Catarina Reis
Catarina Reis
07 Set, 2018 - 11:00
5 empregos que aumentam o risco de cancro

5 empregos que aumentam o risco de cancro

Catarina Reis

O tratamento e a origem das doenças oncológicas é alvo de investigação constante.  Considera-se que podem existir empregos que aumentam o risco de cancro.

O artigo continua após o anúncio

Se trabalha numa área de atividade propensa a riscos para a sua saúde e segurança, proteja-se. Em concreto, no caso dos empregos que aumentam o risco de cancro.

Confira se tem um dos empregos que aumentam o risco de cancro

As pessoas que trabalham em determinadas funções podem ter maiores riscos de apanhar cancro devido à exposição a poeiras, gases, produtos químicos, substâncias radioativas ou outros elementos. No entanto, é importante referir que isso geralmente afeta apenas um pequeno número de pessoas em tarefas muito específicas, e que vão sendo tomadas medidas de prevenção em muitas empresas para diminuir estes fatores de risco, à medida que vão sendo descobertos.

1. Assistente de bordo

Empregos que aumentam o risco de cancro

Aparentemente, andar constantemente nas nuvens não é assim tão bom, pelo menos para os assistente de bordo – e mais ainda para as mulheres do que para os homens. Este é um dos empregos que aumentam o risco de cancro, pois as tripulações de cabine estão expostas a um tipo de radiação ionizante em elevadas altitudes, aumentando a probabilidade de desenvolverem vários tipos de cancro, incluindo aqueles que afetam a mama, o colo do útero, útero, tiróide, esófago, cólon, estômago, fígado e pâncreas.

O risco de cancro de mama em assistentes de bordo é 50% superior ao normal, enquanto que o risco de cancro na pele aumenta em quatro vezes.

2. Piloto de aviões

piloto

Os pilotos de avião e restantes membros da tripulação apresentam o dobro de risco de desenvolver melanoma em relação  às pessoas com outro tipo de trabalhos. Senão vejamos: passar uma hora dentro do cockpit expõe os pilotos a radiação UVA, que equivale a passar 20 minutos de bronzeamento artificial. Como se não bastasse, os perigos da radiação UV podem aumentar ao passar por nuvens densas ou neve. Embora faça parte das recomendações a instalação de pára-brisas com proteção contra raios ultravioleta, os pilotos também devem manter-se vigilantes no que toca à aplicação de protetor solar e realizar frequentemente testes para despiste de cancro de pele.

3. Soldador

Empregos que aumentam o risco de cancro
Fonte: Pixabay/Gustavo_Belemmi

Aquecer metal a temperaturas muito altas pode ser muito perigoso para os cerca de 111 milhões de pessoas em todo o mundo que soldam. A culpa é dos vapores que se soltam com o ato de soldar, bem como a exposição a radiação e a amianto, de acordo com cientistas da Agência Internacional de Pesquisa sobre o Cancro. Essas toxinas podem causar cancro de pulmão, cancro renal e melanoma do olho, além de outros problemas. Muitos destes problemas só se fazem sentir muitos anos após a ocorrência deste tipo de exposições.

Como ter uma boa postura corporal em 8 passos
Veja também Como ter uma boa postura corporal em 8 passos

4. Qualquer trabalho de secretariado

Empregos que aumentam o risco de cancro

O ato de se sentar muito tempo diariamente pode resultar em riscos altos de cancro de cólon e uterino. De acordo com estudos recentes, aqueles que passam a maior parte do tempo sentados têm um risco 24 por cento maior de contrair cancro de cólon e um risco 32 por cento maior de cancro no útero. Por cada duas horas adicionais que se passa sentado, estes riscos aumentam em cerca de 10%. Ir ao ginásio ocasionalmente também não atenua estes efeitos.

O que há a fazer? Levante-se e mova-se com mais frequência ao longo do dia, especialmente após as refeições.

O artigo continua após o anúncio

5. Manicure

Empregos que aumentam o risco de cancro

Manicure é um dos empregos que aumentam o risco de cancro. Unhas polidas na perfeição podem representar um sério risco à saúde do trabalhador que faz a pintura às unhas do cliente.

Repetir este ato de pintar unhas todos os dias é um fator de alto risco, pois os trabalhadores absorvem os produtos químicos tóxicos através da pele, e inalam o fumo e o pó contaminado existentes no salão, além de que esta atividade favorece o aparecimento de uma série de problemas respiratórios e reprodutivos.

É recomendável que os salões de manicure sejam bem ventilados e que os trabalhadores usem camisas de mangas compridas, luvas e até máscaras. Devem ainda lavar regularmente as mãos.

Veja também
Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp