ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
João Abreu
João Abreu
08 Jan, 2021 - 11:52

Como evitar ter os vidros do carro embaciados no inverno: saiba tudo

João Abreu

Nos dias de chuva, é frequente a condensação surgir no interior dos automóveis. Por isso, saiba como evitar ter os vidros do carro embaciados no inverno.

vidro do carro embaciado

A condensação e humidade que resultam dos dias de chuva ou frio frequente provocam situações de incómodo a todos os que circulam na estrada. Entre outras, o embaciamento dos vidros é um problema recorrente. Por isso, e no sentido de promover uma condução mais segura, é importante saber como evitar ter os vidros do carro embaciados no inverno.

Embora seja uma situação frequente, se não atuar de imediato e eficazmente, a visibilidade fica comprometida e, consequentemente, a segurança na condução.

Para além disso, mais do que solucionar o problema, há que o prevenir e, para tal, existem produtos, truques e dicas bastante simples para contornar esta situação.

Compreender o fenómeno

Porque é que os ficam os vidros embaciados

A explicação para esse fenómeno é fácil de perceber: resulta do choque térmico entre os ambientes do interior e exterior. Ou seja, a ocorrência da condensação ocorre especialmente quando o ar no interior do automóvel está mais quente do que o ar no exterior.

O aumento deste fenómeno intensifica-se quando a humidade entra em contacto com o vidro frio. Ao mesmo tempo, a respiração das pessoas, o cabelo, a roupa e os itens molhados intensificam o risco térmico e o fenómeno agrava-se.

Como evitar ter os vidros do carro embaciados no inverno

Limpeza regular dos vidros

A primeira boa dica sobre como evitar ter os vidros do carro embaciados no inverno ou em qualquer outra altura do ano é limpar frequentemente esta superfície.

A acumulação de sujidade nos vidros, como pós e óleos derivados do uso diário do carro, é um aliado na acumulação de humidade, o que promove e facilita o embaciamento dos vidros. Desta forma, um dos melhores truques para evitar ter os vidros do carro embaciados é mesmo limpá-los pelo menos uma vez por semana.

Recorra a produtos hidrofóbicos, cujo efeito é a prevenção do embaciamento. Estes líquidos repelem a água e criam um género de película anti-aderente à humidade.

Cera automóvel

A cera automóvel não serve apenas para deixar o carro brilhante e bonito.

Aplique uma camada fina de cera no interior e no exterior dos vidros do carro de forma uniforme. Depois, use um pano limpo para tirar excessos até não ver qualquer vestígio de cera automóvel.

Assim, será criada uma camada que repele a humidade e evita, consequentemente, o embaciamento dos vidros.

O aconselhável é repetir o processo de duas em duas semanas.

Batata crua

O “truque da batata às rodelas” pode parecer algo inventado para o sujeitar às risadas dos seus amigos, mas a verdade é que é um método frequentemente utilizados nos ralis e tem uma base científica que explica porque é que esta ação resulta.

Recorra a uma batata crua e parta-a ao meio. Esfregue a metade pelo interior do vidro e, depois, passe um pano húmido. O que acontece é que o amido da batata vai criar um tipo de película que repele a humidade, evitando, assim, a condensação e o embaciamento dos vidros. Pode, igualmente, repetir o processo no exterior do vidro, para uma melhor visibilidade.

Para além disso, e ao contrário do que se possa pensar, este processo não deixa os vidros sujos ou marcados.

Outras formas de evitar o embaciamento

como evitar ter os vidros do carro embaciados no inverno

Para além das apresentadas acima, há ainda outros truques referidos quando a questão é a prevenção do embaciamento dos vidros.

Por exemplo, diz-se que recorrer à areia 100% sílica que, normalmente, associamos aos gatos, pode funcionar. Isto porque a sílica impede que as gotículas de água se acumulem, absorvendo a humidade do ar. Assim, os vidros não embaciam tão facilmente.

Neste caso, deve encher um par de meias com areia absorvente para gatos 100% sílica. Depois, basta colocar a meia de baixo do banco de passageiro.

Mais ainda, e como resposta à questão “como evitar ter os vidros do carro embaciados no inverno”, há também quem recorra ao truque da barra de sabão. Ao aplicar uma camada de sabão em barra nos vidros e secar, de seguida, com um pano, vai criar-se uma espécie de película que irá proteger o vidro da acumulação de humidade.

Já tem os vidros embaciados? Saiba como desembaciar

A forma mais usada pelos condutores é, certamente, a ventilação do carro. Direcione a saída do ar para o pára-brisas e acione a opção para desembaciar. Acione esta opção também para o óculo traseiro.

Ao secar o ar, a humidade é fortemente reduzida e o embaciamento não será mais um problema dentro do seu carro.

Pode, também, recorrer a líquidos desembaciadores, facilmente disponíveis em lojas.

A sugestão de um expert

Mark Rober, ex-engenheiro da NASA, explicou um poucos passos como conseguir desembaciar mais rapidamente os vidros do carro.

  1. Ligar a ventilação no máximo;
  2. Ligar o ar condicionado;
  3. Desligar o botão de circulação de ar;
  4. Abrir um pouco as janelas do carro.

A partir daqui, recomenda-se que programe o ar condicionado para manter o ambiente a 18 ou 19 graus (a partir dos 20 graus, normalmente, aumentará o consumo de combustível);

O que não fazer quando isso acontece?

Normalmente, a preocupação primária dos condutores limita-se a passar um pano, um lenço ou as próprias mãos sobre as pequenas gotas de água já acumuladas nas zonas húmidas sobre o vidro.

Contrariamente ao que é comum, saber como desembaciar vidros não deve passar por limpá-los com um pano ou ouro tecido.

Não é uma boa solução, pois apenas vai transformar a humidade em gotas de água (que se voltarão a libertar, iniciando novamente o processo) e provocar sujidade nos vidros.

O pó, a poluição e a própria humidade e gordura das mãos criam uma película oleosa invisível. Ao espalhar sujidade, os vidros ficam ainda mais embaciados, obrigando os condutores a repetir o mesmo processo.

Em alguns casos, a operação de limpeza é já feita com o carro em movimento, colocando em risco iminente a segurança na condução.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].