Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Gonçalves
Catarina Gonçalves
07 Jun, 2017 - 11:19

Crédito hipotecário: o que precisa saber

Catarina Gonçalves

O crédito hipotecário serve como garantia de outros empréstimos e facilita a sua aprovação. Neste artigo dizemos-lhe do que se trata e quando o deve fazer.

crédito hipotecário

Imagine que precisa de um crédito, mas está com dificuldades em consegui-lo. Se tiver uma casa, um carro, um barco ou um avião pode dá-los como garantia e poder, assim, mais facilmente ver aprovado o seu empréstimo. Mas atenção: para poder dar os bens em garantia para o crédito hipotecário é necessário que esses bens estejam livres de encargos e não podem ter associadas outras hipotecas.

O QUE É UM CRÉDITO HIPOTECÁRIO?

Como o próprio nome indica o crédito hipotecário pressupõe uma hipoteca. Podem ser hipotecados tanto bens móveis como imóveis desde que estejam livres de encargos. O objetivo neste tipo de créditos é a salvaguarda do banco. Se o cliente falhar as prestações e entrar em incumprimento, o banco pode executar o bem que se encontra hipotecado. Ou seja, ficar com ele.

consultar documentos contas

Modalidades de crédito hipotecário

Há três modalidades neste tipo de créditos: o crédito habitação, o crédito conexo e ainda o crédito consolidado.

Crédito habitação

Esta é a modalidade mais comum e talvez a mais conhecida. Sim, quando pede um financiamento ao banco para comprar casa é comum fazer uma hipoteca ao banco da própria casa que está a adquirir. Neste caso o imóvel ficará na posse do banco até terminar de pagar o empréstimo. Também é comum ter uma modalidade de crédito hipotecário quando o empréstimo se destina a comprar um terreno para construção ou a realizar obras num imóvel.

Crédito conexo ou multirriscos

Além destas designações é ainda conhecido por crédito multiopções. Esta modalidade tem como objetivo garantir um crédito habitação.

Crédito consolidado

Uma terceira modalidade é o crédito consolidado. Neste tipo de crédito junta todos os seus créditos como o crédito habitação, crédito automóvel, cartões de crédito num só crédito com uma só prestação e que, normalmente, tem melhores condições.

Posso dar como garantia a casa de férias dos meus pais?

Sim, ao fazer um crédito consolidado pode dar como garantia a hipoteca de bens de terceiros, móveis ou imóveis. A única obrigação é que o dono desse bem autorize a respetiva hipoteca.

QUAIS SÃO OS REQUISITOS PARA APROVAÇÃO?

A aprovação do crédito hipotecário depende da análise do banco que irá verificar se o bem que irá hipotecar é suficiente para cobrir o montante do empréstimo que está a pedir. Além disso, há outras variáveis que, tal como num crédito normal continuam a ser importantes como a sua taxa de esforço e capacidade para conseguir pagar as respetivas prestações.

Como solicitar?

O crédito hipotecário deve ser pedido no banco em que pretende fazer o empréstimo. Esse pedido deve ser acompanhado de um conjunto de documentos sobre a sua situação financeira e sobre o bem a hipotecar.

Quais são os documentos necessários?

Se pretende solicitar um crédito hipotecário prepare-se para entregar uma série de documentos. Embora os documentos possam variar de banco para banco, há vários com que pode já contar.

Para aprovação do crédito

Na fase de análise para lhe aprovarem o crédito terá de apresentar os seguintes documentos:

  • Cartão de cidadão dos respetivos titulares e respetivos números de contribuinte;
  • Última Declaração de IRS e respetiva Nota de Liquidação;
  • Declaração de que possui um contrato de trabalho (vínculo contratual) emitida pela entidade patronal;
  • Recibos de vencimento dos últimos três meses para os titulares que trabalham por conta de outrem ou recibos verdes dos últimos seis meses;
  • Extratos bancários dos últimos três meses.

Para avaliação do bem a hipotecar

É vantajoso?

Neste tipo de crédito as condições tendem a ser mais favoráveis, designadamente, poderá contar com uma taxa de juro mais baixa. No entanto, tem a desvantagem de se estender por um período de tempo maior, o que pode encarecer o crédito e talvez possa não compensar a taxa de juro. É importante pesquisar vários bancos para saber o que lhe oferece melhores condições.

No entanto, o crédito hipotecário deve ser feito com muita prudência já que se não foi pago pode implicar a apreensão do bem dado em garantia.

Veja também