Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Catarina Mesquita
Catarina Mesquita
02 Dez, 2020 - 15:01

Como dizer ao seu filho que o Pai Natal… (isso que está a pensar)

Catarina Mesquita

Há uma altura em que chega a fatal questão: o Pai Natal existe? E é sempre uma atrapalhação para explicar aos petizes. Por isso, vá preparando o terreno.

Pai natal com máscara

Chegou o momento de dizer ao seu filho que o Pai Natal não existe mas não sabe bem como fazê-lo? Veja as nossas dicas, que o poderão ajudar!

Como pode dizer ao seu filho que o Pai Natal não existe

Pai Natal a cumprimentar crianças

1. Procure sinais de que o seu filho está curioso

O seu filho começou a fazer perguntas sobre quem é o Pai Natal, talvez até perguntando diretamente se este existe? Já não sabe se vale a pena escrever-lhe uma carta a pedir presentes?

Essas perguntas podem indicar que o seu filho está pronto para começar a descobrir a verdadeira identidade do Pai Natal.

2. Fale sobre a tradição na sua família

Se o seu filho começou a questionar-se sobre como o Pai Natal pode estar em tantas partes do mundo ao mesmo tempo, pode estar a chegar à verdade.

No momento em que conversarem sobre o assunto, diga-lhe que o Pai Natal é uma tradição que existe na vossa família e que, agora que o seu filho cresceu, devem continuar a alimentar essa tradição em prol dos que são agora mais pequenitos. Faça-o participar dessa tradição e guardar o segredo!

3. Os amigos e o Pai Natal

Para muitas crianças, os seus amigos irão contar-lhes que, afinal, a personagem não é real.

Se isso de facto acontecer, tranquilize o seu filho, explicando que a história do Pai Natal é apenas um caminho entre muitos para celebrar o amor, a felicidade e o espírito de dádiva nesta quadra do ano tão especial, como tantas outras tradições de Natal vividas em família desta altura do ano.

Trenós na Lapónia
Não perca Lapónia: conheça a mítica terra do Pai Natal

4. Nem todas as crianças reagem da mesma forma

A verdade é que quando contar ao seu filho a verdade sobre esta amada figura natalícia, ele pode não reagir da forma que espera, porque cada criança tem a sua própria maneira de reagir à revelação deste segredo tão bem guardado durante os primeiros anos de infância.

Assim, se o seu filho reagir negativamente, tente contornar a situação, reafirmando que o espírito do Natal se continuará a viver de variadas formas, com a mesma intensidade que antes.

5. Permita que o seu filho participe na escolha e embrulho das prendas

Mostre ao seu filho que, mesmo sem o simpático barbudo, o espírito de dádiva continua bem vivo. Desta forma, permita que o seu filho participe na seleção de prendas a oferecer a amigos e familiares, podendo também ajudar nos embrulhos! Verá a felicidade estampada no rosto do seu pequenito!

Verá que, com estas dicas, contar a verdade ao seu filho sobre o Pai Natal não será, afinal, tão difícil! Vai tudo correr bem!

Veja também