ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Miguel Pinto
Miguel Pinto
06 Abr, 2021 - 15:59

Comboio MiraDouro: do Porto ao Pocinho com vistas panorâmicas

Miguel Pinto

Por entre os majestosos socalcos durienses, o comboio MiraDouro liga o Porto ao Pocinho e as janelas panorâmicas abrem para um cenário único. Não perca.

Comboio Miradouro

Miguel Torga dizia que o Douro é um exagero da natureza. Para fruir tal paisagem é obrigatório ir com tempo e, se possível, sem as amarras da condução ou das excursões pré-determinadas. Umas das melhores hipóteses é mesmo fazê-lo a partir do interior das carruagens históricas do comboio MiraDouro, uma ligação única entre o Porto e o Pocinho.

Partindo das estações de São Bento ou Campanhã, na Invicta, inicia-se uma jornada que proporciona uma incursão por um percurso de invulgar beleza e, em simultâneo, uma viagem no tempo.

Aliás, as linhas de comboio são um dos testemunhos mais impressionantes da tentativa do homem em domar o Douro, com obras de engenharia absolutamente notáveis, por entre paisagens de tirar o fôlego. Não obstante a esmagadora maioria delas estar ao abandono (outras desaparecera na voragem do progresso), começa a assistir-se a um crescente interesse no aproveitamento turístico destas infra-estruturas.

comboio miradouro pelos socalcos de vinha

Socalcos de vinhas no Douro

As carruagens do comboio MiraDouro, pintadas de vermelho e branco, transportam os viajantes para outros tempos: foram produzidas na década de 40, e são as mesmas que asseguraram o serviço de transporte na Linha do Douro, entre 1949 e 1977.

A viagem Douro acima, pelos socalcos de vinha, será apreciada de mais perto por quem escolher o MiraDouro. Este comboio conta com “um grande espaço interior”, assim como “janelas amplas e panorâmicas”, informou a CP numa nota de imprensa.

Promoção do turismo a Norte

O MiraDouro assegura ligações diárias inter-regionais entre a cidade Invicta e a típica aldeia de Vila Nova de Foz Côa. A circulação deste comboio histórico tinha sido descontinuada em 2019, dois anos após ter iniciado as viagens, com a CP a alegar na altura a falta de rentabilidade deste serviço. Regressou e tornou-se em mais um motivo de atração para quem escolher passar as suas férias na região do Turismo do Porto e Norte de Portugal.

Veja também