Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Helena Peixoto
Helena Peixoto
16 Jan, 2020 - 12:37

Conhece os principais cuidados a ter com o gás lá em casa?

Helena Peixoto

É uma presença constante nas casas e útil para o bem-estar. No entanto, é essencial conhecer os cuidados a ter com o gás e assim evitar acidentes.

cuidados a ter com o gás

O gás é um combustível de uso doméstico bastante comum, mas precisamente por ser um combustível comporta várias preocupações. São várias as comodidades numa casa que dependem deste recurso e que promovem o conforto das pessoas que lá vivem. Para evitar acidentes de maior, é necessário que se aprendam os cuidados a ter com o gás, até porque as consequências podem ser bastante graves.

Seja para fins culinários com fogões a gás, para aquecimento, com aquecimento a gás natural ou mesmo com botijas de gás, a verdade é que este produto está generalizado pelas nossas casas.

Os principais riscos associados à utilização de equipamentos a gás têm a ver tanto com o perigo de fuga e que normalmente não é fácil de detetar, como com o perigo de inalação de monóxido de carbono, resultante da combustão do gás.

TIPOS DE GÁS QUE PODE TER EM CASA

esquentador

Gás Natural

Tal como o próprio nome indica, gás natural é uma fonte de energia cuja origem é natural, isto é, resulta da decomposição de matéria orgânica vegetal e animal a cumulada jazidas naturais subterrâneas. Ou seja, não sofre grandes processos desde que é extraído até ser consumido.

Formada em mais 70% por gás metano, acaba por assegurar uma queima limpa, eficiente, económica e mais segura do que, por exemplo, o tradicional gás butano. Em termos de utilização nas nossas casas pode cumprir fins diferentes que passam pela climatização, preparação de alimentos, aquecimento de águas quentes sanitárias.

Gás butano

O gás butano é o gás mais tradicional que nos habituamos a ver à venda à porta das estações de gasolina, por exemplo, Uma garrafa de gás butano pode ser utilizada para aquecimento, em fogões a gás ou até mesmo para aquecer águas, sendo que, em média, uma garrafa de 13kg tem a capacidade para preparar 100 refeições em casa ou aquecer mais de 3.600 litros de água.

No que aos cuidados a ter com o gás butano diz respeito, é necessário um cuidado redobrado, já que falamos do tipo mais sensível às exigências de segurança, rendimento, limpeza e economia.

Gás propano canalizado

Por fim, temos o gás propano canalizado. Pertencente à família dos gases domésticos, ele é o mais eficaz em termos de poder calorífico e assemelha-se ao gás natural no que à comodidade e segurança diz respeito.

Tal como o nome indica, este tipo de gás passa diretamente pelas canalizações das residências, estando assim disponível 24h por dia, 365 dias por ano, sem interrupções. Após a sua instalação, necessita de uma vistoria certificada para verificar os níveis de monóxido de carbono e garantir a total segurança do abastecimento e uma vistoria regular.

COMPORTAMENTOS A EVITAR COM A UTILIZAÇÃO DO GÁS EM CASA

Para evitar surpresas e acidentes que podem resultar em fins trágicos, existe uma série de comportamentos e cuidados a ter com o gás que deve aplicar no dia a dia. A saber:

  • Procure não ter esquentadores em espaços não ventilados ou em casas de banho;
  • Não deixe o esquentador ligado sem ninguém em casa;
  • Nunca deixe o fogão ligado sem a presença de pessoas;
  • Não utilize os tubos do gás para pendurar objetos, ainda que leves;
  • Afaste as garrafas de gás de qualquer fonte de calor;
  • Não guarde as garrafas de gás em caves;
  • Guarde-as sempre na vertical e nunca as tombe;
  • Nunca, em momento algum, utilize fósforos ou isqueiros para procurar fugas de gás;
  • Compre os equipamentos que sigam as normas emitidas pelas entidades competentes;
  • Garanta que a instalação é feita por técnicos especializados e que as inspeções estão em dia;
  • Proceda às reparações e manutenções apenas com técnicos especializados;
  • Mande limpar regularmente chaminés e exaustores;
  • Substitua os tubos e braçadeiras regularmente;
  • Invista em detetores de gás para instalar nas várias divisões da casa;
  • Teste regularmente esses detetores.

cuidados a ter com o gás: O QUE FAZER EM CASO DE SUSPEITA DE FUGA?

Certo, já sabe o que fazer como forma preventiva. Mas está desconfiado que a sua casa está com uma fuga de gás. O que fazer? Nós partilhamos consigo os principais passos a seguir:

  • Desligue imediatamente o fornecimento geral do gás;
  • Não utilize interruptores ou equipamentos elétricos (são condutores);
  • Apague qualquer chama que esteja acesa (velas aromáticas e incensos incluídos);
  • Não fume;
  • Abra todas as portas e janelas para garantir a ventilação dos espaços;
  • Contacte o seu fornecedor de gás.

É muito importante que tome todas estas medidas até porque muitas vezes os perigos associados à utilização de equipamentos a gás em casa são silenciosos, ou seja, são difíceis de prever e provocam a limitação das reações.

Assim, no caso da possibilidade de fuga de gás e risco de inalação do mesmo ou de monóxido de carbono, fique atento a sintomas como tonturas e dores de cabeça, sonolência e perda de forças, pele arroxeada e perda de consciência.

Caso se depare com este cenário ou com uma possível vítima de intoxicação por gás ou monóxido de carbono é fundamental que tente retirar a vítima para um local arejado, protegendo as vias respiratórias, ou evitando mesmo respirar, para não correr o risco de inalar também esses gases.

Além de seguir os comportamentos indicados anteriormente para o caso de suspeita de fuga de gás, deve também contactar imediatamente o 112.

Veja também