ebook
GUIA DO REGRESSO ÀS AULAS
Prático e Descomplicado
Elsa Santos
Elsa Santos
20 Nov, 2020 - 12:55

Depressão de domingo à noite: causas e soluções

Elsa Santos

A depressão de domingo é uma queixa bastante comum das pessoas em geral. Conheça as causas mais comuns e saiba como a evitar.

mulher com mãos na cara a sofrer de depressão de domingo

A tristeza em que muitas pessoas mergulham na véspera de mais uma uma semana de trabalho é chamada de depressão de domingo à noite e há muito que os numeros não param de aumentar.

Independentemente das causas, na base está sempre o stress. Esse é, aliás, o responsável por diversos problemas de saúde mental no trabalho.

A pandemia de COVID-19 veio agravar, ainda mais, o problema.

Entenda o que pode conduzir à depressão de domingo à noite e saiba o que pode fazer para a evitar.

Tudo sobre a depressão de domingo à noite

O stress como base do problema

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o stress é um dos maiores problemas de saúde da atualidade. Estudos da mesma entidade revelaram a importância de discutir formas de diminuir o problema.

No entanto, o contexto atual veio agravar a situação entre trabalhadores, mas não só. O receio de contágio a par do isolamento social e as incertezas relativamente ao futuro vieram fragilizar a sociedade de um modo geral.

Um estudo realizado nos EUA revelou que mais de 75% dos trabalhadores norte-americanos sofre da “síndrome pré-segunda”, assim como muitos estudantes.

À véspera de mais uma semana de trabalho está associado um sofrimento que pode ser incapacitante.

Causas

Nalguns casos, a depressão de domingo à noite está associada a diversas causas, nomeadamente:

Se a causa for a insatisfação com o trabalho, talvez seja uma boa ideia começar a fazer planos para o futuro. Se está cansado da sua profissão ou mesmo na sua área de trabalho, procure alternativas e mude. Nunca é tarde para o fazer.

Se a questão estiver relacionada com conflitos pessoais, nada melhor do que tentar resolver amigavelmente essas divergências. Problemas com colegas de trabalho ou superiores devem ser resolvidos o mais cedo possível, de modo a evitar mau ambiente na equipa, forte gerador de stress, o que vai refletir-se, inevitavelmente, na produtividade.

Por outro lado, se é a falta de perspetivas que determinam o entusiasmo e dão lugar à depressão de domingo à noite, é tempo de arriscar, de mostrar interesse noutras funções, apostar em novas competências e lutar pelos seus objetivos. Se acha que não existe a possibilidade de evoluir na carreira, procure outro caminho.

Para além desta, há outras causas relevantes, como a exigência das funções ou mesmo a violência e o assédio.

O importante é, antes de mais, perceber a origem do problema. Só assim será possível chegar a uma solução.

5 dicas para combater a depressão de domingo

Apresentamos-lhe uma mão cheia de ideias para evitar ou contornar a ansiedade que antecede o início de mais uma semana de trabalho.

homem sentado na cama a olhar pela janela
1

Organize o trabalho

Na sexta-feira, ao final do dia, antes de correr para o fim de semana, faça um ultimo esforço para conseguir realmente descansar e aproveitar os próximos dois dias.

Dedique alguns minutos do seu tempo para organizar e planear as atividades e prioridades da semana seguinte.

Confira informações e verifique se tem à mão todos os recursos necessários para desempenhar as suas tarefas. Isso vai ajudar a identificar os desafios e obstáculos próximos e evitar surpresas. Assim, sentir-se-á mais seguro e preparado para lidar com o trabalho, o que, consequentemente, diminuirá a sensação de ansiedade.

Dessa forma, vai estar mais confiante e preparado para lidar com o seu trabalho na segunda-feira e pode, efetivamente, “desligar” até lá.

2

Desligue

No fim de cada semana de trabalho, desligar é fundamental. Por mais motivado que possa sentir-se para o desempenho das suas funções profissionais, lembre-se que a vida não é só trabalho e descansar é importante para conseguir manter o foco e a produtividade.

Não precisa de estar sempre na internet. Estabeleça limites e mantenha-se fiel a eles. Deixe as preocupações em standby até segunda de manhã e aproveite ao máximo. Vai ver que semana vai ser bem mais produtiva.

3

Faça algo relaxante e divertido

Passar o tempo estendido no sofá, vai levá-lo a pensar mais facilmente em trabalho e nas preocupações que possam existir.

Assim, o fim de semana é para aproveitar e relaxar. Escolha algo divertido para fazer com amigos, com a família, ou mesmo sozinho, nem que seja em casa ou à distância, respeitando as limitações impostas pela pandemia.

Veja um filme (com pipocas); escolha um jogo de tabuleiro ou de consola; cozinhe, dance, faça exercício físico, leia um bom livro, brinque com os miúdos (se for o caso), cuide de si.

Preste atenção ao momento em que habitualmente começa a sentir ansiedade com o aproximar da segunda-feira e programe uma atividade interessante para essas horas.

4

Use técnicas de mindfulness

A prática diária de meditação vai ajuda-lo a manter o foco e a reduzir os níveis de stress e isso vai, consequentemente, refletir-se no seu bem-estar.

Bastam alguns minutos por dia à hora que for mais conveniente e num local em que possa estar tranquilo, em silêncio ou com sons da natureza ou música relaxante. Pode fazê-lo deitado, sentado ou mesmo durante uma caminhada lenta. Concentre-se em si próprio ou naquilo que vê e sente.

Inclua esta prática nas suas rotinas diárias e rapidamente vai sentir o resultado. O ioga, assim como exercício ao ar livre ou uma simples caminhada também têm efeitos muito positivos no seu equilíbrio.

5

Considere a mudança

Quando sente que não consegue encontrar uma solução para essa constante ansiedade em véspera de mais uma semana, procure ajuda ou, melhor, considere seriamente a possibilidade de mudar de carreira ou candidatar-se a outras oportunidades.

Insistir em algo que lhe faz mais mal do que bem, não vai levá-lo a lado nenhum. Portanto, se não está confortável, pela sua saúde e pelo seu futuro profissional, atreva-se a mudar.

Se é uma das vitimas desta depressão de domingo, analise qual a causa e implemente boas práticas que o ajudem a evitar o problema.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].