Valdemar Jorge
Valdemar Jorge
18 Nov, 2021 - 15:49

Comprar um carro elétrico usado: o que precisa saber

Valdemar Jorge

Equaciona trocar de viatura? Fique com algumas dicas sobre como comprar um carro elétrico usado, uma opção cada vez mais em voga.

comprar um carro elétrico usado

Com o aumento de propostas de automóveis elétricos, facilidades na sua aquisição, quer por via dos benefícios fiscais e isenção do pagamento de algumas taxas (Imposto Único de Circulação – IUC; Imposto Sobre Veículo – ISV), quer pelo lado das facilidades trazidas pelas soluções de renting, comprar um carro elétrico usado está mais fácil.

Se bem que a aquisição em novo ainda seja a um preço elevado, a verdade é que os elétricos também já aparecem no mercado de usados e cada vez mais em maior quantidade.

O processo que muitos utilizam de troca de viatura a cada três/quatro anos mantém-se no mercado dos elétricos e é por esta via que muitas destas viaturas chegam ao mercado com preços muito competitivos.

O cenário tenderá a aumentar à medida que os automóveis elétricos ganham mais protagonismo. Por isso, se está a pensar comprar um carro elétrico usado siga estas dicas.

Comprar um carro elétrico usado: vantagens

Uma das principais vantagens na aquisição de uma viatura elétrica usada é o reduzido custo de utilização, bem como de manutenção, por via do consumo de eletricidade. O mesmo acontece com a redução dos valores de revisão, nomeadamente na troca de peças de substituição.

Tenha em conta que um motor elétrico não utiliza correia de distribuição, velas, óleo, filtro de óleo, filtro de combustível e outros componentes que integram as tradicionais mecânicas a combustão.

Ainda no capítulo das vantagens encontra-se a recuperação de energia por via das travagens, sistema que recupera  a energia cinética para a transformar em eletricidade que alimenta as baterias.

Este processo, que resulta do que designamos por “travão motor”, tem efeito no menor desgaste das pastilhas dos travões e claro, dos discos de travão componentes que se mantém em função por mais quilómetros.

De salientar ainda que os “consumos” são menores. A título de exemplo, podemos dizer que dependendo da potência do motor elétrico da viatura, logo do seu “apetite” por eletricidade, é possível percorrer cerca de 100 quilómetros com apenas 2 euros de eletricidade.

Cuidados a ter na aquisição de viatura elétrica usada

Ao ter a perceção de que os componentes do motor de um carro elétrico têm um menor desgaste se comparados com um motor de combustão, a equação de compra de uma viatura com estas caraterísticas soma vantagens. No entanto, há que ter em consideração alguns aspetos:

  • avaliação da tecnologia subjacente ao motor elétrico e se ainda está atual;
  • que tipo de baterias são usadas na viatura: hidreto de níquel ou iões de lítio (mais duradouras);
  • verifique a quilometragem embora esta tenha uma influência inferior no que diz respeito ao desgaste do motor, sempre ajuda a perceber outros fatores como a autonomia apresentada pela bateria(s);
  • uma bateria de 24kWh apresenta autonomia até 130 km; uma de 40 kWh já permite performance superior a 200 km;
  • ter em conta a idade do veículo por via de perceber o estado das baterias (capacidade de armazenamento de eletricidade);
  • saber a autonomia da viatura em nova e comparar com autonomia real da viatura. No mínimo a bateria deverá apresentar capacidade de armazenamento de 80% da sua autonomia total em nova;
  • informe-se do custo da troca da bateria da viatura caso no futuro tenha de enfrentar a situação de substituição deste equipamento;
  • realização de ensaio dinâmico da viatura escolhida de modo a aferir a sua condição;
  • no momento de aquisição procure empresa que certifique as viaturas usadas que comercializa. É uma importante medida de segurança para o caso de surgir algum problema.

Outros aspetos a ter em conta

Tendo estes aspetos em linha de conta não deverá descurar ainda os tradicionais “normativos” que deverão estar presentes no momento da escolha de uma viatura usada e que servem igualmente para a aquisição de viaturas com motor a combustão.

Neste capítulo, enquadra-se o aspeto exterior da viatura. Deverá procurar sinais que reflitam se a viatura esteve envolvida num acidente, qualidade/desgaste da pintura, piso dos pneus e alinhamento de painéis.

No habitáculo escrutinar sinais de desgaste por utilização intensiva, nomeadamente no volante, bancos, capa dos pedais (acelerador e travão). Aferir o estado dos plásticos, junto à consola central, nas portas e na parte inferior do tablier.

Não tenha receio de levantar os tapetes e verificar o estado das alcatifas, nomeadamente em busca de eventuais pontos de humidade.

vários postos de carregamento elétrico na rua

Onde carregar o carro elétrico

Para além dos cuidados acima referidos, antes de proceder à aquisição da viatura elétrica da sua preferência, terá ainda de equacionar onde vai efetuar o carregamento das baterias.

Atualmente a rede de carregamento pública é vasta. Deverá, no entanto, avaliar na sua área de residência, que tipo de postos de carregamento existem e onde são disponibilizados, para o caso de necessitar de um carregamento rápido.

Caso contrário, terá de proceder ao carregamento no local de trabalho (se tal for possível) ou na rede doméstica. Este último processo é mais demorado e pode influenciar na decisão de comprar uma viatura elétrica usada.

Tenha em conta que se utilizar a rede doméstica deverá informar-se junto do seu fornecedor de eletricidade se a potência que tem contratada é suficiente para proceder ao carregamento das baterias da viatura que pensa comprar. Ou, se por outro lado, é necessária uma intervenção técnica antes de proceder à compra, de modo a que, quando der esse passo, ao chegar a casa tudo esteja preparado para receber o seu novo carro elétrico usado.

Caso não resida numa vivenda ou tenha uma garagem/terreno para estacionamento da viatura, onde todo o processo de carregamento da mesma está facilitado. Já se residir num prédio sem garagem privativa, ou em que exista uma garagem comunitária e onde não existam pontos de serventia de eletricidade, corre o risco de não conseguir carregar a bateria do seu carro elétrico usado. O mais acertado é ver com a administração do condomínio a melhor forma de instalação de uma wallbox.

Em viagem tem sempre a possibilidade de utilizar os carregadores rápidos disponibilizados nas estações de serviço.

Veja também