Luana Freire
Luana Freire
13 Set, 2018 - 12:08
Chip dos cães: tudo o que precisa de saber

Chip dos cães: tudo o que precisa de saber

Luana Freire

Para evitar que o seu cão se perca ou seja roubado existe uma solução simples e eficaz: a aplicação do chip dos cães. Saiba mais sobre o processo.

O artigo continua após o anúncio

Anualmente, é grande o número de cães que desaparecem – por abandono, fuga ou roubo. E se os cuidados com as vacinas, com a alimentação e o bem-estar desses animais é fundamental, o mesmo se aplica à segurança dos mesmos. A identificação, através do chip dos cães é uma medida simples, rápida e eficaz que ajuda os donos a encontrarem-no sem casa de fuga ou desaparecimento.

Vamos saber o que é, como funciona e porquê o chip dos cães é tão importante.

Chip dos cães: o que é e como funciona?

A maior parte dos animais tem a possibilidade de usar uma identificação eletrónica através da aplicação do microchip, e são várias as espécies.
Sendo de tamanho pequeno, podendo ser comparado a um grão de arroz, o chip dos cães é um dispositivo aplicado sob a pele na zona do pescoço do animal, que contém um código permanente e único, que é detectável por via de um scanner. Cada animal possui o seu código individual que, junto com os dados do seu dono, fica registado na base de dados nacional para o efeito.Os dados ficam armazenados na base de dados do Sistema de Identificação e Registo de Animais (SIRA) e/ou do Sistema de Identificação de Caninos e Felinos (SICAFE) e quando um animal com microchip é encontrado é possível contactar o seu dono.

Os dados ficam armazenados na base de dados do Sistema de Identificação e Registo de Animais (SIRA) e/ou do Sistema de Identificação de Caninos e Felinos (SICAFE) e quando um animal com microchip é encontrado é possível contactar o seu dono.

Como se aplica o chip dos cães?

O chamado chip dos cães nada mais é do que uma cápsula electrónica pequena introduzida sob a pele do animal por via de uma injeção na zona posterior do pescoço. O processo é rápido e pode ser comparado à aplicação de uma vacina, pelo que a aplicação da cápsula é mesmo considerada indolor, sendo pouco sentida pelo animal. 

Imediatamente após a aplicação, o veterinário vai confirmar, com as mãos, a melhor região para que o chip fique bem instalado, preservando o conforto do animal. O médico deverá, também, ser responsável pela correta inserção dos dados do animal e do seu dono na base de dados nacional.

A aplicação do chip dos cães é obrigatória em Portugal. Os preços deste procedimento podem variar de acordo com a região do país e a clínica escolhida, mas rondam, em média, os 20€. Em muitos casos de adoção, o cão adotado já é entregue ao novo dono com a cápsula aplicada. Informe-se junta da associação.

Quais as vantagens do chip dos cães?

Além de tornar mais fácil a localização de um cão perdido ou magoado, o microchip traz mais vantagens para donos e animais – e também, claro, para o país, sendo uma medida de responsabilidade social.

O artigo continua após o anúncio

Eis aqui as principais vantagens da aplicação do chip dos cães:

  • a identificação electrónica do cão é importante, também, sob o ponto de vista das questões humanitárias, sanitárias e jurídicas;
  • o microchip facilita a localização de animais perdidos ou em fuga, ou mesmo de animais que tenham sofrido algum acidente;
  • em casos de roubo, a cápsula eletrónica funciona como comprovativo e certificado de propriedade;
  • a sua aplicação ajuda no controlo do comércio de animais e permite fazer uma estatística do número de raças e espécies animais existentes em Portugal;
  • o chip dos cães funciona, ainda, como uma medida preventiva no combate ao abandono de animais.
Veja também