Teresa Campos
Teresa Campos
17 Mai, 2018 - 11:25
DIY: aprenda a pintar paredes como um profissional

DIY: aprenda a pintar paredes como um profissional

Teresa Campos

Está a precisar refrescar as pinturas aí de casa? Temos o artigo certo para si. Não, não vamos sugerir cores, mas antes ensiná-lo como pintar paredes de interior.

O artigo continua após o anúncio

Pode parecer difícil, mas não é. Aprenda como pintar paredes de interior e dar-lhes a vida, brilho e cor que elas merecem. Se quer fazer esse serviço por si próprio, planeie tudo previamente e acompanhe o nosso passo a passo que, vai ver, lhe será muito útil. Comece por adquirir os materiais necessários e ponha em prática todos os ensinamentos sobre como pintar paredes de interior.

Como pintar paredes de interior em alguns passos

pintar paredes

1º passo: limpar as paredes

Lave as paredes do pó, sujidade ou manchas de gordura com uma esponja embebida numa solução de água e detergente, específico para paredes. Depois, passe um pano húmido para remover os resíduos de sabão. Deixe secar.

2º passo: isolar os caixilhos e as molduras

Proteja tudo aquilo que não quer com tinta aplicando fita adesiva de papel ou papel alumínio para torneiras, espelhos de tomadas e maçanetas de portas. Proteja o piso, isole o teto na junção com a parede; os caixilhos das janelas e os vidros; e, finalmente, os frisos e rodapés. Mal termine as pinturas, retire a fita.

 

3º passo: aplicar um primário de aderência

O primário ajuda a aderência da tinta, além de evitar o bolor, proteger a parede e, ainda, maximizar o seu brilho. Daí ser tão importante não saltar este passo. Aplique o primário com um rolo.

4º passo: usar a lixa e o pincel

O artigo continua após o anúncio

Depois do primário estar seco, passe uma lixa muito final para retirar quaisquer imperfeições. Agora, use o pincel para aplicar o primário nos cantos e recortes a que o rolo não chegou.

5º passo: pintar em W com o rolo

Com o auxílio de um rolo de pintura, comece a pintar pelo canto. Desenhe um W na parede e use-a como o seu ponto de referência. Agora, desenhe um W na horizontal, de modo a tapar os intervalos que ficaram ao pintar a primeira letra. A ordem pela qual se pinta é também fundamental. Comece a pintar de cima para baixo e da esquerda para a direita. Sucesso garantido!

 

6º passo: limpar tudo muito bem

Não se precipite! Espere que todas as áreas estejam completamente secas, para retirar a fita adesiva e os jornais do chão. Coloque a roupa que usou de molho durante a noite em água com detergente líquido para ajudar a remover as nódoas de tinta.

Tipo de tinta para paredes interiores

como pintar paredes

Látex: como é feita à base de água, ela secará rapidamente, mas é pouco resistente ao sol e às lavagens.

Acrílica: é impermeável, pelo que é ótima para casas de banho e cozinhas.

Inodoras: são inodoras, e por isso uma boa opção para espaços mais fechados ou para ambientes destinados a pessoas mais sensíveis, como bebés e crianças.

O artigo continua após o anúncio

Texturizadas: adequada para reparar alguma superfície que contenha defeitos ou imperfeições.

Esmalte aquoso: ideal para pintar azulejos de cozinha ou casa de banho.

Tipo de pincel e rolo

Trincha retangular ou plana: consegue absorver grandes quantidades de tinta, pelo que pode usar-se quer no interior, quer no exterior.

Pincel redondo ou para contornos: para trabalhos de pormenor, é utilizado para pintar os ângulos, as janelas e as molduras.

Pincel para stencil: redondo e fino, é ideal para pinturas de grande precisão.

Pincel para estampar: oferece um acabamento manchado quando visto ao perto.

Pincel para acabamentos: indicado para acabamentos finais de uma pintura.

Rolo angorá: indicado para paredes lisas e tintas tipo esmalte, vernizes e sintéticas.

O artigo continua após o anúncio

Rolo anti-gota: indicado para paredes lisas e teto e para tintas plásticas.

Rolo nevel: indicado para paredes lisas e tinta plástica.

Como pintar parede com rolo, passo a passo

  1. Molhe o rolo em água e escorra cuidadosamente.
  2. Mergulhe na tinta, sem rolar.
  3. Faça-o rodar sobre a grelha, para a frente e para trás.
  4. Aplique com movimentos horizontais (de ombro a ombro), pressionando de forma uniforme e sem levantar o rolo do suporte.
  5. Quando o rolo não tiver mais tinta e sem voltar a repor, cruze e alise a superfície com movimentos verticais, sem o levantar do suporte.
  6. De seguida, aplique o rolo levemente, sem repor a tinta, e alise o conjunto.
  7. A última passagem do rolo deve ser feita na direção da luz.

Rigor e precisão são dois aspetos fundamentais na hora de dar cor às superfícies aí de casa. Saber como pintar as paredes interiores requer concentração e alguma paciência, pois a pressa é inimiga da perfeição. Partilhe as nossas dicas sobre como pintar paredes com os seus amigos e, já agora, convide-os a todos aí para casa e renovem em conjunto o look do seu lar.

Veja também:

Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp