterior.

Quando nos deparamos com o seu cockpit, por momentos, parece que estamos numa nave espacial que assistimos nos filmes. Este cockpit é semelhante aos carros mais recentes da marca. Ele combina a qualidade e suavidade dos materiais, com simplicidade, elegância e beleza.

O mostrador é 100% digital e personalizável, ou seja, podemos escolher o aspeto e a informação sobre o carro a ser apresentada neste espaço.

Na consola central temos um ecrã de 8 polegadas, também 100% digital, com botões em metal premium, que funcionam como atalhos para as funções do ecrã.

Por uma questão de comodismo e facilitismo, poderia ser interessante ter botões físicos para regular o ar condicionado. No entanto, este é um pequeno detalhe que nos esquecemos sempre que olhamos para o interior deste 508.

Espaço e conforto

 

Para quem procura uma solução para a família, o espaço e conforto são características sempre a ter em conta.

Na parte traseira, há espaço suficiente para um adulto de estatura de 1,75 m.

Se a viagem for longa, esta pode-se tornar desconfortável. Isto, porque não há espaço suficiente para esticar e colocar as pernas por baixo dos bancos dianteiros. Em contrapartida, é bom saber que existe um apoia braços no lugar do meio que é rebatível e que melhora, em muito, o conforto durante a viagem.

Os bancos traseiros e dianteiros, em couro, proporcionam conforto. Nos bancos dianteiros destacam-se ainda as funções de regulação elétrica e de massagens, que tornam melhores as longas e cansativas viagens na autoestrada.

Ao longo do carro tem vários espaços de arrumação, exemplo: enorme espaço na consola central, um pousa copos, um compartimento para carteira, telemóvel e outros objetos, e ainda na lateral das portas pode facilmente armazenar uma garrafa de água de 1,5 l.

A bagageira é enorme e acompanha a carroçaria do carro. Como tal, aqui pode armazenar volumes mais em profundidade do que em altura.

A bagageira suporta 487 L, que pode chegar até aos 1537 L com os bancos rebatidos.

Estrada

Peugeot 508 volante

Fonte: Peugeot/ Divulgação

No que diz respeito a um dos pontos mais importantes de um carro, a condução e o seu comportamento em estrada, este carro é excecional.

A experiência que o Cockpit nos proporciona é excelente. Este está muito bem conseguido e orientado para as necessidades do condutor.

Temos um volante de dimensões reduzidas que facilita as manobras, especialmente, em ambiente citadino. Inicialmente, até podemos estranhar, mas ao fim de umas horas estamos perfeitamente adaptados.

O Peugeot 508 está equipado com uma suspensão incrível. Esta suspensão permite obter uma condução confortável, dinâmica, ágil e, sobretudo, segura.

Em autoestrada, numa condução mais previsível e estável, este desportivo familiar tem um comportamento muito semelhante ao modelos premium das marcas alemãs.

Numa condução mais dinâmica e agressiva, as sensações são divinais.

A melhor forma que encontramos de descrever este carro é equiparando-o a um carro de tração integral.

Durante o nosso teste, não sentimos qualquer sobreviragem, nem que fugia de frente ou de traseira. Ele escorrega sobre as 4 rodas e vai para onde queremos. Resumidamente, sabemos com o que podemos contar.

Motores

O novo leão da Peugeot pode ser equipado com 4 motorizações, das quais 3 são diesel e 1 a gasolina.

Se procurar um automóvel realmente desportivo e focado na performance, a versão a gasolina será a melhor opção.

Esta versão conta um motor 1600 cc com 225 cv de potência, onde o prazer de condução, velocidade e adrenalina estão sempre presentes. Economia e consumos? São conceitos incompatíveis com performance.

No que toca às motorizações diesel, onde existe maior oferta, pode escolher entre um motor de 1500 cc e 130 cv (a versão mais básica), um motor de 2000 cc e 160 cv, ou ainda um 2000 cc com 180 cv de potência.

A única diferença entre os dois motores diesel de 2000 cc, para além dos 20 cv, é o preço – 1000€. De resto, os blocos são exatamente iguais.

Poderá ainda escolher entre uma caixa de velocidades automática de 8 velocidades, ou uma manual de 6 velocidades, dependendo do motor que escolher.

A versão testada foi a de 2000 cc de 160 cv com uma caixa automática de 8 velocidades, e na nossa opinião esta versão poderá ser a escolha perfeita.

Consumos

peugeot 508 na estrada

Fonte: Peugeot/ Divulgação

Com base no test drive realizado ao Peugeot 508 conseguimos perceber que ele não é tão económico como a marca anuncia.

Podemos dizer que é um motor um pouco “sedento”. Acreditamos que seja normal, porque na realidade é um motor de 2 l com 160 cv.

A marca anuncia, para a versão testada, consumos de 5,7 l aos 100 km. No entanto, percorremos cerca de 2000 km e os consumos foram de 7,5 l aos 100 km.

Verdade seja dita, a condução foi dinâmica, agressiva e desportiva, aproveitando os 160 cv desta “fera”.

Nos últimos 600 km, a estratégia de condução foi distinta. Neste período, optamos por uma condução mais tranquila. Aqui, os consumos já foram inferiores e na ordem os 6,4 l aos 100km.

Tendo em conta o que podemos obter desta máquina, na nossa opinião, os consumos são normais

Preço

Provavelmente, já se está a imaginar a conduzir este carro e como será bom usufruir dele diariamente. Mas, quais serão os preços?

Se procura uma versão potente e um motor a gasolina, saiba que o preço para o motor 1600 cc de 225 cv começa no 39.960€.

Se procura uma versão mais básica a diesel, equipada com o motor mais recente do grupo PSA (um motor 1.5 de 130cv com caixa manual de 6 velocidades), terá de despender no mínimo de 35.000€.

Se estiver à procura de um motor mais potente a diesel, poderá adquirir a versão diesel de 2000 cc de 160 cv a partir de 48.000€, ou sensivelmente mais 1000€ se quiser optar pela versão de 180cv.

A versão por nós ensaiada tem um PVP de aproximadamente 54.000€. Porém, para nós, é um preço que se justifica tendo em conta todo o equipamento do carro, o comportamento dinâmico e sobretudo o design exterior.

Destacam-se a caixa de velocidades automática e a pintura metalizada, o teto panorâmico, o sistema de som da Focal, o sistema de auxílio à condução nocturna “Night Vision”.

Como já vem sendo hábito, terminamos a nossa review com 5 coisas que mais gostamos e que menos gostamos no carro.

5 coisas que mais gostamos

  1. A saudação e coreografia de luzes de cada vez que o carro é ligado
  2. Os vidros laterais não têm molduras como os verdadeiros desportivos coupé
  3. Quando se aciona a marcha atrás, os retrovisores baixam para evitar que se danifiquem as jantes a bater nos passeios
  4. Os escapes são verdadeiros em todas as versões do carro
  5. As luzes interiores do carro ligam-se simplesmente com o passar do dedo – um toque realmente premium

5 coisas que menos gostamos

  1. Falta de apoio para as mãos no tejadilho
  2. Comandos do cruise control confusos e difíceis de usar porque estão próximos das patilhas de velocidades e dos seletores das luzes
  3. Não é possível conduzir o carro no modo Sport com as mudanças manuais (na caixa automática)
  4. Os vidros traseiros apenas abrem parcialmente
  5. Falta de definição e qualidade da câmara traseira (algo que tem vindo a ser comum no grupo PSA)

Comprar ou não o Peugeot 508?

Os concorrentes deste carro são apenas três: o Audi A5 Sportback, o BMW Serie 4 Gran Coupe e o Volkswagen Arteon.

Comparando todos os modelos, no que toca às motorizações e à potência, eles são equivalentes.

Relativamente aos preços, o Arteon e este 508 são os mais económicos.

Se tivermos em conta estes fatores e o equipamento de série, o Peugeot 508 é, sem dúvida, o carro que melhor está equipado.

Para além disso, para nós, a beleza deste carro sobrepõe-se à dos restantes, destacando-se pelo design inovador.

Concluindo então, este carro é sem dúvida uma excelente aposta dentro do seu segmento: bonito, prático, confortável, rápido e muito bem equipado.

Veja também: