Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Helena Peixoto
Helena Peixoto
08 Set, 2020 - 10:36

11 erros de decoração da casa que deve conhecer (e evitar)

Helena Peixoto

Sabemos que não é por mal, mas existem alguns erros de decoração da casa mais comuns que deve mesmo evitar, para que a divisão fique como pretende.

casal a pendurar quadro na sala

Seja por inexperiência, desconhecimento ou simplesmente porque o “bichinho da decoração” não nasceu connosco, existem alguns erros de decoração da casa mais comuns que devemos evitar a todo o custo e que vão ter grande impacto no ambiente final do nosso lar.

erros de decoração da casa: os mais comuns

decoração de sala
1

Não planear

Alerta vermelho, vermelho, vermelho! Não adianta querer implementar um determinado tipo de decoração simplesmente porque viu algures e gostou. É necessário todo um trabalho de planeamento de de investigação para verificar se no caso específico da sua casa vai ficar bem.

Comprar objetos aleatoriamente para colocar na casa, 99% das vezes não resulta bem e é, por isso, outro dos erros de decoração da casa mais comuns e que deve evitar.

2

Não medir

Quem nunca cometeu este erro que ponha a mão no ar. Viu uma promoção espetacular de um móvel que adorou e o seu instinto foi aproveitar de imediato essa redução.

Eis que quando chega a casa, essa peça não cabe onde a tinha pensado colocar. Sabe porque é que isto acontece? Porque cometeu outro dos erros de decoração da casa mais comuns: não tirou previamente as medidas.

Nota mental: este passo é indispensável! E deve medir não só o espaço como ter em conta cantos, relevos de rodapés e afins. Por vezes, bastam 2 centímetros de diferença para que a peça já não caiba.

3

Objetos e mobiliário com falta de dedicação

Não maltrate os seus itens de casa! Este é sem dúvida um dos grandes erros de decoração da casa mais comuns. Se há coisa que afeta o feng shui dos espaços e mesmo o estado de espírito é chegar a uma casa com mobiliário maltratado.

Uma coisa é o desgaste natural das coisas, outra são sinais bem visíveis de uma gestão irresponsável e desleixada. Trate das suas coisas como trata de si, só isso já vai melhorar muito o resultado final!

4

Não seguir uma linha de decoração

Sim, é verdade que pode (e deve) misturar mais do que um estilo decorativo. O problema é que as pessoas acabam por fazê-lo de forma ad hoc e não pode ser assim. É necessário ter alguns conhecimentos do que liga bem com o quê e o que funciona no espaço a decorar.

Na dúvida, peça a opinião de um especialista! Caso contrário, pode cair no erro de ter uma casa “poluída”.

5

Má escolha das cores

Especialistas no tema referem que

“ambientes decorados com cores neutras podem ser elegantes, mas, se não houver uma boa composição, podem também deixar os ambientes muito monótonos. O contrário também é válido, ambientes com muita informação de cores tornam-se carregados e não convidativos à permanência”.

É por isso que esta questão é absolutamente fulcral na decoração de uma casa e não deve ser escolhida com leveza.

Faça testes de cor, informe-se com especialistas, peça amostras e só depois de tudo isto deve partir para a pintura propriamente dita. Acredite que vale a pena, para depois não se fartar rapidamente do que tem ou sequer para se arrepender.

6

Itens a mais

Não compre por impulso! Este é um erros de decoração da casa mais comuns e que deve evitar a todo o custo. Uma casa cheia de quinquilharia, de objetos que nem conseguem respirar não vai resultar, nem vai conseguir transmitir o ambiente que pretende com tanta coisa lá dentro.

Mesmo que tenha peças de qualidade nem vão sobressair com tanto para gerir e expor.

decoração sustentável
Veja também Decoração sustentável: 15 ideias para fazer em casa
7

Esquecer da iluminação

A iluminação é fundamental para o efeito final da decoração, até porque tem o poder de valorizar ou prejudicar o seu ambiente ou anulá-lo.

Pense sempre muito bem na iluminação correta para cada ambiente. Tipo de candeeiro, intensidade da luz, altura do mesmo, tudo. Considere todos os pormenores.

8

Excesso de furos na parede

Tenha cuidado com as suas paredes. É muito comum ir furando as paredes para pendurar quadros ou enfeites e depois retirar. O que acontece é que a parede vai ficando cheia de pequenos buracos e de marcas feias que se notam a olho nu.

Para si pode até passar despercebido, por estar habituado, mas acredite que quando se entra numa casa pela primeira vez ou poucas vezes, esses pormenores saltam logo à vista, e podem ser a “morte do artista”.

Evite fazer muitos furos e, se fizer um indevido, trate de o tapar de seguida e de tratar da parede.

9

Ser descuidado com as plantas

Outro dos grandes erros de decoração da casa mais comuns: ter plantas só porque sim e não ter nenhum cuidado com as mesmas. Para isso é preferível ter plantas artificiais! As plantas naturais exigem cuidado, tempo, dedicação e sim, carinho!

No limite, escolha plantas que exijam o mínio dos cuidados (mas terá sempre de ter algum). Caso contrário, entre uma planta infeliz e maltratada e nada, é preferível optar por outro objeto.

10

Ambientes desorganizados

Não deixe as coisas fora do lugar! Depois de usar, volte a arrumar: este deve ser o lema!

Ter tudo desorganizado vai arruinar toda a decoração de sua casa, além de afetar o seu estado de espírito e mandar embora a vontade de estar em casa e usufruir do espaço.

Além disso, incentive a participação de todos nas tarefas de organização e arrumação.

11

Não garantir espaço de circulação

Esta dica é fundamental! Garanta que entre a disposição dos móveis e itens de decoração lá em casa fica sempre uma margem, margem essa confortável, para a passagem das pessoas. Não vai querer que a sua casa pareça um cubículo desorganizado e sem qualquer graça, pois não?

Até pode ter a sorte de ter divisões bem grandes, mas se o espaço estiver mal distribuído e sem áreas limpas de passagem, vai, garantidamente, parecer bem mais pequeno.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].