ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Ekonomista
Ekonomista
17 Mai, 2021 - 13:51

Dias do Burgo: a história viva regressa a Santa Maria da Feira

Ekonomista

A partir de 10 de junho não estranhe se for a Santa Maria da Feira e encontrar D. Afonso Henriques a cavalgar pelas redondezas. São os Dias do Burgo.

Castelo da feira onde decorrem os Dias do Burgo

Dias do Burgo é o novo projeto que a Câmara Municipal de Santa Maria da Feira e a Empresa Municipal Feira Viva – Cultura e Desporto estão a preparar para o território. A iniciativa tem início previsto para 10 de junho, Dia de Portugal, prolongando-se por todos os fins-de-semana do ano.

Os Dias do Burgo vão ocupar Santa Maria da Feira, do centro histórico ao Castelo, dando enfoque aos momentos da História de Portugal e proporcionando experiências mais intimistas, mas diferenciadoras, aos convidados, através da simbiose entre cultura, entretenimento, história, gastronomia, património material e imaterial. 

No Centro Histórico, ou melhor, no “Burgo da Villa”, o comércio local e a sua oferta gastronómica, irão conquistar todos os visitantes ou não tivessem estes anfitriões a experiência de largos anos na arte de bem receber os seus convidados.

O Castelo, marco histórico e símbolo identitário da Terra de Santa Maria, será o ícone das experiências de fim-de-semana. Com momentos históricos, animações, intervenções imersivas, a visita ao Castelo será obrigatória a todos os convidados que escolherem Santa Maria da Feira para o seu destino de fim-de-semana. Experiências que serão totalmente gratuitas para todos os residentes no concelho de Santa Maria da Feira.

A Quinta do Castelo, centenária e recentemente intervencionada pela Câmara Municipal, tal como a Igreja Matriz e o Museu Convento dos Lóios, serão palcos desta experiência onde o tempo recua a cada fim-de-semana.

Crianças a brincar na viagem medieval

Mais realismo

No âmbito deste projeto e por forma a dar maior realismo a esta viagem no tempo, a Câmara Municipal irá igualmente intervir no mobiliário urbano, entre o centro histórico e o castelo, substituindo bancos de jardim, floreiras, iluminação, sinalética e também o Parque Infantil da Quinta do Castelo.

Por isso, a partir do dia 10 de junho, é muito provável que, numa visita a Santa Maria da Feira durante o fim-de-semana, encontre D. Afonso Henriques a cavalgar pelo burgo ou a Chamoa Gomes a passear pelos jardins do Castelo.

Veja também