Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Ana Graça
Ana Graça
12 Jul, 2018 - 12:22

Crianças podem mastigar pastilha elástica: sim ou não?

Ana Graça

As crianças adoram guloseimas, mas quando pedem pastilhas elásticas os pais não sabem o que fazer. Será que as crianças podem mastigar pastilha elástica?

Crianças podem mastigar pastilha elástica: sim ou não?

Uma boca saudável permite-nos falar, sorrir e mastigar com confiança e sem dor ou desconforto. Uma boa saúde oral é fundamental em qualquer idade e é importante que os pais saibam que os bons hábitos de saúde oral começam desde cedo, já que a cárie dentária pode iniciar-se assim que nasce o 1º dente. Mas será que as crianças podem mastigar pastilha elástica? Vamos descobrir!

Crianças e pastilha elástica: vantagens

1) Mastigar uma pastilha elástica sem açúcar depois das refeições é útil quando por algum motivo não é possível escovar os dentes: embora não substitua a escovagem dos dentes, promove uma autolimpeza dos dentes;

2) Mastigar uma pastilha elástica é útil para estimular a produção de saliva: útil para quem tem a boca excessivamente seca;

3) As pastilhas elásticas sem açúcar contêm adoçantes (por exemplo, xilitol) que não provocam cárie dentária;

4) O xilitol tem sido associado a efeitos benéficos para os dentes, nomeadamente: inibição do crescimento de algumas bactérias e prevenção da cárie dentária.

Crianças e pastilha elástica: desvantagens

1) Muitas das pastilhas elásticas à venda contêm muitos açúcares. O consumo excessivo de açúcares é um dos principais fatores de risco das doenças orais;

2) Alimentos pegajosos podem ser mais prejudiciais para os dentes e contribuir para o desenvolvimento de cárie dentária, na medida em que este tipo de alimentos permanece muito tempo na boca e adere à superfície dos dentes, favorecendo a produção contínua de ácidos e a desmineralização do esmalte dentário;

3) As pastilhas elásticas não são recomendadas às crianças mais pequenas pelo perigo de engasgamento e asfixia. Os efeitos laxantes que a ingestão excessiva de pastilhas elásticas pode provocar também devem ser tidos em atenção.

Cuidados de saúde oral para as crianças

Existe forma de reduzir os efeitos prejudiciais que resultam da ingestão de alimentos ou bebidas com açúcar. Há importantes hábitos e cuidados que devem ser postos em prática desde cedo:

1) quando o primeiro dente começar a nascer, comece a limpá-lo antes de o bebé ir para a cama;

2) encoraje a criança a beber pelo copo a partir do seu 1º aniversário;

3) se a criança tiver menos do que 3 anos, coloque uma pequena porção de dentífrico com flúor na escova;

4) se a criança tiver entre 3 e 6 anos, já pode colocar uma maior porção de dentífrico com flúor na escova, aproximadamente do tamanho de uma ervilha;

5) estabeleça bons hábitos alimentares desde cedo, limitando a quantidade e a frequência do consumo de alimentos e bebidas açucaradas.

Cuidados de saúde oral para as crianças

Conclusão

As crianças podem, e em muitos casos até devem, mastigar pastilha elástica. O importante é que a escolha recaia nas pastilhas elásticas mais saudáveis, ou seja, as que não têm açúcar. Mastigar pastilha elástica tem vantagens e desvantagens, portanto, como em quase tudo, o equilíbrio é a palavra de ordem. Apesar dos benefícios, as pastilhas elásticas não são alimentos, portanto, não são imprescindíveis no dia-a-dia.

Veja também: