Assunção Duarte
Assunção Duarte
14 Dez, 2023 - 11:02

Como saber se tem um computador infetado: 5 sinais de alerta

Assunção Duarte

Com ou sem antivírus instalado, há sinais que o podem alertar para um computador infetado antes que seja tarde de mais

computador infetado com vírus

Um computador infetado com vírus informáticos pode adotar um comportamento ligeiramente diferente do habitual. Estar atento a essas pequenas alterações faz a diferença entre agir atempadamente para salvaguardar o seu equipamento ou ter a desagradável surpresa de perder ficheiros importantes ou mesmo o próprio dispositivo.

Com ou sem software antivírus instalado, por vezes os vírus arranjam maneira de quebrar as defesas que tão cuidadosamente erguemos.

Seja porque o antivírus instalado já está ultrapassado, ou porque não é atualizado com a regularidade devida, ou porque alguém utilizou o nosso computador e não adotou as boas práticas de segurança devidas.

Por vezes vemo-nos mesmo a braços com um computador infetado e sem ter a mínima ideia de como tal aconteceu.

E, uma vez infetado, se nada for feito com celeridade, o vírus ou os chamados malware instalados no seu computador podem não só corromper dados como utilizar o seu email para infetar todos os seus contactos.

Podem ainda reproduzir-se, ocupando todo o espaço disponível em disco e incapacitando-o por completo, ou podem permitir que um hacker controle remotamente o seu dispositivo.

Computador infetado: alerta máximo aos 5 sinais

Tenha em atenção que estes sinais podem por si só não significar uma infeção no seu computador, mas quando ela existe mesmo, estes são os sinais que os especialistas apontam estar habitualmente presentes, pelo que vale a pena investigar.

1

Antivírus aparece desativado

Se possui um software antivírus instalado e descobriu que ele está desativado sem razão aparente, procure saber o que aconteceu. Falta alguma atualização? Ele desativa-se todos os dias?

Tenha em atenção que alguns vírus podem dedicar-se especificamente a desativar a sua proteção para que outros possam conseguir entrar. Reinstale o software, se ele for de um marca de confiança, ou instale outro e corra o antivírus para ver se está tudo ok.

2

Está mais lento ou instável

Se o seu computador ganhou uma lentidão pouco habitual, mesmo nas tarefas mais simples, ou se começou a crashar (a parar e a precisar de um restart) com maior frequência, fique alerta.

E especialmente alerta se isso acontecer sempre que tenta abrir uma determinada aplicação ou um determinado ficheiro. Este pode ser um sinal de que tem o computador infetado e é preciso limpar esse software ou ficheiro.

Os vírus costumam afetar ficheiros essenciais para a performance do seu dispositivo por isso o melhor é averiguar o que se passa. 

3

Recebe mensagens estranhas

Se tentar aceder a uma drive, um disco do sistema ou mesmo a um aparelho ligado ao computador como uma impressora ou USB e, sem razão aparente, recebe uma mensagem a dizer que estão inacessíveis ou que têm problemas, investigue para ver se é mesmo verdade.

Estas mensagens também podem surgir como pop-ups (janelas no ecrã) que dizem que há um erro em determinado sitio, ou que alguma coisa não está a funcionar bem. É sempre bom averiguar se a mensagem é verdadeira ou se é uma mensagem enganadora que está a resultar de um infeção.

Por exemplo, se uma drive USB ou uma impressora funciona com qualquer outro dispositivo lá de casa, e só tem esses problemas com a sua máquina, encare este comportamento com alguma suspeita. Pode ter um computador infetado.

4

Excesso de atividade

Se o disco do seu computador faz mais barulho do que o habitual, mesmo quando o computador está em descanso, ou se a bateria parece gastar-se muito mais rapidamente do que há bem pouco tempo, procure averiguar.

Muitas vezes os vírus instalam-se e continuam a trabalhar em background no seu dispositivo mesmo que não esteja a fazer nada no computador.

As atividades do seu computador podem estar a ser coordenadas pelos vírus ou remotamente, daí o gasto excessivo da bateria.

5

O seu computador parece assombrado?

Programas que abrem sozinhos ou tamanho de ficheiros que flutuam sem lhes aceder ou nada acrescentar. Menus com uma aparência estranha ou distorcida ou barras de ferramentas ou ícones que surgem inesperadamente no browser.

Luzes a indicar fluxos de dados ou uso de rede quando não está a fazer nada ou procura entrar um site de notícias que afinal abre coo um site que lhe pede para instalar um plugin.

Tudo atividade “paranormal” no seu computador, mas que provavelmente terá origem na mão invisível de um hacker ou no malware que prolífera no seu interior.

Esta atividade pode mesmo levar ao envio de emails com o seu endereço ou impedir a desinstalação de algum softwares ou aplicações. Procure ajuda imediata.

Computador infetado: não antivírus desconhecidos

Se detetou um ou mais destas sinais no seu dispositivo e tem fortes suspeitas de que ele possa estar infetado, entre aqui para saber o que fazer ou procure ajuda nas lojas da especialidade.

E, se receber um mensagem a dizer que tem vírus e a pedir-lhe para instalar um antivírus especifico para esse vírus não aceite.

Provavelmente a mensagem é o próprio vírus a tentar instalar-se. Reveja aqui algumas boas práticas que podem manter o seu computador em segurança.

Veja também

Artigos Relacionados