Paula Carvalho
Paula Carvalho
04 Nov, 2019 - 15:01
plantas dispostas num escadote de madeira

Quer fazer um jardim de inverno em casa? 5 dicas a ter em conta

Paula Carvalho

Se deseja animar a sua casa sem ter de fazer um investimento elevado, confirme aqui cinco dicas muito simples para obter um bonito jardim de inverno.

O artigo continua após o anúncio

Ter um jardim de inverno é uma tendência que se está a popularizar no nosso país, sobretudo nos imóveis que não possuem quintais ou qualquer outro tipo de espaço exterior.

Esta opção, que consiste basicamente num jardim interior, torna os espaços bastante mais acolhedores, tranquilos e visualmente interessantes, assegurando um colorido natural, inesperado e sedutor. Além disso, possibilita ainda valorizar áreas que, de outro modo, poderiam ficar desaproveitadas.

Se está a considerar enriquecer o seu lar com um jardim de inverno, mas pretende evitar um grande investimento, fazendo o trabalho por si próprio, saiba que tal ideia não é de todo uma missão impossível.

Apresentamos-lhe cinco dicas muito simples e práticas, para que possa dar início imediato ao seu projeto de trazer a natureza para dentro de casa.

JARDIM DE INVERNO em casa: dicas imperdíveis

homem a regar plantas

1. Escolha do local

Este é o primeiro passo que tem de seguir e, provavelmente, o mais importante, uma vez que vai influenciar tudo o resto.

Assim, assumindo que a planta da sua casa não prevê antecipadamente este espaço, quando estiver a analisá-la em busca do melhor lugar para montar um jardim de inverno, tenha presentes as seguintes indicações:

  • Presença obrigatória de luz natural;
  • Escolher as plantas tendo em conta que irão sempre gerar alguma humidade.

Nota: o jardim de inverno pode ser previsto num espaço fechado ou numa área aberta, devidamente isolada/identificada.

Sugestões:

  • Apartamento: a alternativa mais eficaz será fechar uma varanda, deixando o teto em vidro; no caso de não querer/poder alterar a estrutura exterior do prédio, terá de encontrar um espaço com bastante luz, como or exemplo sob uma claraboia, por baixo de uma escada ou junto a uma janela bem ampla;
  • Moradia: adapte um terraço, fechando-o com vidros, à semelhança de uma estufa; outra hipótese é criar um corredor para o jardim de inverno, construindo um muro alto, paralelo a uma das paredes da casa. Havendo área e um budget um pouco maior, uma alternativa pode ser construir um quarto todo em vidro, no interior da casa.

2. Preparação do espaço

Apesar de haver a hipótese de cultivar as plantas diretamente na terra, este método apresenta algumas desvantagens: terá de preparar um espaço especificamente para o jardim, o piso e paredes estarão mais expostos a problemas de humidade e as raízes das plantas vão crescer de forma desorganizada.

Assim, a nossa recomendação é que opte por cultivar as plantas dentro de vasos. Contudo, lembre-se sempre de tomar algumas precauções com o piso onde vai ficar o jardim de inverno: revista-o com um tipo de material que garanta o isolamento.

3. Seleção das plantas

Quando estiver a escolher as plantas e vegetação que pretende integrar no seu jardim de inverno, tenha apenas presente que devem ser plantas de interior, escolhidas em função da luminosidade e restantes condições do espaço.

Sugestões:

  • Palmeiras raphi, catos e suculentas, antúrios, samambaias, violetas, begónias, lírios da paz, antúrios, etc.;
  • Uma opção interessante é criar uma pequena horta com temperos, como salsa, manjericão e coentros, ou chás, como hortelã e melissa.

Dicas:

  • Tenha em atenção o crescimento das plantas, evitando raízes muito profundas ou grandes volumes;
  • Disponha as plantas afastadas umas das outras e regue-as moderadamente, de acordo com as necessidades de cada uma.
vaso com flores a decorar um espaço
Veja também Conheça o significado das flores para presentear e decorar a casa

4. Definição da decoração

Apesar de as plantas e vegetação serem reis e senhores no que toca à beleza de um jardim de inverno, a restante decoração do espaço também o vai valorizar e assegurar a sua integração no ambiente do lar. 

Assim, comece por definir o conceito do seu jardim: é rústico, moderno, natural, minimalista, contemporâneo ou outro?

Uma vez selecionada a temática, comece a escolher elementos e formas de decoração, de modo a compor o ambiente.

Sugestões:

  • Escolha vasos em cerâmica, vidro ou outro material que se adapte ao conceito que definiu;
  • Se tiver profundidade, enterre os vasos, deixando de fora apenas as plantas; depois espalhe no solo pedras, pedrisco, casca de pinho, entre outros; complete com placas de deck de madeira;
  • A decoração pode ainda incluir pequenas fontes de pedra, peças de mobiliário, como bancos ou pequenas mesinhas, e até lareiras ecológicas.

5. Manutenção do espaço

De acordo com cada uma das espécies de plantas e vegetação selecionadas, deve-se prever a rega regular e a aplicação de fungicidas e adubos.

Não se esqueça também de retirar todas as folhas mortas, mantendo o jardim de inverno limpo e bem tratado.

Ter plantas em casa, quando escolhidas devidamente, tem benefícios, tanto para a estética da sua casa como para o próprio ambiente. As plantas podem constituir fatores de bem estar e boas energias, pelo que a opção de ter um jardim de inverno pode ser a ideal, se for amante de plantas e natureza e tiver um gosto especial por decoração.

Esperamos que as nossas dicas lhe tenham agradado e que venham a ser úteis quando decidir avançar com o seu jardim de inverno.

O artigo continua após o anúncio
Veja também