Publicidade:

Síndrome de burnout: o que é e como se manifesta

Já ouviu falar na síndrome de burnout? Mostramos-lhe alguns dos sinais para que deve estar alerta.

Síndrome de burnout: o que é e como se manifesta
Atente aos sintomas da síndrome de burnout

Muito provavelmente já ouviu falar na síndrome de burnout. Mas será que está a par dos sinais e sintomas a que deve prestar atenção?

Se está constantemente em situações de grande stress no trabalho ou se sente que está sempre num estado total de exaustão mental e física, então pode sofrer da síndrome de burnout. É essencial que se mantenha informado para evitar o aparecimento de complicações sérias para a sua saúde.

O que é a síndrome de burnout?


tired

A síndrome de burnout é um estado de total exaustão física, mental e emocional. Normalmente, é o resultado de uma má gestão profissional, da acumulação de tarefas no trabalho, de uma elevada pressão no emprego para obter resultados e alcançar metas e também das viagens consecutivas, relacionadas com o ambiente empresarial.

Trata-se de um assunto bastante sério, para o qual deve estar atento. Apesar de o dia-a-dia ser muitas vezes atribulado e cheio de tarefas, deve tirar uns minutos para parar e repensar nas suas estratégias tanto pessoais como a nível de trabalho.

A síndrome de burnout, também conhecida como síndrome de esgotamento profissional, é precisamente causada pelo excesso de trabalho. É bastante comum em pessoas que lidam diariamente com a pressão no trabalho e que têm responsabilidades muito exigentes.

Esta síndrome pode também manifestar-se em pessoas que sejam desafiadas a atingir objetivos muito altos e para os quais possam não conseguir dar a devida resposta. Não obter resultados, ou pelo menos os resultados esperados, pode colocar a pessoa num estado extremo de stress e fazer com que vá acumulando emoções negativas. Muitas vezes, esta síndrome pode resultar numa depressão profunda e é por isso muito importante conversar com um médico para receber aconselhamento adequado.

Sinais e sintomas a que deve prestar atenção


burnout

A síndrome de burnout envolve normalmente, dores de barriga, nervosismo, cansaço excessivo, fadiga e algumas tonturas. Se não tem vontade para sair de casa ou da cama e se está sob situações de stress constantes, pode estar perante o início desta doença.

Para que não tenha dúvidas sobre os sintomas que estão associados a esta doença, veja a seguinte lista:

  • Cansaço físico e mental em excesso;
  • Alterações no apetite;
  • Dificuldades em estar concentrado;
  • Dores de cabeça constantes;
  • Tonturas;
  • Dores de barriga associadas ao nervosismo;
  • Dificuldades em adormecer e dormir;
  • Dores musculares;
  • Problemas digestivos;
  • Disfunções sexuais;
  • Negatividade constante;
  • Sentimentos de incompetência, derrota, fracasso e insegurança;
  • Alterações repentinas no humor;
  • Isolamento;
  • Alterações do ciclo menstrual nas mulheres;
  • Irritabilidade constante;
  • Autoestima reduzida;
  • Raciocínio mais lento.

Como pode ver, os sinais e os sintomas da síndrome de burnout podem ser facilmente confundidos com outras doenças. É importante que, se está atravessar uma exigente na sua vida profissional, e padece de alguns destes sintomas, se aconselhe com um profissional de saúde.

Como pode prevenir a síndrome de burnout?


A primeira coisa que deve fazer para prevenir a síndrome de burnout é estar atento aos sintomas. Alguns deles podem verificar-se logo numa fase inicial e é por isso muito importante que se mantenha alerta. Antes que se dê o ponto de rutura deve procurar a ajuda de um especialista e seguir todas as suas indicações.

Geralmente, o tratamento passa pelo acompanhamento psiquiátrico e psicológico e, sempre que necessário, pela toma de alguns medicamentos, como por exemplo antidepressivos.

Para evitar o burnout deve alterar alguns hábitos de vida de modo a sentir-se mais relaxado e sem qualquer tipo de stress acumulado. Uma ida ao ginásio, um passeio ao final da tarde pelo parque, o convívio com a família ou um jantar entre amigos são alguns dos exemplos de alterações no seu estilo de vida que pode optar por fazer.

Além disso, e tendo em conta que a síndrome de burnout coloca em causa a produtividade e o desempenho profissional, deve começar por fazer uma análise da sua rotina diária de trabalho. Desta forma irá perceber quais os fatores que estão na origem do seu estado e quais as estratégias que pode implementar para superar esta condição física e mental.

Sabemos que hoje em dia não é fácil evitar situações de stress e de alta responsabilidade no trabalho, mas existem sempre métodos de descompressão que pode realizar depois do horário laboral. É cada vez mais essencial que se proteja do esgotamento profissional, para que consiga manter um estilo de vida saudável e equilibrado.

Veja também: