Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
31 Ago, 2020 - 10:01

9 dicas para um bom regresso ao trabalho

Catarina Milheiro

Após alguns dias de descanso, voltar à rotina pode parecer um pesadelo. Temos algumas dicas para um bom regresso ao trabalho.

secretária vazia no escritório

Algumas dicas para um bom regresso ao trabalho é tudo o que realmente precisa depois das férias? Reunimos algumas, especialmente para si.

Enquanto que para alguns, o fim das férias de verão significa regressar ao trabalho com “baterias recarregadas”, para outros é sinónimo de uma sensação de ansiedade muito difícil de gerir. É importante parar, colocar de lado os horários, os prazos, os compromissos e o stress.

Contudo, é igualmente importante saber como voltar à rotina de uma forma tranquila. Nesse sentido, algumas dicas para um bom regresso ao trabalho são, com toda a certeza, muito úteis.

A ansiedade pode dar lugar a algo mais sério, a chamada “depressão pós férias”, sobretudo para quem já não está satisfeito com o seu emprego atual. Independentemente da situação, há algumas dicas que vão facilitar qualquer situação. Acredite.

E se também faz parte daquele grupo de pessoas que se sente tão ou mais cansado sempre que volta ao trabalho depois das férias, saiba que existem estudos realizados no estrangeiro que explicam o porquê desta preguiça logo a seguir às férias.

Conheça 9 boas dicas para um bom regresso ao trabalho e seja mais produtivo e feliz.

Porque custa regressar ao trabalho

trabalhador em regresso ao trabalho no escritório

Existem já alguns estudos que explicam porque é que voltar ao trabalho depois das ferias pode ser bastante cansativo. Jeroen Nawijn, psicólogo da Universidade de Ciências Aplicadas de Breda, na Holanda, revelou no seu estudo que

“as pessoas se sentem melhor durante as férias porque têm mais liberdade para fazer o que querem”.

Ora, apesar de todos sabermos que as férias nos dão uma sensação única de liberdade total (quer em termos de horários, como rotinas), a ciência explica que a falta de ânimo para retomar o trabalho está relacionada com a falta de liberdade para escolher o que quer fazer com o seu tempo.

Ou seja, quando está a trabalhar tem obrigatoriamente que dedicar algumas horas do seu dia para determinadas funções laborais. E, em muitos casos, este período já tem horários pré-definidos, fator este que contribui para o esgotamento mental.

Para que tal não aconteça, é necessário que cada um de nós considere também o peso das responsabilidades diárias, como que tarefas temos para fazer, quando as vamos realizar e quando vamos terminar.

Para além disto, o facto de estar preocupado com uma pilha de tarefas e obrigações que se acumularam durante as suas férias, pode também fazer com que não se sinta à vontade para voltar ao trabalho de forma feliz e produtiva, tal como afirma o portal Popular Science.

Dicas e estratégias para um bom regresso ao trabalho

Vai retomar a sua rotina profissional e não sabe como lidar com o stress e a ansiedade que se gera habitualmente nesta fase? Fique connosco e conheça algumas dicas para um bom regresso ao trabalho.

1

Evite o regresso abrupto

Evite regressar de férias no dia antes de ir trabalhar. O ideal será dois ou três dias antes, dessa forma vai ter tempo de se readaptar aos horários e rotinas.

Organize a casa e tudo o que necessita para que possa regressar ao trabalho de forma suave e tranquila.

2

Volte ao trabalho aos poucos: assuma pequenas tarefas diárias

Existem várias dicas para um bom regresso ao trabalho. No entanto, esta é uma das mais importantes: voltar ao trabalho a um ritmo saudável.

Uma das formas de minimizar os efeitos do cansaço pós-férias é, efetivamente, fazer um planeamento com antecedência para que não deixe o trabalho todo acumulado para o seu regresso, para que quando retomar, consiga executar pequenas tarefas diárias e manter o seu bem-estar em primeiro lugar.

3

Reveja os seus comportamentos e altere-os se necessário

Olhar para o regresso ao trabalho como uma oportunidade de mudança, pode fazer a diferença. Faça uma análise dos seus comportamentos menos saudáveis e que podem e/ou devem ser modificados.

Por exemplo: se acorda, normalmente, em cima da hora e anda sempre a correr logo pela manhã para chegar ao trabalho a horas, porque não começar a levantar-se mais cedo, ouvir a sua música preferida e tomar um bom pequeno-almoço sem pressas?

Reflita sobre o que pode fazer diferente, o que pode fazer para se sentir bem que contribua para o seu bem-estar emocional.

4

Aproveite os tempos livres – reprograme a sua agenda

Tente incluir na sua agenda semanal algumas atividades de que goste. Pode ser ir ao cinema, passear na praia ao final do dia, jardinar, decorar a sala ou jantar com os amigos, o importante é que seja algo que lhe desperte emoções positivas e o faça sentir bem.

5

Faça uma lista de prioridades

Pense em tudo aquilo que tem para fazer e escreva-o num papel, por exemplo. A seguir observe aquilo que escreveu e reflita sobre quais são as tarefas que tem andado a adiar e uma forma de as concluir.

Opte por fazer uma lista de prioridades para que encontre as tarefas que não dependem exclusivamente de si para que fiquem concluídas e verá que se sentirá muito mais leve, descansado e organizado.

6

Modifique o espaço de trabalho

Menos é mais. Deixe ficar apenas aquilo de que realmente precisa, mude a disposição dos elementos, renove a decoração do espaço ou simplesmente coloque uma fotografia inspiradora ou um objeto especial na sua secretária.

Isso vai ajudá-lo a manter a boa energia.

7

Aprenda a desligar-se

O que acontece muitas vezes quando temos excesso de trabalho é o facto de não nos conseguirmos desligar. Ou seja, acabamos por levar trabalho para casa e não conseguimos estabelecer horários e separar o espaço pessoas do profissional.

Mesmo que o trabalho seja muito e tenha ficado acumulado, é importante que aprenda a separar estes dois espaços. Por isso, sempre que possível desligue-se do trabalho quando a partir do momento em que chega a sua casa.

8

Dê prioridade ao seu bem-estar

O bem-estar é o centro de produtividade no trabalho e na sua vida pessoal. Está relacionado com a sua felicidade, com os níveis de stress, confiança e sensação de segurança. Depois de ter identificado as coisas que contribuem para o seu estado ideal de bem-estar, faça deles uma prioridade.

9

Programe já o seu fim de semana

Recomendamos que faça logo planos para o primeiro de semana depois das férias. Pode ser uma ida ao cinema, ao teatro ou um passeio com a família.

O que interessa é que seja algo que realmente gosta e lhe dá prazer. Irá sentir-se muito mais animado e motivado ao longo da sua primeira semana de trabalho depois das férias.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].