ebook
GUIA DO IRS
Patrocinado por Reorganiza
Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
27 Abr, 2022 - 16:54

Congelar pão para a semana: o passo a passo que precisa conhecer

Mónica Carvalho

Adoramos fazer pão e, claro, comê-lo. Sabia que pode preparar e congelar pão, para aproveitar a qualquer altura da semana?

pao com manteiga

Se há um hábito da extinta quarentena que ficou no nosso dia a dia, este hábito é o de fazer pão. Com a retomada das rotinas fora de casa, o tempo para preparar as refeições caseiras pode já não ser o mesmo de uns meses atrás. A boa notícia é que pode aproveitar um dia na semana para preparar e congelar pão, para que possa ter sempre este delicioso alimento disponível.

Mas não é só o pão feito em casa que pode congelar com passos simples. Também o pão fresco de compra que não foi consumido pode ir ao congelador e ser delicioso, tal como acabado de fazer.

Além de satisfazer o desejo de pão caseiro e sempre fofo, através do congelamento deste alimento evita-se o desperdício de uma delícia que tanto agrada a miúdos e graúdos, e que pode ser consumido simples ou de inúmeras formas diferentes.

4 dicas para congelar pão

Seja feito em casa, seja comprado, saber como congelar pão corretamente é imprescindível para manter as propriedades e sabor deste desejado alimento. Saiba tudo.

Diferentes tipos de pão
1.

Não congele enquanto estiver quente

Deve aguardar que o pão esteja completamente frio para proceder à respetiva congelação, caso contrário, estará a criar um ambiente perfeito para o desenvolvimento de fungos que levam ao aparecimento de bolor.

2.

Guardar no recipiente certo

Os melhores materiais para guardar o pão – e esta regra também serve para conservar o pão fora do frigorífico – são os sacos de pano, de papel ou até um pano de cozinha.

Se não tiver essa possibilidade, e precisar mesmo de congelar num saco de plástico, então, deve mesmo certificar-se de que deve retirar todo o ar do saco, antes de o fechar.

3.

Registar a data da congelação

Se optar por congelar uma elevada quantidade de pão, deve sempre registar a data do mesmo, colocando uma etiqueta ou registando num local que lhe seja de acesso recorrente. Não vá dar-se o caso de o pão ficar perdido no congelador. Dessa forma, terá sempre uma forma de se salvaguardar e saber se pode ou não consumir aquele produto.

4.

Usar pequenas porções

Não deve congelar muito pão junto no mesmo saco ou recipiente. Divida-o por porções, que sejam equivalentes à dose diária de que vai necessitar, por exemplo.

Como congelar diferentes tipos de pão

Com tanta variedade diferente de pão que existem atualmente à venda, ou que pode fazer em casa, existem algumas regras que deve adotar na hora de congelar pão. Atente.

como congelar o pão

Papo seco

É o tipo de pão mais presente em padarias, confeitarias e até supermercados e uma presença frequente na casa dos portugueses, um povo bem conhecido por apreciar esta iguaria.

No dia a dia, deve guardar os pães em sacos de papel para que não percam aquela característica crocante que lhes é associada. Também pode optar, como já referido por panos ou sacos de pano, sendo que o importante é evitar a exposição ao ar.

Quando congelar pão deste tipo, divida em porções individuais ou diárias, sendo que poderá mantê-lo assim durante cerca de dois meses.

Pão de forma ou fatiado

A melhor maneira de armazenar pão de forma ou fatiado é preservá-lo na embalagem original e, no dia a dia, prefira guardá-lo no frigorífico.

Quando chegar a hora de congelar, divida as fatias também por porções individuais ou mediante as doses que crê gastar diariamente e poderá mantê-lo no congelador até o prazo máximo de três meses.

Baguetes ou cacetes

Quando comprar este tipo de pão, opte por guardar numa embalagem bem fechada, num local fresco e seco, pois, assim, irá manter as suas propriedades praticamente intactas até três dias.

Se preferir congelar, também o poderá fazer, desde que respeite algumas regras bem simples, nomeadamente envolver cada pão individualmente em película aderente antes desse armazenamento.

Qual a melhor forma de descongelar pão?

Parte do processo está feita. Agora chega a parte difícil… Ou nem tanto assim, dado que com estas dicas que partilhamos consigo, descongelar pão não tem de ser uma tarefa impossível e é bem mais simples do que possa imaginar.

A forma mais simples de o fazer é retirar a embalagem de pão necessária do congelador e mantê-la a temperatura ambiente durante algumas horas. Idealmente, deve pousar o pão em cima de uma grelha, coberto com um pano, para que o processo decorra sem problemas.

Vá verificando o estado dos pães e verá que, algumas horas depois, o seu pão parece tão fresco como se tivesse sido comprado nesse mesmo dia.

O número de horas que pode demorar a descongelar depende de alguns fatores, nomeadamente do quão congelado está o pão, da quantidade de pão a descongelar e da temperatura ambiente da sua cozinha.

Descongelar pão no micro-ondas

Se não dispõe de algumas horas para o pão descongelar naturalmente – que é sempre a forma mais indicada de o fazer – então, pode recorrer ao micro-ondas.

Para tal, basta colocar o pão dentro do micro-ondas, juntamente com uma tacinha pequena com água – a água vai permitir que o seu pão não seque e mantenha, assim, a sua humidade original. Pode aquecer durante cerca de 15 segundos, a uma temperatura média. Terminado o tempo, confirme se necessitar de colocar mais alguns segundos.

7 boas desculpas para congelar pão e ter sempre esta delícia pronta ir ao prato

Apenas para criar um efeito de curiosidade, deixamos aqui 7 bons motivos para adorar pão e para querer tê-lo sempre à mesa.

  1. O pão mantém as suas propriedades por até três meses no congelador.
  2. É uma boa fonte de fibra alimentar.
  3. Possui várias vitaminas e minerais necessários ao organismo.
  4. Sendo rico em hidratos de carbono complexos, ajuda a manter a saciedade e energia durante mais tempo.
  5. É um alimento acessível, além de delicioso
  6. Está disponível em diferentes formatos e pode sempre experimentar diferentes farinhas e cereais.
  7. Pode ser preparado de diferentes formas, com os ingredientes que mais lhe agradem. Que tal um recheio?

É ou não é de abrir o apetite?

Veja também