ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Valdemar Jorge
Valdemar Jorge
08 Fev, 2021 - 15:21

Conheça os 12 carros híbridos mais baratos no mercado

Valdemar Jorge

Os híbridos combinam o melhor de dois mundos, mas não são propriamente baratos. Saiba quais são os carros híbridos mais baratos do mercado, atualmente.

close-up na designação Hybrid para representar carros híbridos mais baratos no mercado

As viaturas híbridas constituem uma opção que combina o melhor dos mundos: economia/eficiência vs performance/versatilidade. Por isso, fomos à procura e fizemos uma seleção dos 12 carros híbridos mais baratos no mercado.

O mercado automóvel é um dos setores que mais tem sofrido com a pandemia, a par do do turismo. Atualmente, com os concessionários a serem obrigados a fechar portas, devido ao confinamento decretado pelo Governo, apenas as oficinas vão funcionando a conta gotas.

No entanto, continua a ser possível fazer negócios através das vias digitais, com as marcas a mudarem o paradigma de ação junto dos clientes e público em geral.

Ainda que a tecnologia híbrida não seja a mais barata, cada vez mais as marcas estão a perceber que os carros híbridos são o futuro a curto prazo. Neste sentido, têm feito grandes investimentos no desenvolvimento de baterias maiores e mais potentes, garantido que quem compra estes carros beneficia de ainda mais vantagens.

Para além disso, e com a sustentabilidade como tema principal, este tipo de veículos são cada vez mais incentivados pelos Estados e escolhidos pelos condutores.

Assim, conheça mais sobre esta tendência dos carros híbridos e, se está a pensar adquirir um carro híbrido, aqui encontra 12 opções a considerar no momento da tomada de decisão.

Veículos híbridos ganham cada vez mais quota de mercado

Com a União Europeia a impor restrições cada vez mais severas no que toca à preservação do ambiente, às marcas apenas resta aplicarem milhões de euros no desenvolvimento das tecnologias híbridas que melhor respondam àquelas solicitações.

Mas, também, apostaram num novo paradigma: a produção de veículos elétricos que, começa a ser, cada vez mais, uma realidade que veio para ficar.

No entanto, embora as marcas já tenham percebido o potencial deste segmento, a verdade é que ainda têm de percorrer longo caminho no que diz respeito ao armazenamento da energia nas viaturas, isto é: as baterias.

Com os veículos híbridos o problema do carregamento não se coloca, uma vez que, como as motorizações elétricas estão conjugadas com motorizações a combustão (gasolina ou diesel), a sua recarga não está dependente de energia exterior.

Portugueses também apostam nos veículos híbridos

Apesar do estilo de vida em Portugal ainda estar muito ligado à preferência de automóveis a combustão, são cada vez mais os portugueses que procuram propostas de mobilidade sustentáveis e amigas do ambiente.

A par do interesse, a oferta das marcas também é diversificada, sendo que estas apostam cada vez mais na produção de automóveis híbridos eficazes, económicos e com manutenção mais barata que um tradicional automóvel movido a gasolina ou diesel. Assim, conheça a lista dos 12 carros híbridos mais baratos do mercado no início deste ano.

De entre as marcas presentes, importa referir que Suzuki e Toyota são as duas com maior oferta no segmento híbrido, a par da Fiat. Os valores apresentados vão dos 16 mil aos 30 mil euros.

Top 12: carros híbridos mais baratos do mercado

Nesta lista dos carros híbridos mais baratos no mercado apenas incluímos veículos híbridos. Ou seja, não consideramos os híbridos PHEV por serem substancialmente mais caros que os primeiros.

1

Panda 1.0 Hybrid Launch Edition

O Fiat Panda é um dos híbridos mais divertidos de conduzir. Com design apelativo, irreverente e jovem, o Panda enquadra-se no conjunto de veículos especialmente pensados para a cidade e para a mobilidade urbana.

Este modelo, a par do 500, constitui a primeira incursão da Fiat no mundo dos híbridos. Estes são, aliás, os dois mais bem sucedidos em termos de vendas da marca italiana.

O motor 1.0 litro atmosférico de três cilindros anuncia potência de 70 cv e está acoplado a gerador/motor de arranque com 3,6 kW que é alimentado por bateria de iões de lítio colocada sob o banco do condutor.

O sistema utiliza a travagem regenerativa e as desacelerações para aproveitar energia que é armazenada na bateria. Esta é utilizada nas fases de aceleração do motor térmico impulsionando o automóvel.

Para além disso, a redução de combustível é na ordem dos 30%, em ciclo WLTP, com os consumos por 100 km a serem na ordem dos 5 litros.

Preço: 16.050,00 €

2

Suzuki Ignis 1.2 GLE 2WD Mild Hibrid 5p

A Suzuki é a marca japonesa que, a par da Toyota, mais vezes encontramos nesta lista dos carros híbridos mais baratos no mercado.

Embora utilizando uma variante híbrida designada SHVS (Smart Hybrid Vehicle by Suzuki), as propostas desta marca caraterizam-se por serem eficazes e económicas. Para além disso, destacam-se também por abarcarem um leque diversificado de segmentos.

Assim, o Ignis é um pequeno SUV, compacto (gasolina/elétrico), cujo motor debita 113 cv às 6.000 rpm e 107 Nm de binário máximo às 2.800 rpm. Tem competência na cidade e o consumo anunciado pela marca é de 4,3 litros/100 km, o que o torna no verdadeiro companheiro para as deslocações nas grandes urbes.

O exterior caracteriza-se por um design singular marcado pelo proeminente para-choques frontal que recebe as luzes de nevoeiro. Todas as versões da nova geração recebem luzes LED. O habitáculo oferece habitabilidade q.b. para quatro passageiros e versatilidade sublinhada pela possibilidade do banco traseiro deslizar numa calha dedicada, permitindo mais espaço para bagagens ou, em alternativa, mais desafogo para as pernas dos passageiros.

Preço: 16.888,00 €

3

Suzuki Swift 1.2 GLE Mild Hybrid

O Swift é um dos mais icónicos modelos da Suzuki, sendo conhecido pela componente desportiva. Na primeira geração, a versão GTi integra os designados “pocket rocket”, pequenos carros com motores possantes. O atual Swift está “domesticado” e mais comprometido com o ambiente.

Está equipado com motor 1.4 litros Boostejet com sistema SHVS (Smart Hybrid Vehicle by Suzuki) de 48V, a que a marca deu o nome de  ISG (Integrated Starter Generator). O aumento da voltagem para 48 volts, em comparação com os 12V convencionas, aumentam a capacidade de assistência do motor elétrico e a entrega adicional de binário, melhorando a resposta de aceleração.

O habitáculo confortável é dominado por ambiente desportivo, pela boa ergonomia dos comandos e pelo ecrã tátil de 7 polegadas multifunções com tecnologia bluetooth e Apple CarPlay, Android Auto e Mirrorlink.

Preço: 18.051,00 €

4

Toyota Yaris 1.5 Hybrid Active

O Yaris híbrido é um dos modelos mais vendidos no seio do portfólio de produtos da Toyota. A atual 4.ª geração recebe também a 4.ª geração do sistema híbrido da marca nipónica, anunciando menor consumo e maior eficiência.

A par do melhoramento mecânico/dinâmico está também o novo visual, muito diferente do da geração anterior, sendo mais atraente e desportivo.

O motor 1.5 Hybrid disponibiliza 116 cv (motor elétrico debita 80 cv) e os consumos anunciados são de 4,1 litros/100 km. O Toyota Yaris Hybrid destaca-se pela eficiência da motorização, pelo comportamento dinâmico, superior dotação de equipamento de série e pela presença de sistemas de segurança ativa e passiva.

O habitáculo é espaçoso e apresenta construção cuidada.

Preço: 18.840,00 €

5

Fiat 500 Hybrid Launch Edition

Esta é uma proposta da marca italiana que, com o Fiat Panda, partilha componentes do motor 1.0 litros de três cilindros a gasolina da família FireFly, que debita 70 cv de potência.

Esta mecânica mild-bybrid acompanha os primeiros passos da Fiat na eletrificação. Está acoplada a um motor elétrico designado BSG (Belt-integrated Strarter Generation), que permite aproveitar a energia regenerada (oriunda das desacelerações e travagens), armazenando-a numa bateria de iões de lítio de 3,6 kW, colocada sob o banco do passageiro.

O motor elétrico, de apenas 5 cv de potência, não permite que o 500 se desloque apenas em modo elétrico. No entanto, contribui decisivamente para a redução de consumos e melhoria do desempenho do bloco térmico. Consumos de 5,5 litros/100 km.

O habitáculo acolhedor, bem construído, revela um painel de instrumentos digital que disponibiliza muita informação sobre o funcionamento do sistema híbrido. Uma das caraterísticas que mantém é a vasta oferta de itens que permitem a personalização da viatura, tornando-a única.

Preço: 19.300,00 €

6

Renault Clio E-Tech 140

O Clio E-Tech é o primeiro híbrido  da Renault a usar o novo sistema “full-hybrid”. Por isso, e tendo em conta o preço, é um dos selecionados nesta lista de carros híbridos mais baratos. Assim, ao disponibilizar o sistema híbrido no seu mais popular modelo, a marca francesa quer garantir a sua presença na liderança do segmento.

Se exteriormente o modelo híbrido só se destaca dos demais irmãos devido aos emblemas identificativos, já o habitáculo apresenta diferenças no painel de instrumentos com indicadores distintos para o nível de bateria e para os fluxos de energia elétrica e mecânica, que representam a ação do motor a gasolina e do motor elétrico.

Existem diferentes modos de condução acessíveis através do botão que dá acesso às funcionalidades Multi-Sense. O Clio Híbrido reduz em cerca de 40% os consumos face a motorização convencional térmica e, quando em circuitos citadinos, consegue circular cerca de 80% do tempo com emissão zero.

Com o motor a debitar 140 cv, os consumos anunciados são de 4,3 l/100 km e as emissões de CO2 de 98 g/km.

Preço: 23.200,00 €

7

Ford Puma 1.0 Eco Boost Hybrid 125

O Puma é um dos mais recentes modelos introduzidos pela Ford na Europa. A versão 1.0 Eco Boost Hybrid 125 recebe um dos mais premiados motores da atualidade. Bloco tri-cilíndrico complementado nesta versão de 125 cv por sistema mild-hybrid que tem por função, além de ajudar nas acelerações, poder desativar em certos momentos um dos cilindros para reduzir consumos (média de 5,6 l/100 km).

Integrado no segmento B-SUV, o Ford Puma apresenta carroçaria da moda, e disponibiliza habitáculo confortável e correta ergonomia. O sistema de info-entretenimento SYNC3 é fácil de manusear e o ecrã encontra-se bem posicionado no topo da consola central.

Além disso, a versatilidade do Puma encontra-se na zona da bagageira (456 litros na versão Mild-Hybrid) que esconde uma MegaBox que amplia o espaço.

Preço: 23.410,00 €

8

Suzuki S-Cross 1.4 GLE 2WD Mild Hybrid

O Suzuki S-Cross é um automóvel que cumpre com as expetativas numa carroçaria que fica a meio termo entre uma berlina/carrinha e um SUV. Com proporções q.b., o S-Cross é muito agradável de conduzir e nesta versão Mild Hybrid saem reforçados o prazer de condução e a economia de utilização, com consumos na ordem dos 6,2 l/100 km.

O habitáculo é desafogado e o espaço para bagagens de 430 litros, está adequado às necessidades diárias de uma família. O painel de instrumentos está bem estruturado e a instrumentação é de fácil leitura.

A posição mais elevada de condução, se comparada com a de uma berlina, é correta e permite excelente visualização para o exterior. O espaço no banco traseiro é generoso e acomoda três passageiros sem problemas.

Preço: 25.508,00 €

9

Toyota Corolla HB 1.8 Hybrid Active 5p

O Corolla é o “best-seller” da Toyota, com uma longevidade de mais de 50 anos de carreira e mais de 39 milhões de automóveis vendidos, desde o seu lançamento em 1966. Por isso mesmo, e porque se adaptou à nova realidade sustentável, inclui-se na lista dos carros híbridos mais baratos.

A atual geração, a 12.ª,  embora mantenha motorização a gasolina apresenta duas variantes híbridas animadas por motores 1.8 Hybrid e 2.0 Hybrid, com potências de 122 cv e 180 cv, respetivamente.

Além disso está disponível em três carroçarias: hatchback (HB), Touring Sports (carrinha) e Sedan (berlina de quatro portas) e seis níveis de equipamento.

Embora com tanta variedade de equipamentos, os Corolla híbridos recebem de série os mais recentes sistemas do novo Toyota Safety Sense de ajuda à condução, como são exemplo o Sistema de Segurança Pré-colisão (PCS), o Cruise Control adaptativo (ACC) ou o sistema de chamada de emergência E-call.

Se exteriormente o Corolla arroja no design, sendo muito elegante, no habitáculo é evidente o cuidado na utilização de materiais e o rigor na montagem.

Preço: 25.990,00 €

10

Suzuki Vitara 1.4 GLE 2WD Mild Hybrid

O Vitara é, a par do Swift, um dos “best-seller” de vendas da marca nipónica. Nesta versão mild hybrid o SUV compacto anuncia consumos e emissões de CO2 inferiores em cerca de 15%, quando comparadas com a anterior geração.

Os consumos são de 5,7 litros/100 km, na versão 2WD e 6,2 litros/100 km para a versão 4WD que permite incursões off-road.

O Vitara mostra-se atualizado no exterior, com linhas harmoniosas e frente dominada pela imponente grelha cromada, que recebe, a meio, o símbolo da marca. No habitáculo domina o conforto e o espaço em todos os 5 lugares, alinhando pela média do segmento. Não se registam ruídos parasitas.

A posição de condução é boa e a dotação de equipamento generosa. A construção é cuidada e com materiais de qualidade. Para além disso, o ecrã do sistema de info-entretenimento disponibiliza muita informação sobre o automóvel.

De igual modo, no painel de instrumentos, o condutor encontra, também, um completo computador de bordo. Este, devido à muita informação disponibilizada, necessita de algum tempo de habituação.

Preço: 26.786,00 €

11

Toyota C-HR 1.8 HSD Comfort

O próximo veículo da lista dos carros híbridos mais baratos é, novamente, da marca Toyota. Com carroçaria tipo SUV, o Toyota C-HR chegou viu e venceu, como diz o ditado popular. O modelo chegou ao mercado em 2016 e, daí para cá, tem conquistado cada vez mais adeptos.

Com uma estética arrojada, é bonito e diferenciador no meio da selva urbana, com a sigla C-HR a significar Coupé – High Rider. Linhas esculpidas traçam o carácter deste SUV que recebe a mais moderna tecnologia híbrida da Toyota, marca que neste capítulo dispensa apresentações.

O motor 1.8 híbrido (bloco a gasolina mais elétrico), não sendo muito vigoroso (122 cv), permite bons andamentos e consumos muito interessantes – 4,0 litros/100 km em circuito extra-urbano. O interior é acolhedor e os materiais utilizados agradáveis ao toque evidenciam a agradabilidade do habitáculo que acomoda com conforto até cinco passageiros.

Para além disso, em termos de segurança, o C-HR recebe a mais recente tecnologia de assistência à condução Toyota Safety Sense.

Preço: 29.360,00 €

12

Honda Jazz 1.5 i-MMD Hibrid CVT

A marca nipónica disponibiliza a quarta geração do Honda Jazz com motorização híbrida. Para isso recorre a um evoluído sistema i-MMD. Além da versão normal, a marca disponibiliza uma variante mais ao estilo SUV, que se destaca pelo aparato estético e que dá pelo nome de Jazz Crosstar.

No geral, as duas versões são muito idênticas no que se refere ao ambiente do habitáculo, na versatilidade (as duas mantêm os bancos mágicos) e muito espaço a bordo. Também em termos de motorização o sistema híbrido não sofre alterações, com o motor 1.5 i-VTEC a debitar 109 cv de potência total.

A aceleração 0-100 km/h faz-se em 9,9 segundos, a velocidade máxima é de 175 km/h e os consumos são baixos, 4,6 litros/100 km e as emissões de CO2 não excedem os 104 g/km na versão normal e os 110 g/km na versão Crosstar.

O habitáculo surge com design minimalista, mas muito agradável à vista e ao toque com os materiais e evidenciarem qualidade. Qualidade é palavra que define também a montagem isenta de barulhos parasitas.

Para além disso, destacam-se o painel de instrumentos, com um ecrã de 7 polegadas, para leitura das informações de condução e, no centro do tablier, um segundo ecrã, maior (9 polegadas) para acesso à informação de info-entretenimento.

Preço: 29.850,00 €

Propostas híbridas entre os 30 mil e os 45 mil euros

botão de ligar o carro com designação Hybrid power

Numa baliza de preços entre os 30 mil e os 45 mil euros encontramos uma gama de propostas muito interessante, com diversificação de marcas e automóveis que vão da tradicional berlina ao mais robusto SUV.

Embora não se encaixem no propósito deste artigo (carros híbridos mais baratos no mercado), as viaturas listadas traduzem a mais moderna tecnologia híbrida das respetivas marcas, sendo que Lexus e Toyota são as duas mais experientes no que respeita à mobilidade híbrida.

Por isso mesmo, tanto o Lexus CT 200h como o Toyota Prius (pioneiro no que toca a motorizações híbridas) partilham componentes, sendo dos mais eficientes no mercado.

Descubra, assim, uma breve lista de automóveis híbridos com preços entre os 30 mil e os 45 mil euros:

  • Lexus CT 200h: 30.500,00 €;
  • Kia Niro 1.6 Gdi 6DCT HEV Urban: 31.471,00 €;
  • Toyota Prius 1.8 Hybrid Executive: 32.705,00 €;
  • Hyundai Ioniq 1.6 Gdi Hybrid Tech: 34.199,00 €;
  • Hyundai Tucson 1.6 T-GDI Híbrido: 34.274,00€;
  • Citroën C5 Hybrid 225 EAT8 Feel: 43.797,00 €.

Importa ainda referir que, devido ao menor impacto ecológico que as tecnologias e os motores híbridos têm no ambiente a maior parte dos países europeus, Portugal incluído, são implementados conjunto de benefícios fiscais que tornam a aquisição das viaturas híbridas mais acessível.

Neste contexto inclui-se, por exemplo, a redução de impostos. Ou seja, não são apenas vantagens ambientais consideradas, mas também fiscais.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].