Marta Maia
Marta Maia
05 Ago, 2019 - 12:10
Conta no banco sem custos: conheça algumas das opções no mercado

Conta no banco sem custos: conheça algumas das opções no mercado

Marta Maia

São cada vez mais raras, mas ainda é possível ter uma conta no banco sem custos e com muitos dos serviços a que teria direito se pagasse. Descubra como.

O artigo continua após o anúncio

Por norma, para ter uma conta aberta no banco, é necessário lidar com as comissões de manutenção de conta e as anuidades dos cartões de débito, despesas que quando somadas acabam por ter impacto nas suas poupanças. É possível, no entanto, ter uma conta no banco sem custos, podendo usufruir de muitos dos serviços a que teria direito, caso pagasse. Basta apenas escolher o banco, o tipo de conta certo e ter alguns cuidados.

Porque passaram os bancos a cobrar tantas comissões?

conta no banco sem custos

Quando os bancos começaram, um após o outro, a implementar tarifários pesados de manutenção e processamento, muitos clientes questionaram a necessidade destas cobranças. Nalguns casos, os custos só em comissões de manutenção de conta e em anuidades dos cartões de débito podem ultrapassar os 100 euros por ano.

Mas a que se deveu esta subida nos preços das comissões cobradas pela grande maioria das instituições bancárias?

A resposta está nos juros. Quando, nos anos posteriores à crise económica, os juros começaram a descer, os bancos viram os seus rendimentos (e os lucros) a diminuir. A estratégia para compensar estas perdas passou então por cobrar por outros serviços, nomeadamente aqueles a que a maioria das pessoas não poderia fugir. E as contas bancárias são o melhor exemplo disso.

Como ter uma conta no banco sem custos

A missão já não é tão fácil, mas também não ficou totalmente impossível. Ainda há formas de conseguir uma conta no banco sem custos, só tem de pesquisar bem as ofertas do mercado e negociar de forma inteligente.

Note que ter uma conta no banco sem custos implica quase a totalidade dos serviços, sendo que existem alguns pelos quais terá de pagar, dependendo do banco do qual é cliente.

Conta jovem

conta no banco sem custos

A idade é quase sempre uma vantagem no que diz respeito aos custos de manutenção de uma conta. Assim, há várias instituições que permitem aos jovens ter uma conta no banco sem custos, isentando-os dessa comissão até determinada idade. São exemplo disso a conta júnior, do Banco CTT, e a conta Happy, do Santander e a CaixaJovem Extracto, da Caixa Geral de Depósitos.

Para ter uma destas contas, terá de ter até 17 anos, no caso do CTT, até 20 na do Santander, e até 25 na CGD. Também vai notar que, a maior parte destas contas tem algumas fragilidades, nomeadamente o facto de não permitir todo o tipo de operações que consegue fazer com uma conta ordenado normal.

O artigo continua após o anúncio

Conta-ordenado

São cada vez menos, mas ainda há bancos que oferecem a possibilidade de ter uma conta no banco sem custos de manutenção se domicilar o seu ordenado.

Se encontrar um banco com esta oferta, aproveite: além de já ser quase uma raridade, este tipo de contas permite fazer praticamente tudo o que precisa para o dia a dia (inclusive ter um cartão de crédito associado ou facilidade de descoberto). Encontrámos, no Bankinter, uma oferta que vale a pena estudar.

Conta-poupança

conta no banco sem custos

Era muito mau que um banco lhe cobrasse comissões para manter uma poupança na qual nem mexe, não é? Se quer ter uma conta no banco sem custos, abra uma conta-poupança e deixe lá ficar o dinheiro. O banco vai obter o rendimento com as comissões de processamento de juros (já para não falar no que ganha quando investe o seu dinheiro), e vai deixá-lo em paz com as comissões de manutenção. Espreite, por exemplo, a oferta do Banco Atlântico nesta área.

Conta com crédito associado

Uma das situações em que é frequente ter acesso a uma conta no banco sem custos é quando existe um crédito habitação associado. Para combater a concorrência, é muito comum os bancos oferecerem contas à ordem sem comissões de manutenção aos clientes que lhes comprarem o crédito habitação.

O banco ganha com a fidelização, e o cliente ganha com a poupança de uns euros significativos no final do ano. Um dos bancos a seguir esta estratégia é o ActivoBank, que lhe oferece uma conta sem custos e ainda lhe dá vantagens adicionais no crédito habitação que associar a ela.

Conta (quase) totalmente digital

conta no banco sem custos

Em certa medida, o crescimento das instituições bancárias que se baseiam quase exclusivamente no mundo online veio facilitar o acesso a uma conta no banco sem custos. Os bancos digitais (de que, em Portugal, são exemplo o Activobank, o Banco Best e o BIG) cobram menos em praticamente tudo e, na maioria dos casos, oferecem contas isentas de comissões de manutenção.

A justificação é simples: como é tudo feito de forma digital, estes bancos não têm de sustentar uma extensa rede de balcões e conseguem funcionar com um corpo muito menor de colaboradores. O banco paga menos e ganha mais, e o cliente paga menos e tem os serviços disponíveis em horários alargados.

Como alternativa, caso não se sinta confortável com serviços exclusivamente online, existe ainda o Banco CTT, com balcões de atendimento em várias estações de correio espalhadas pelo país.

O artigo continua após o anúncio

Veja também: