Elsa Santos
Elsa Santos
17 Ago, 2016 - 11:14
Exemplo de carta de apresentação e 10 dicas para o sucesso

Exemplo de carta de apresentação e 10 dicas para o sucesso

Elsa Santos

Este pode ser o primeiro contacto com o possível empregador. Confira as nossas dicas e o exemplo de uma carta de apresentação que não passará despercebida.

O artigo continua após o anúncio

Antes de lhe propormos um exemplo de carta de apresentação, clarificamos o conceito: a carta de apresentação é um instrumento de apresentação formal a uma empresa e deve ser resumido, simples e apelativo. Juntar uma carta de apresentação ao seu currículo poderá ser bastante útil, pois ajudará o possível empregador a conhecê-lo melhor.

Exemplo de carta de apresentação e sugestões úteis

Em situações de candidatura espontânea, a carta de apresentação é muito importante e deve ser vista como uma estratégia para se dar a conhecer e conseguir uma oportunidade de entrevista. Antes de proceder ao envio, faça o seu estudo de mercado e adapte o seu currículo e carta de apresentação ao lugar e à empresa que pretende contactar.

Mas a carta de apresentação não é só utilizada em situações de candidatura espontânea. São também várias as vezes em que, para responder a um anúncio de emprego, lhe é pedida, para além do currículo, uma carta de apresentação.

10 dicas para uma carta de apresentação de sucesso

escrever carta

Aqui ficam as nossas sugestões para que, seja qual for o modelo de carta de apresentação que use, a sua comunicação com a empresa surta o efeito desejado.

1. Dirija a sua carta sempre à pessoa certa: se não sabe quem é o responsável pelo recrutamento na empresa, ligue para lá e pergunte. Isto não é opção – é aquilo que tem que fazer se quer que a sua carta seja lida;

2. Erradique todos os erros da sua carta: gralhas, erros ortográficos e erros gramaticais são absolutamente proibidos. Se o seu Português não é dos melhores, já vai partir em desvantagem, a não ser que aposte num bom corretor ortográfico ou que dê a sua carta a alguém de confiança para ler antes de a enviar à empresa;

3. Aposte numa imagem marcante: se possível, a carta de apresentação deve ter o mesmo cuidado gráfico que o seu CV. Melhor ainda, devem ambos ter a mesma identidade visual. Há recrutadores que escolhem pelos detalhes;

4. Seja original: os modelos que encontrará na internet seguem a estrutura clássica de uma carta formal, mas cada candidato pode – e deve – ir mais longe. Já nenhum recrutador consegue prestar atenção ao “Ex.mo Sr., venho por este meio (…)”. Aposte numa linguagem diferente e que prenda o olhar do seu interlocutor;

O artigo continua após o anúncio

5. Foque-se na empresa: o recrutador não quer saber porque é que vai ser muito importante e desafiante para si trabalhar naquela empresa; quer, sim, perceber o que é que a empresa vai ganhar se o contratar a si! Foque a sua carta nos benefícios da sua contratação;

6. Vantagens competitivas: refira-as! Se é elegível para uma medida de apoio à contratação, como um estágio do IEFP, que resulte em poupança para a empresa, não tema escrevê-lo na sua carta de apresentação. Explique claramente que ao contratá-lo a si, além de todas as suas qualidades como profissional, a empresa terá acesso a benefícios fiscais;

7. Responsabilize-se pelo próximo contacto: não fique eternamente à espera que o contactem depois de enviar a sua carta de apresentação; tome a iniciativa de ligar para a empresa;

8. Selecione as empresas que contacta: elabore o seu top 10 de empresas e, para essas, planeie uma abordagem mais personalizada. Entregue a carta e o CV em mãos e faça um bom follow-up;

9. Evite palavras modestas: seja autêntico e assertivo em relação às suas competências. Se o seu Inglês é excelente, diga que é excelente, e não apenas que “acha que possui bons conhecimentos de Inglês”. As empresas adoram candidatos autoconfiantes;

10. Autoconfiança, sim, arrogância, não: não exagere nem minta na sua carta de apresentação. Lembre-se que um bom entrevistador desmascara de imediato um mentiroso!

11 dicas para fazer um currículo perfeito
Veja também 11 dicas para fazer um currículo perfeito

Estrutura uma carta de apresentação

1º parágrafo: refira o motivo que o leva a procurar a empresa e a querer candidatar-se ao posto de trabalho. Comece com uma frase forte sem entrar em clichés. Seja direto e original;

2º parágrafo: relacione a sua formação e experiência com a atividade da empresa e demonstre como poderá ser útil para a função em questão;

O artigo continua após o anúncio

3º parágrafo: disponibilize-se para uma entrevista;

4º parágrafo: despeça-se cordialmente.

A carta deverá ser datada, assinada e fazer referência ao currículo que acompanha.

Exemplo de carta de apresentação

(Nome do Candidato)

(Morada)

(Telefone / Telemóvel)

(E-mail)

(Localidade, dia, mês e ano)

O artigo continua após o anúncio

Exmo. (a) Sr. (a)

(Nome do destinatário/Cargo/Empresa),

O meu nome é ______________________________ e sou licenciado(a) em ______________, pela ____________________________. O meu objetivo é desenvolver as minhas capacidades e aplicar os conhecimentos adquiridos numa empresa a operar a nível multinacional.

Ao longo do meu percurso académico e profissional, desenvolvi várias atividades tais como, _____________________________, que me permitiram adquirir experiência prática na(s) área(s) de __________________________. Encaro com entusiasmo a possibilidade de integrar uma empresa de prestígio e líder no mercado neste ramo de atividade.

Comunico-lhe total disponibilidade e interesse em aprofundar as razões desta candidatura.

Na certeza que esta carta merecerá a melhor atenção de V.Exa., subscrevo-me com os melhores cumprimentos.

(Assinatura do candidato)

Anexo: Curriculum Vitae

Veja também
Partilhar Tweet Pin E-mail WhatsApp