Teresa Campos
Teresa Campos
21 Mai, 2019 - 09:32
Bioestimulação: rejuvenescer a pele sem cirurgias

Bioestimulação: rejuvenescer a pele sem cirurgias

Teresa Campos

A bioestimulação é uma solução não cirúrgica indicada para o rejuvenescimento da pele, em homens e mulheres de qualquer idade. Saiba mais sobre este método.

O artigo continua após o anúncio

Se identifica na sua pele os primeiros sinais de envelhecimento ou, simplesmente, acha que a sua tez já não é o que era, a bioestimulação pode ser o caminho certo a seguir.

Este é um método não cirúrgico que promete recuperar o aspeto jovem da pele, de forma segura, rápida e com efeitos evidentes. A conquista de uma pele luminosa e uniforme, aliada à segurança e ao reduzido nível de dor deste procedimento tornam a bioestimulação numa solução cada vez mais procurada por homens e mulheres de várias faixas etárias. Saiba mais.

Bioestimulação: o que é e para que serve

bioestimulacao

A bioestimulação corresponde a uma série de procedimentos em que o paciente é o dador e o recetor dos princípios ativos, designados fatores de crescimento celular, os quais se encontram no tecido sanguíneo e, ao serem aplicados na pele, ativam o seu processo de regeneração celular (estimulando a produção de colagénio tipo III, elastina e ácido hialurónico).

O propósito deste procedimento é o de prevenir, retardar, travar ou reverter os efeitos do envelhecimento cutâneo. Este tratamento pode ser feito em qualquer pessoa (desde que não sofra de doenças de pele como herpes, acne ou cancro de pele), de qualquer idade e em qualquer zona do corpo (especialmente no rosto, decote, mãos e couro cabeludo).

Como funciona?

Os tais fatores de crescimento celular devem ser preparados, de modo a serem injetados na derme. Estes pequenos fragmentos proteicos biologicamente ativos “dão indicação” para as células estaminais se proliferarem e diferenciarem em células dérmicas, ou seja, estimulando e reativando os mecanismos biológicos naturais, capazes de conduzir a um rejuvenescimento da pele.

Sessão de tratamento

  1. Primeiro, é feita uma avaliação clínica, tendo em conta a idade, estado da pele e sinais de envelhecimento cutâneo do paciente.
  2. Depois, a pele é preparada para o procedimento, nomeadamente através da realização de peelings e mesoplastia.
  3. Em seguida, o sangue é enriquecido com oligoelementos essenciais, através de suplementação nutricional oral.
  4. O último passo consiste na colheita, preparação e aplicação cutânea dos fatores de crescimento celular, através de micro punções com 2 a 4 mm de profundidade.

A duração do tratamento e os intervalos entre sessões podem variar de paciente para paciente. No entanto, aconselha-se um máximo de 6 sessões, podendo os intervalos entre as mesmas serem semanais, quinzenais ou mensais. Cada sessão tem a duração média de 30 a 40 minutos.

Todo este procedimento não é particularmente doloroso, sendo aplicado um creme anestésico na área sujeita a tratamento.

Resultados

Os efeitos deste procedimento são graduais, mas deve contar-se com uma melhoria geral da qualidade da pele (textura, luminosidade, hidratação e tonicidade), um aspeto rejuvenescido e um preenchimento das rugas e dos sulcos.

O artigo continua após o anúncio

Pós-tratamento

Após a realização do procedimento, recomendam-se os cuidados de pele habituais, como hidratação e proteção solar. Contudo, é desaconselhada a exposição solar logo após o procedimento. Além disso, sugere-se o reforço do tratamento 6 a 12 meses após a conclusão do tratamento.

Onde fazer o tratamento?

É importante que, para sua segurança e para garantir os melhores resultados, se submeta ao procedimento de bioestimulação em clínicas com profissionais certificados para o efeito.

Apesar de não ser um método cirúrgico, é necessário que os espaço e o executante do tratamento estejam munidos dos conhecimentos e das ferramentas apropriados para o efeito, de forma a que tudo decorra sem percalços.

Se se sente desconfortável consigo e com o estado da sua pele em algumas zonas do corpo, não adie mais e experimente já a bioestimulação. Como viu, trata-se de um procedimento bastante seguro, cujo risco de rejeição é praticamente inexistente.

Visite a clínica mais próxima e cuide de si e da sua auto-estima e auto-confiança.

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp