Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Pedro Martins
Pedro Martins
26 Jul, 2018 - 13:30

Entenda o aumento de preços de carros a partir de Setembro

Pedro Martins

Os portugueses vão verificar um aumento de preços dos carros a partir de setembro. Isto graças aos impostos que incidem sobre valores de CO2. Saiba mais.

Entenda o aumento de preços de carros a partir de Setembro

As normas WLTP (Worldwide Harmonized Light Vehicle Teste Procedure) vêm causar impacto no preço dos automóveis à venda em Portugal, com algumas estimativas a apontarem quase aos 30% a mais, relativamente aos preços atuais. A seguir ao maior período de férias, assistiremos a um aumento de preços de carros a partir de Setembro, resultante da entrada em vigor das novas normas.

O WLTP  vem substituir as regras em vigor há vários anos, os testes NEDC (New European Driving Cycle) que estão extremamente desatualizados no que respeita a consumos e emissões de gases poluentes em situações de dia-a-dia. O novo conjunto de testes visa medir valores em condições mais reais, de forma a dar ao consumidor informação fidedigna acerca dos consumos e emissões de CO2 do automóvel.

Com o novo sistema de medições, o automóvel será submetido a situações de condução real, como em cidade, estrada e autoestrada, e com acelerações e velocidades diversas. Além destas novas avaliações, o sistema WLTP coloca os carros em pistas com piso aproximado ao de estradas públicas e impõe requisitos mínimos para os pneus em termos de pressão e desgaste, avaliando parâmetros como a resistência aerodinâmica e de rolamento.

Os pneus, por exemplo, não podem ser rigorosamente novos, pois nesta fase ainda não têm as condições normais de atrito – que se verificam ao longo da maior parte da vida do pneu – o que influenciaria a tal (menor) resistência ao rolamento. E menos resistência, menores consumos. Os dados obtidos em alguns destes testes são depois adicionados no banco de ensaios, acrescentando informação “da rua” aos testes indoor.

WLTP: aumento de preços de carros a partir de setembro

Em mercados como o português, em que parte dos impostos são aplicados sobre os valores de CO2 declarados pelas marcas, as novas normas WLTP não serão bem recebidas pelas carteiras dos consumidores, apesar de, obviamente, serem sempre bem-vindas de um ponto de vista de informação sobre impacto ambiental e de gestão de custos no que toca a consumo de combustível.

Passaremos a ver nas fichas técnicas dos veículos valores mais elevados no que respeita a consumos e emissões de CO2. Isto terá reflexos no aumento de preços dos carros novos e alguns especialistas na imprensa automóvel dizem que a subida poderá chegar dos 20% a 30%. Apesar de poderem existir valores muito díspares, com o WLTP poderemos assistir, teoricamente, a uma subida de consumos e emissões entre 10% e 15% num motor a gasolina e de 15% a 20% num Diesel.

A dificuldade de algumas marcas em justificar novos preços em alguns modelos é tal, que existem casos em que deixarão mesmo de produzir algumas versões. Em algumas situações, o aumento de preços em Portugal poderá chegar mesmo aos 8.000€. Para antecipar os abalos que as regras WLTP poderão ter na carteira dos portugueses, existem marcas que estão a intensificar as promoções na compra de carro novo. É o caso da Alfa Romeo, que tem em vigor a campanha “Countdown Imposto” e que colocou em marcha esta oferta para oferecer condições de compra de automóvel a fim de minimizar possíveis quebras.

O “Countdown Imposto” é, aliás, uma estratégia adotada pelo grupo FCA (Fiat Chrysler Automobiles), com a oferta a chegar aos 5.000€ na Fiat e na Jeep. Existem outras campanhas apelativas na compra de automóvel novo durante o verão, como, por exemplo, a de apoio à retoma da Citroën – que pode chegar aos 6500€ – a oferta da Peugeot até 4500€ na compra de automóvel até 31 de Agosto ou, entre as diversas campanhas na Opel, 4000€ pelo carro antigo na aquisição de um Astra. Prepare-se para o aumento de preços de carros a partir de setembro.

Veja também: