ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Catarine Martins
Catarine Martins
08 Jul, 2021 - 15:09

9 erros que deve evitar nos saldos

Catarine Martins

É a época de comprarmos as peças que queremos e precisamos, por um preço mais em conta. Contudo, há alguns erros comuns que deve evitar nos saldos.

erros que deve evitar nos saldos

Os saldos são sempre uma das épocas mais esperadas, sobretudo por quem gosta de roupa. Afinal, são a oportunidade perfeita de conseguir as peças que se andou a namorar toda a estação, por um preço melhor. Contudo, numa era em que a palavra de ordem é sustentabilidade, nunca como agora fez tanto sentido identificar os erros comuns que deve evitar nos saldos.

A verdade é que todas nós temos, ou já tivemos, pelo menos uma peça que comprámos nos saldos e nunca usámos. Sim, estamos a falar daquela que ficou encostada e da qual nunca mais se lembrou.

Experimente abrir o armário e contar as peças que ainda têm etiqueta, porque comprou por impulso e nunca usou.

A ideia é passar a comprar apenas o que realmente precisa e vai usar. Por isso, esteja atenta a estes erros, e fuja deles.

Erros que deve evitar nos saldos: os 9 a ter em conta

1

Não arrumar o armário antes dos saldos

Antes de comprar qualquer peça nos saldos, é importante que arrume o armário, de forma a perceber tudo o que tem, e o que lhe falta.

Isto permitirá que tenha uma maior clareza sobre as peças que realmente precisa comprar, evitando que compre o que não lhe faz falta. Ou pior: que compre peças só porque estão baratas.

Nesse sentido, aproveite a arrumação do armário para fazer uma lista de peças que quer, ou precisa de comprar, a preço reduzido.

2

Não fazer uma lista

Ir aos saldos, quer seja online quer seja nas lojas físicas, sem uma lista é meio caminho andado para o desastre. Por isso, este é mesmo um dos erros que não pode cometer.

Isto porque, mais vezes do que gostaríamos de admitir, somos tentadas pelos preços baixos, e por peças que achamos bonitas, mas no fim acabamos por não usar.

Pense no seu armário de uma maneira mais funcional, e foque em comprar as peças de que precisa. E lembre-se que comprar peças de qualidade é sempre uma aposta segura, mesmo que sejam mais caras.

Mulher a fazer compras nos saldos
3

Não estabelecer um orçamento

Sim, deve sempre fazer contas e perceber qual é o limite de dinheiro que pode gastar.

Aposte em compras conscientes, e evite ultrapassar o orçamento que estipulou para os saldos. Isto vai ajudá-la a fazer melhores compras, sem dores de cabeça financeiras.

4

Não apostar em qualidade

Muitas vezes tendemos a preferir quantidade a qualidade, o que se traduz em peças que não duram mais de uma estação, sem rasgar ou ficar feias.

Peças de boa qualidade, de bons materiais e com bons acabamentos, ou peças intemporais que vai usar muito são, sem dúvida, as melhores compras para os saldos. Mesmo sendo mais caras.

Assim, esteja atenta às peças que valem mesmo a pena, como carteiras ou casacos em pele, camisolas de caxemira, blazers ou camisas e vestidos de algodão. Privilegie as fibras naturais, uma vez que permitem que a pele respire.

As peças de maior qualidade tendem a ser mais caras, mas duram muito mais absolutamente impecáveis do que as de má qualidade.

Saldos da Zara já começaram
Veja também Saldos da Zara: as 8 melhores peças de mulher que não pode perder
5

Comprar o tamanho errado

Quem nunca comprou uma peça dois tamanhos acima só porque estava barata? A promessa é sempre a mesma: “depois mando apertar ou arranjar”, mas a verdade é que isso acaba por nunca acontecer. São peças que vão ficar para sempre no fundo do armário.

Isto também se aplica às peças com defeito, com a desculpa de que depois tentaremos uma qualquer técnica de DIY para podermos usá-las.

Tem defeito? Deixe ficar na loja. Não há o seu tamanho? Paciência, vai ter de ficar para trás.

Compre apenas aquilo que lhe fica bem, e que está em perfeito estado.

6

Comprar só pelo preço

Outro dos grandes erros que deve evitar nos saldos, é comprar só porque está com “grande desconto”. Antes de trazer a peça, pense se vai realmente usar, mesmo que o preço seja muito baixo e apelativo.

Lembre-se da lista que estabeleceu e evite ao máximo cair em tentação. Caso contrário vai acabar com um armário cheio, mas sem nada para vestir.

7

Comprar peças muito baratas

Os saldos foram feitos para aproveitarmos e investirmos naquela peça mais cara, em que a redução de preço faz realmente a diferença.

Uma “pechincha” de vez em quando não faz mal a ninguém, mas evite chegar a casa só com peças de 9,90€ que agora estão a 5€.

Aposte naquelas peças que normalmente não compraria, porque são demasiado caras, mas que valem mesmo a pena nos saldos.

São elas que vai conseguir usar durante anos, sem precisar de comprar outra vez.

8

Não experimentar

Mesmo que estes saldos esteja a preferir as compras online, de forma a evitar aglomerações, assim que a peça chegar a sua casa é muito importante que a experimente.

Nunca guarde nada no armário sem experimentar e ter a certeza que gosta de se ver.

Afinal, muitas vezes só porque o preço é convidativo acabamos por nos enganar. E uma vez mais, acabamos com um armário cheio de monos.

Prefira roupa de bons materiais, que lhe assente na perfeição e que sabe que vai mesmo usar.

9

Achar que precisa comprar alguma coisa só porque são saldos

Não é porque os saldos estão aí que precisa, necessariamente, de comprar o que quer que seja. Lembre-se de que o seu guia deve ser a lista das peças que quer e precisa.

Numa era em que a preocupação com o ambiente é cada vez maior, nunca como agora fez tanto sentido tem um consumo consciente.

Memorizou os grandes erros a não cometer nestes saldos? Evite-os e faça compras ainda melhores.

Veja também