Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
André Freitas
André Freitas
18 Jun, 2020 - 13:06

Compensa importar um carro da Alemanha? Conheça as contas a fazer

André Freitas

Importar um usado da Alemanha é um processo complexo e os valores em jogo podem assustar. Para o ajudar preparamos um guia com todos os passos e custos.

camião a transportar carros

Há vários países, sobretudo europeus, onde a menor tributação sobre a compra de automóveis desperta o interesse e tentação de importar um carro. Por esta razão, uma das maiores questões com a qual somos confrontados é: “o que devo fazer para comprar um carro usado na Alemanha?

A título de curiosidade, sabia que 2019 foi um ano de recordes? Pois, em 2019, no total foram importados 79.459 automóveis. Este número representa mais de um terço dos automóveis usados vendidos em território nacional durante este período. 

Comparando os números de 2019 com 2018, vemos que se verificou um crescimento de 2.218 unidades.

Os números são reveladores do estado atual no que à venda de carros usados diz respeito. Tendo isto em conta, se equaciona adquirir um carro usado proveniente da Alemanha deve conhecer o processo e o que isso implica.

Tudo o que precisa de saber para comprar carros usados na Alemanha

1º Passo: Encontrar carros usados na Alemanha

carro online

Para adquirir um carro, seja ele usado ou novo, em Portugal ou na Alemanha, há sempre uma primeira fase: escolher o automóvel.

Para começar e para facilitar a sua tarefa, apresentamos uma lista de 3 sites, que têm um portefólio gigante de automóveis disponíveis.

  • AUTOSCOUT24.COM: O melhor deste site é que para além de carros provenientes da Alemanha, pode encontrar carros de toda a europa. Este portal pode ser visto como um gigante nesta indústria;
  • MOBILE.DE: Se por alguma razão, procura uma pesquisa mais especifica e localizada geograficamente, o MOBILE.DE é a escolha certa;
  • AUTOHUS.DE: O site Autohus.de aglomera vários stands físicos localizados nas cidades de Berlim, Bockel e Brémen.

É fácil e intuitivo navegar em qualquer um dos sites, principalmente se for fluente em Alemão. Apesar dos sites estarem disponíveis em vários idiomas, há uma elevada probabilidade da pessoa do outro lado não falar Português ou Inglês.

Uma boa compra pressupõe pesquisa e cruzamento de informação. Assim, recomendamos que visite os 3 sites, navegue, pesquise e fale com os vendedores. Uma compra informada, geralmente, é uma compra acertada.

Cuidados que deve ter 

Certamente conseguem compreender que comprar um carro usado, por si só já é uma tarefa complicada. Agora, imagine comprar um carro usado na Alemanha.

São vários os fatores que dificultam esta compra. No entanto, destacamos a distância, custos e idioma, como os principais obstáculos. 

Como tal, recomendamos para reduzir ao máximo os seus custos e trabalho, que tente obter o máximo de informação possível sobre o veículo escolhido. 

Uma solução simples e ao alcance de qualquer um é a consulta do VIN.

Mas, o que é o VIN? É o Número de Identificação do Veículo (VIN) que pode introduzir no site AutoDNA ou no VIN-Info para verificar o histórico do carro que considera comprar. 

Com este número, poderá aceder a informações relativas ao exterior do carro, ao número de sinistros que sofreu e saberá ainda quantos proprietários teve.

Pode ainda consultar o fabricante do carro e perceber se as revisões foram feitas na marca, requerendo também o histórico do veículo.

Para além do VIN e do histórico da marca, considere o verifique o estado geral do carro (desgaste, corrosão, batidas, arranhões..) e ainda a idade, bem como quilometragem.

Após estes procedimentos, passamos para a parte mais burocrática e complicada deste processo – a legalização e os seus custos.

Como legalizar em Portugal um carro importado da Alemanha

livrete de carro em cima de computador

A compra de um carro usado importado implica o pagamento de vários impostos. Alguns destes são fixos e outros variáveis (em função das características do carro).

Resumidamente, os custos fixos de importar um carro baseiam-se no novo pedido de matrícula, na inspecção de tipo B e num novo registo automóvel.

Matricular um carro importado em Portugal poderá ter um custo entre os 45€ e os 205€. Neste componente, o preço varia de acordo com os documentos que já tem sobre o carro, e não com as características do mesmo. 

Para pagar o mínimo, ou seja os 45€, deve ter os seguinte documentos:

  • fatura original da compra do veículo
  • o certificado de matrícula do país de origem 
  • certificado de conformidade europeu do modelo em causa

Como sabe, para que o automóvel possa circular legalmente em Portugal é obrigatório que este seja submetido a uma inspecção de tipo B.

Após ter passado nesta etapa, o carro passará a ter um certificado legal em como está totalmente em conformidade e segurança para circular nas vias portuguesas, que tem o custo de 76,25€.

Para legalizar o carro e para o colocar em seu nome, terá que efetuar a mudança de proprietário e realizar a mudança de titular no livrete que custa 55€.

A somar aos registo de matrícula, registo de proprietário e inspeção de tipo B, somam-se então o ISV, IUC e, em alguns casos, o IVA também.

Impostos a pagar por comprar um carro importado

ISV

Este imposto (Imposto Sobre Veículos) só é pago apenas uma vez, e sempre na data de emissão da primeira matrícula. Este imposto baseia-se na cilindrada, no tipo de combustível utilizado e nas emissões de CO2 .

Este valor terá um desconto tendo em conta a idade do veículo. Este desconto aumenta gradualmente desde os 10%, nos automóveis com menos de 1 ano, até aos 80% em veículos com 10 ou mais anos de idade.

É ainda importante salientar que todos os carros diesel estão sujeitos a uma taxa fixa de 500€.

IUC

O Imposto Único de Circulação, conhecido como IUC, é pago anualmente. Este é também calculado em função da cilindrada e emissão de gases poluentes.

IVA

Além destes dois impostos, os carros importados poderão também estar sujeitos a pagar o Imposto de Valor Acrescentado (IVA). 

Os carros importados apenas terão que pagar este imposto caso sejam novos e, por novos, entenda-se carros com menos de 6 meses ou menos de 6.000km. Como tal, se equaciona comprar um carro usado na Alemanha ou noutro país, tenha este fator em atenção.

Custo de transporte

Para além dos custos burocráticos e de impostos, há ainda um outro custo que deve ter em conta: o custo de transporte. Para trazer o carro para Portugal, existem duas opções:

  • empresa de transporte de viaturas: esta irá transportar o carro do local onde foi comprado até à sua residência em Portugal. Irá despender, pelo menos, 400€;
  • tratar do transporte pessoalmente: assegura uma viagem de Portugal para o destino onde se encontra o carro. Posteriormente, só precisa de trazer o carro desse país, neste caso a Alemanha, após ter adquirido um seguro e matrícula temporárias para poder realizar a viagem. Nesta alternativa, deve ainda considerar o gasto com o combustível, portagens e desgaste do automóvel.

Quanto custa no total importar um carro da Alemanha?

Concecionário Mercedes

Vamos agora simular o processo de compra do mesmo veículo e com as mesmas características em dois países: Portugal e Alemanha.

O modelo em questão será um Mercedes C220 de 2015 com menos de 100.000km.

Em Portugal, os preços do modelo oscilam entre os 28.000€ e os 40.000€, dependendo da quilometragem e do equipamento opcional. Para este caso, vamos utilizar a moda dos anúncios deste carro: 35.000€. 

Na Alemanha, os preços para este modelo variam entre os 15.000€ e os 34.000€, sendo que o valor médio é de 25.000€.

Só na aquisição do veículo verifica-se uma diferença de 10.000€ para o mesmo carro, mas comprados em países diferentes. Mas, será esta diferença suficiente para pagar todos os outros custos? Vamos ver.

Para importar este carro da Alemanha para Portugal, terá que pagar 5.138€ de ISV. Para além disso, também de terá de 221,70€ de IUC, todos os anos, mas este custo será igual caso compre o carro em Portugal ou na Alemanha. 

Como é um carro usado com mais de 6 meses e mais de 6.000km estará isento do pagamento de IVA.

Mas, há mais custos a somar à conta: os 76,25€ da inspecção de tipo B, 55€ do registo automóvel e 45€ do registo de matrícula portuguesa. 

Para terminar, deve somar ainda o custo de transporte, que no mínimo irá custar 400€.

Feitas as contas, somando todos estes valores, são 676,25€ em “papelada”, mais o montante do ISV. Ou seja, no total, para legalizar um Mercedes C220 de 2015, terá que pagar 5814,25€.

Uma vez que o custo de aquisição médio é inferior em 10.000€ para a compra deste modelo nos diferentes dois países, subtraindo os 6.000€ de custos de legalização, importar este carro permite-lhe poupar, aproximadamente, 4.000€.

Atenção, não queremos dizer com isto que todos os casos compensam. Deve calcular para cada carro e de acordo com as características do mesmo, isto porque a diferença pode não compensar os custos que irá ter com a legalização do carro.

Resumo das etapas para legalizar um carro importado da Alemanha

  • 1. Verificar a documentação: declaração de venda, Documento Único Automóvel  e Certificado de Conformidade Europeu (COC);
  • 2.  Realizar a Inspeção Periódica;
  • 3. Homologar o Certificado Europeu;
  • 4. Requerer a Declaração Aduaneira dos Veículos;
  • 5. Fazer o pedido de Matrícula;
  • 6. Fazer um novo Seguro Automóvel;
  • 7. Solicitar o Documento Único Automóvel;
  • 8. Registar o carro;
  • 9. Pagar o Imposto Único de Circulação (IUC).
Veja também