ebook
           
GUIA DO REGRESSO ÀS AULAS
Patrocinado por Escola Virtual - Grupo Porto Editora
Helena Peixoto
Helena Peixoto
15 Dez, 2021 - 14:00

Conhece os principais cuidados a ter com o gás lá em casa?

Helena Peixoto

É presença constante nas casas e útil para o bem-estar. No entanto, é essencial conhecer os cuidados a ter com o gás e evitar acidentes.

esquentador

O gás é um combustível de uso doméstico bastante comum, mas precisamente por ser um combustível comporta várias preocupações. São várias as comodidades numa casa que dependem deste recurso e que promovem o conforto das pessoas que lá vivem. Para evitar acidentes de maior, é necessário que se aprendam os cuidados a ter com o gás, até porque as consequências podem ser bastante graves.

Seja para fins culinários com fogões a gás, para aquecimento a gás natural ou mesmo com botijas de gás, a verdade é que este produto está generalizado pelas nossas casas.

Os principais riscos associados à utilização de equipamentos a gás têm a ver tanto com o perigo de fuga e que normalmente não é fácil de detetar, como com o perigo de inalação de monóxido de carbono, resultante da combustão do gás.

Tipos de gás que pode ter em casa

gás natural ou propano

Gás Natural

Tal como o próprio nome indica, gás natural é uma fonte de energia cuja origem é natural, isto é, resulta da decomposição de matéria orgânica vegetal e animal acumulada em jazidas naturais subterrâneas. Ou seja, não sofre grandes processos desde que é extraído até ser consumido.

Formada em mais 70% por gás metano, acaba por assegurar uma queima limpa, eficiente, económica e mais segura do que, por exemplo, o tradicional gás butano. Em termos de utilização nas nossas casas pode cumprir fins diferentes que passam pela climatização, preparação de alimentos, aquecimento de águas quentes sanitárias.

Gás butano

O gás butano é o gás mais tradicional que nos habituamos a ver à venda à porta das estações de gasolina, por exemplo, Uma garrafa de gás butano pode ser utilizada para aquecimento, em fogões a gás ou até mesmo para aquecer águas. Em média, uma garrafa de 13kg tem a capacidade para preparar 100 refeições em casa ou aquecer mais de 3.600 litros de água.

No que aos cuidados a ter com o gás butano diz respeito, é necessário um cuidado redobrado, já que falamos do tipo mais sensível às exigências de segurança, rendimento, limpeza e economia.

Gás propano canalizado

Por fim, temos o gás propano canalizado. Pertencente à família dos gases domésticos, ele é o mais eficaz em termos de poder calorífico e assemelha-se ao gás natural no que à comodidade e segurança diz respeito.

Tal como o nome indica, este tipo de gás passa diretamente pelas canalizações das residências, estando assim disponível 24h por dia, 365 dias por ano, sem interrupções. Após a sua instalação, necessita de uma vistoria certificada para verificar os níveis de monóxido de carbono e garantir a total segurança do abastecimento e uma vistoria regular.

Comportamentos a evitar com a utilização do gás em casa

Para evitar surpresas e acidentes que podem resultar em fins trágicos, existem, pelo menos, 15 comportamentos e cuidados a ter com o gás que deve aplicar no dia a dia.

  1. Procure não ter esquentadores em espaços não ventilados ou em casas de banho.
  2. Não deixe o esquentador ligado sem ninguém em casa.
  3. Nunca deixe o fogão ligado sem a presença de pessoas.
  4. Não utilize os tubos do gás para pendurar objetos, ainda que leves.
  5. Afaste as garrafas de gás de qualquer fonte de calor.
  6. Não guarde as garrafas de gás em caves.
  7. Guarde-as sempre na vertical e nunca as tombe.
  8. Nunca, em momento algum, utilize fósforos ou isqueiros para procurar fugas de gás.
  9. Compre os equipamentos que sigam as normas emitidas pelas entidades competentes.
  10. Garanta que a instalação é feita por técnicos especializados e que as inspeções estão em dia.
  11. Proceda às reparações e manutenções apenas com técnicos especializados.
  12. Mande limpar regularmente chaminés e exaustores.
  13. Substitua os tubos e braçadeiras regularmente.
  14. Invista em detetores de gás para instalar nas várias divisões da casa.
  15. Teste regularmente esses detetores.

Cuidados a ter com o gás: o que fazer em caso de suspeita de fuga?

Já sabe o que fazer como forma preventiva. Mas está desconfiado que a sua casa está com uma fuga de gás. Então, o que fazer? Nós partilhamos consigo os principais passos a seguir:.

  • Desligue imediatamente o fornecimento geral do gás.
  • Não utilize interruptores ou equipamentos elétricos (são condutores).
  • Apague qualquer chama que esteja acesa (velas aromáticas e incensos incluídos).
  • Não fume.
  • Abra todas as portas e janelas para garantir a ventilação dos espaços.
  • Contacte o seu fornecedor de gás.

É muito importante que tome todas estas medidas até porque muitas vezes os perigos associados à utilização de equipamentos a gás em casa são silenciosos, ou seja, são difíceis de prever e provocam a limitação das reações.

Assim, no caso da possibilidade de fuga de gás e risco de inalação do mesmo ou de monóxido de carbono, fique atento a sintomas como tonturas e dores de cabeça, sonolência e perda de forças, pele arroxeada e perda de consciência.

Caso se depare com este cenário ou com uma possível vítima de intoxicação por gás ou monóxido de carbono é fundamental que tente retirar a vítima para um local arejado, protegendo as vias respiratórias, ou evitando mesmo respirar, para não correr o risco de inalar também esses gases.

Além de seguir os comportamentos indicados anteriormente para o caso de suspeita de fuga de gás, deve também contactar imediatamente o 112.

Veja também