Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Marvin Tortas
Marvin Tortas
04 Out, 2019 - 18:32

Ensaio Honda CR-V: continuará a ser o SUV mais vendido do mundo?

Marvin Tortas

Conduzimos o novo SUV da Honda. A marca nipónica apresentou nesta 5ª geração do CR-V um conceito de “carro elétrico”… movido a gasolina.

Honda CR-V 2019

O primeiro Honda CR-V, cujo nome significa “Comfortable Runabout Vehicle”, foi lançado em 1995. As versões posteriores deram lugar a modelos mais corpulentos e mais completos, que cresceram tanto fisicamente como comercialmente, e em 2018 foi apresentado no Salão Automóvel de Genebra a 5ª geração deste icónico SUV.

Ganhando progressivamente espaço num mercado altamente competitivo como o dos SUV, o Honda CR-V acabou por tornar num dos modelos mais vendidos neste segmento, chegando mesmo a liderar durante largos anos a tabela dos SUV mais vendidos do mundo.

Mais espaçoso, mais confortável e com uma aposta reforçada na versatilidade, a construtora japonesa afirma que, apesar de ter evoluído e refinado o CR-V, o grande destaque nesta geração é conduzida pela ausência de uma motorização diesel.

Desta forma, desde a sua apresentação ao mundo, denotou-se um verdadeiro foco na tecnologia híbrida. De facto, a Honda tem como principal compromisso a eletrificação total de todos os modelos da gama num futuro próximo. De acordo com a mesma, esta espera que em 2025, 2/3 das suas vendas correspondam somente a veículos com o recurso a motores elétricos.

A grande novidade é a motorização híbrida que a Honda chamou de i-MMD, uma tecnologia inteligente Multi Mode Drive que incorpora vários modos. Esta tecnologia serve para a marca diferenciar-se das demais, uma vez que o novo CR-V combina 2 motores elétricos acoplados a uma transmissão inovadora de relação única.

Fique a conhecer tudo sobre o novo Honda CR-V neste nosso ensaio, em particular como funciona esta motorização híbrida, que no fundo mais parece um eléctrico… movido a gasolina.

Novo Honda CR-V: um suv “elétrico movido a gasolina”

Análise Exterior

Em termos estéticos, a Honda continua a apostar na sua identidade. As luzes diurnas em LED numa posição mais baixa que vai ao encontro de uma nova grelha renovada, parcialmente cromada que ostenta o emblemático logo da marca.

Honda CR-V 2019
Fonte: Honda

As cavas das rodas e um perfil vincado na zona da cintura lateral, registam uma imagem de um crossover com uma proporção equilibrada e garantidamente desportivo, ao mesmo tempo que as novas jantes conferem uma silhueta mais robusta e todo-terreno.

Já a traseira poderá trazer elementos de estilo que podem dividir opiniões. As óticas também em LED estão em harmonia com a forma do pilar C estando divididas entre a carroçaria e a abertura da mala. Estas são unidas por entre um friso cromado que, tal como a dianteira, convergem até ao centro do logo da marca.

Honda CR-V 2019
Fonte: Honda

O ar corpulento da traseira é conseguido através do posicionamento das suas ponteiras de escape colocadas nas extremidades do pára-choques, mais esculpido e desportivo que nas gerações anteriores.

Comparativamente às anteriores gerações, o novo Honda CR-V apresenta variadas diferenças, ao nível das suas dimensões. Neste modelo, a plataforma foi revista e a distância entre eixos cresceu 40 mm. A altura ao solo é também de 40 mm, mas a largura cresceu 35 mm.

Honda CR-V 2019
Fonte: Honda

No habitáculo, as proporções sofreram também um aumento. A altura ganhou 5 mm e 16 mm no comprimento. Os ocupantes ganharam espaço para as pernas – 50 mm.

As soleiras das portas são agora mais baixas e nesta 5ª geração o novo CR-V pode ser configurado com a opção de 7 lugares, equipado com filas de bancos reclináveis e uma segunda fila de bancos ajustáveis ao nível da profundidade, tendo uma terceira fila que pode ficar integrada por completo na bagageira.

Análise Interior

No interior, o novo Honda CR-V oferece bastante espaço, tanto para os ocupantes, como a nível dos compartimentos de arrumação para objetos. O conforto foi outro critério de melhoria da marca.

Honda CR-V 2019
Fonte: Honda

O painel de instrumentos é digital e apresenta um novo grafismo. Todo o ambiente a bordo consegue prever uma escolha assertiva de materiais e a tradicional qualidade de construção nipónica.

Os comandos da caixa de velocidade e o travão de mão estão numa posição mais elevada por forma a conferir mais espaço na consola central para guardar ou colocar mais objetos.

O novo Honda CR-V brinda os seus ocupantes com extraordinários espaços de arrumação. Nas portas, as bolsas de arrumação apresentam agora maior capacidade de armazenamento que permitem, por exemplo, guardar um tablet.

Honda CR-V 2019
Fonte: Honda

Por sua vez, o novo CR-V vem também equipado com uma consola que inclui três posições e uma plataforma deslizante, bem como um espaço para acomodar uma bolsa de mão.

A proposta híbrida encontra-se disponível apenas com a lotação de 5 lugares, tal como a versão a gasolina 2WD (tração a apenas duas rodas), uma vez que o sistema elétrico ocupa o seu espaço e retira algum. Há, no entanto, uma proposta com 7 lugares (não híbrida).

A capacidade de carga do novo Honda CR-V é surpreendente. O comprimento máximo da bagageira é de 1 830 mm na opção de 5 lugares e de 1 800 mm na versão de 7 lugares. Um aumento de cerca de 250 mm face à geração anterior do CR-V.

O volume da bagageira é de 497 litros (menos 64 litros do que a versão a gasolina de 5 lugares e menos 25 litros do que a versão de 7 lugares).

É ainda importante referir que os bancos são facilmente reclináveis e acabam por ser uma vantagem extra para o transporte de bagagens, tal como o piso ajustável, que ao rebater-se para uma posição inferior, possibilita ainda uma maior capacidade de arrumação.

Condução

O novo Honda CR-V foi concebido para ir ao encontro das exigências dos mercados europeus, traduzindo-se num modelo cuja condução pode tornar-se divertida, mas ao mesmo tempo, confortável.

A aposta da Honda foi na premissa “Fun to drive”. Para cumprir com esta faceta, a tecnologia Agile Handling Assist (AHA) garante subtis respostas a quaisquer sinais da direção, oferecendo um comportamento suave, mais seguro e mais previsível.

Honda CR-V 2019
Fonte: Honda

Ao mesmo tempo, o sistema (opcional) de tração integral 4×4 – Real Time –  cumpre com uma performance mais dinâmica nas curvas, o que torna a condução divertida e segura.

A proposta híbrida do novo Honda CR-V conta com a tecnologia i-MMD (Intelligent Multi-Mode Drive) que combina um motor 2.0 a gasolina com 145 cv, um gerador elétrico, um motor elétrico com 184 cv e uma pequena bateria que que recolhe a energia recuperada nas travagens.

Ao contrário do que estamos habituados, neste modelo, é o veículo que decide qual o modo de condução mais eficaz, escolhendo entre o EV Drive (elétrico), o Hybrid Drive e o Engine Drive. O sistema i-MMD é capaz de analisar e selecionar o melhor modo a utilizar, consoante a situação e para que se possa usufruir de uma experiência completa ao volante.

Honda CR-V 2019
Fonte: Honda

A versão Hybrid da nova geração do CR-V transita automaticamente entre o modo Hybrid Drive e EV Drive, quando em situações de condução urbana.

Por sua vez, o excesso de potência do motor a gasolina utilizada no modo Hybrid Drive pode ser desviada para recarregar a bateria do CR-V. Já o modo Engine Drive é considerado o mais eficiente nas viagens de longo curso ou em altas velocidades.

A única intervenção que o condutor pode ter é na maximização da utilização do modo elétrico (EV Drive), recorrendo ao botão que permite prolongar a motorização elétrica. Contudo, esta não vai além dos 2 km.

Honda CR-V 2019
Fonte: Honda

O novo Honda CR-V apresenta consumos médios de 5,3 l/100 km e as emissões de CO2 correspondem a 120 g/km. Na verdade, a marca reivindica consumos de 5,3 l/100 km na versão de tração dianteira e 5,5 l/100 km na versão 4×4, valores muito próximos àqueles registados durante o nosso ensaio.

Neste novo SUV contamos ainda com 3 modos de condução: EV Drive, Hybrid Drive e Engine Drive: O modo EV Drive utiliza apenas a carga das baterias. Já no modo Hybrid Drive, o motor envia a potência para um gerador que alimenta as baterias. Na prática, este gerador permitirá carregar ou alimentar o motor elétrico, enquanto o veículo se move.

No modo Engine Drive, existe a ligação entre o motor de combustão e as rodas. Assim sendo, o condutor pode recorrer ao máximo da potência.

A velocidade máxima do novo Honda CR-V é de 180 km/h, sendo que o mesmo vai dos 0 aos 100 km/h em 8,8 segundos na versão de tração dianteira e 9,2 segundos na versão 4×4.

Honda CR-V 2019
Fonte: Honda

Não havendo caixa de velocidades, a transmissão tem uma velocidade única. Porém, a Honda decidiu colocar patilhas atrás do volante para permitir ao condutor gerir a recuperaração energia e assim reduzir ou aumentar o efeito das travagens.

Preços

A versão híbrida do Honda CR-V pode ser adquirida a partir de 38 500€, mas o novo Honda CR-V encontra-se disponível com 4 níveis de equipamento e 3 tipos de motorizações: Comfort, Elegance, Lifestyle e Executive)

Veredicto Final

Honda CR-V 2019
Fonte: Honda

O novo Honda CR-V regista uma clara evolução quando comparado com as gerações anteriores. Melhor qualidade geral, melhores interiores, melhor design e mais prático.

Em suma, está muito melhor adaptado às necessidades de quem procura um veículo moderno. E sobretudo esta motorização híbrida, tem para nós todas as competências necessárias para voltar a dominar os SUV de segmento D e tornar-se novamente no SUV mais vendido do mundo.

Veja também