Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Teresa Campos
Teresa Campos
18 Ago, 2020 - 11:20

Desfralde: quando e como lidar com esta fase

Teresa Campos

O processo de desfralde pode ser um desafio para pais e filhos. A resiliência e a calma são as principais aliadas desta nova etapa. Perceba porquê!

bebe sentado no pote com brinquedos à volta

O verão é, por excelência, a estação privilegiada para começar o desfralde dos bebés. Não que não seja possível iniciar esta fase noutra qualquer altura do ano, mas o calor associado a essa estação permite que as crianças andem com menos roupa e que esta também seque mais depressa, vantagens importantes na hora de tirar a fralda aos miúdos.

Independentemente da temperatura que marca o termómetro, essencial é que abrace esta nova etapa da vida do seu filho num período em que esteja mais tranquilo e com mais paciência, pois o sucesso do desfralde também depende do apoio dos pais ou dos cuidadores da criança.

Portanto, se está numa fase com muito trabalho; anda a mudar de casa; teve outro filho;… não é, certamente, a altura ideal para experimentar o desfralde do bebé. Nestas situações, é preferível adiar e, acima de tudo, estar atento aos sinais que a criança vai dando se está ou não preparada para passar a ir à sanita ou ao bacio.

Desfralde: 5 sinais a que os pais devem estar atentos

Não há uma idade exata para iniciar o desfralde de uma criança. Os especialistas indicam que, na maioria dos casos, antes dos 18 meses é um desfralde demasiadamente precoce, pois a maioria dos bebés ainda não possui músculos suficientemente maduros para conseguirem conter quer a urina, quer as fezes.

Após essa idade, é importante estar atento a alguns sinais que podem ajudar a perceber se o seu filho ou filha já está ou não pronto para começar a deixar as fraldas. Eis 5 aspetos que deve ter em consideração.

Ter a fralda seca

Se após a sesta da tarde, por exemplo, o seu filho não suja a fralda, é sinal de que já existe algum tipo de controlo da urina e das fezes. Assim, este pode ser um aspeto a considerar para dar o passo seguinte que é começar com o desfralde.

Dizer “xixi” ou “cocó”

Uma das coisas mais importantes para um desfralde bem sucedido, é a criança dar algum sinal de que vai fazer “xixi” ou “cocó”. Isso significa que ela já tem a perceção dessa vontade e das sensações que ela provoca no corpo, o que naturalmente é essencial para conseguir passar a ir à sanita ou ao bacio.

Além disso, verbalizar isto também pode ser uma forma da criança querer mostrar que já consegue controlar os seus músculos e de que a fralda já não é mais necessária.

Acompanhar até ao WC

Quando as crianças começam a ficar prontas para o desfralde, é comum começarem a seguir os pais até ao WC e gostarem de os imitar, simulando que estão sentados numa sanita. Este é um indício muito importante de que o seu filho já está pronto para ir ao bacio.

Ser autónomo

Assim como começar a gatinhar, a pôr-se de pé ou a andar, o desfralde marca mais uma etapa evolutiva do seu bebé. Deixar a fralda é sinal de que o seu filho se está a tornar numa criança e, como tal, o seu nível de autonomia e de independência está a aumentar.

Rejeitar a fralda

Muitas crianças chegam a um momento em que começam a rejeitar a fralda ou a pedir que lha troquem, assim que ela fique suja. Este é um aspeto a ter em conta, pois certamente este bebé aceitará bem a ideia de começar a ir à sanita ou ao bacio.

bebé sentado no pote e a brincar

Desfralde: passo a passo

Não há fórmulas mágicas, nem universais, para um desfralde bem sucedido. O passo a passo não é idêntico em todos os bebés e cada família deverá pôr em prática o desfralde, respeitando o ritmo da criança e, também, a sua personalidade e comportamento. Ainda assim, há procedimentos que pode ser útil conhecer e seguir.

Bacio

Não é obrigatório usar o bacio, mas geralmente ele é preferido por ser mais fácil e seguro o bebé aceder a ele do que à sanita. Nos primeiros dias de desfralde, é importante deixar a criança familiarizar-se com este novo objeto, de modo a que não ganhe medos, nem receios.

Mal sinta que a criança já conhece bem o bacio e ele está bem integrado no seu dia a dia, comece a sentar lá o bebé, mesmo que ele não peça. Nos primeiros dias, pode ter de o fazer com alguma regularidade. Além disso, é importante que vá recordando a criança da necessidade de fazer “xixi” ou “cocó”.

Descuidos

Nos primeiros tempos, vão certamente acontecer descuidos, o que é perfeitamente normal, pois a criança está a adaptar-se a esta nova realidade. Portanto, quando sair, deve levar uma roupa suplente para a criança, especialmente cuecas.

Quando acontecem estes acidentes, deve tentar perceber por que é que eles ocorreram. Se foi distração ou se a criança tentou ir sozinha ao bacio e não conseguiu, por exemplo. Porém, o mais importante, é sempre relativizar os descuidos e enaltecer os sucessos.

bebé no meio de roupa lavada
Veja também Lavar roupa de bebé: guia prático com 9 dicas imprescindíveis

Recompensas

É muito importante recompensar o seu filho, sempre que ele faz “xixi” ou “cocó” na sanita ou no bacio ou quando passa um dia inteiro sem ter qualquer descuido. Assim, deve estabelecer com a criança algum tipo de recompensa por estes pequenos grandes feitos, oferecendo-lhe em contrapartida algo de que ela goste, claro.

As recompensas podem ser coisas tão simples como autocolantes dos bonecos preferidos das criança que ela pode colar no bacio, por exemplo. Use a imaginação e tenha em conta os gostos do seu filho para conseguir criar prémios criativos e divertidos que ajudem a motivar a criança ao longo do processo de desfralde.

Sono

Seja durante a sesta da tarde ou durante o sono da noite, é normal que o desfralde nestes períodos possa demorar mais tempo. Isto significa que, mesmo que o seu filho já esteja preparado para deixar as fraldas durante o dia, pode ainda não estar pronto para deixá-las nos momentos em que está a dormir.

Portanto, aquilo que normalmente é sugerido aos pais e educadores das crianças, é dividir o desfralde em etapas, concentrando-se primeiro na retirada da fralda durante o dia. Depois desta fase já estar bem estabelecidade e dominada pelo bebé, há que estar atento a um sinal muito simples: após a sesta ou o sono da noite a fralda fica seca?

Em caso positivo, esse pode ser um sinal de que a criança já está pronta para também tirar a fralda nessas ocasiões. Nesse caso, deve fazê-lo, sendo que é importante passar a ter alguns cuidados, como reduzir a ingestão de líquidos à noite e levar o bebé à sanita ou ao bacio, antes dela ir para a cama.

Veja também