Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
12 Set, 2022 - 18:19

Fertilizar plantas: quando fazê-lo?

Catarina Milheiro

Fertilizar plantas é essencial para o crescimento saudável. Esta é uma forma eficaz para resistir às pragas e doenças que possam aparecer.

Fertilizar plantas é, sem dúvida, essencial para garantir o bom desenvolvimento das mesmas. Afinal, elas dependem de uma série de nutrientes e sais minerais para se desenvolverem corretamente e poderem crescer saudáveis.

No fundo, tal como o ser humano precisa de hidratos de carbono, nutrientes, vitaminas e outras coisas para se manter vivo e saudável, as plantas também só se conseguem desenvolver quando obtêm uma boa quantidade de nutrientes.

Assim, é extremamente importante que se faça uma fertilização regular, já que os ingredientes contidos no fertilizante ajudam no crescimento das plantas e fortalecem as suas capacidades de resistência a doenças e pragas.

Por isso, se tiver plantas espalhadas pela sua casa já sabe! Talvez esteja na hora de as fertilizar. Fique connosco e saiba quando o deve fazer e de que forma.

Tudo sobre fertilizar plantas

Todos nós sabemos que quando as plantas estão nos seus habitats naturais, conseguem obter mais facilmente os nutrientes que precisam através da matéria orgânica em decomposição.

Ora, quando se tratam de plantas de interior que vamos mantendo em vasos espalhadas pelos nossos lares, estas não têm acesso a essa matéria orgânica. Por essa razão necessitamos de fertilizar as plantas de forma adequada.

Contudo, nem sempre sabemos muito bem como devemos proceder. E a verdade é que, muitas vezes, acabamos por nem tratar delas com medo de as estragar ou matar até. Para que isso não aconteça, explicamos tudo.

Que tipo de nutrientes necessitam as plantas?

Primeiramente, é importante percebermos quais são os nutrientes que as plantas precisam para se desenvolverem corretamente. Vamos focar-nos nos 5 principais:

  • Potássio: melhora o sabor de frutos e legumes e aumenta a resistência das plantas contra pragas e doenças;
  • Azoto: é o nutriente responsável pelo crescimento das plantas;
  • Magnésio: é crucial para que as folhas se mantenham sempre verdes (clorofila). Para além disto, influencia ainda a gestão hídrica da planta;
  • Fósforo: promove o desenvolvimento das raízes das plantas e ajuda na formação de flores e frutos;
  • Cálcio: aumenta a capacidade de resistência da planta e fortalece o tecido.

Quando é que as plantas de interior devem ser fertilizadas?

A melhor época para fertilizar plantas de interior é na primavera e no verão (quando se encontram na fase de crescimento ativo). Ao fazê-lo nesta época garante que as suas plantas têm as condições ideais para crescerem saudáveis.

Além disto, saiba que se mora numa região mais fria, não é recomendável fertilizar depois de finais de agosto. Faça-o apenas se se tratar de um fertilizante de outono que seja rico em potássio para determinados arbustos e plantas perenes que possa ter em casa.

Relativamente à melhor altura do dia para fazer a fertilização, o mais recomendado é optar por fazê-lo de manhã cedo ou à noite.

Como deve ser feita a fertilização? São 4 os passos a seguir

1.

Limpar as plantas

Antes de iniciar a fertilização das suas plantas de interior, deve certificar-se que nenhuma delas tem uma praga ou doença. Para o efeito, observe bem a planta e verifique se não existem pequenos insetos nas suas folhas. Se reparar que existem, aplique primeiro um inseticida.

Depois, retire todas as folhas murchas e estragadas que a planta tenha para que as folhas saudáveis consigam absorver os nutrientes.

2.

Regar antes de fertilizar

Uma das regras gerais da fertilização é precisamente esta: nunca deve fertilizar uma planta que não tenha sido regada ou que tenha a terra totalmente seca.

Para que não tenha dúvidas, saiba que a terra dos seus vasos deve ser regada 2 ou 3 dias antes da fertilização para que se mantenha húmida. O que se pretende é que a planta absorva a quantidade necessária de nutrientes, sem que sejam em demasia.

3.

Preparar o fertilizante de acordo com as instruções da embalagem

Se vai optar por um fertilizante líquido, deve saber que este é, por norma, concentrado. O que significa que deve ser diluído em água, tendo por base as instruções da embalagem.

Note que todas as embalagens de fertilizante referem o modo de aplicação e, por isso mesmo, será fácil perceber em quantos litros de água deverá diluir uma tampa do frasco de fertilizante.

4.

Aplicar na planta

Para que a fertilização seja eficaz, deve espalhar o líquido fertilizante de maneira uniforme por toda a parte superior do solo aos pouquinhos – até que comece a sair pelos furos de drenagem do vaso.

No mínimo, devem ser duas aplicações de fertilizante com um intervalo de 15 dias, no início da primavera e no início do verão.

Em relação ao tipo de fertilizantes, existem diversos e para vários tipos de plantas. Mas no caso das plantas de interior, o mais indicado é o fertilizante para plantas verdes.

Agora que já sabe quando e como fertilizar as suas plantas, chegou o momento de o colocar em prática! Verá que o seu crescimento será muito mais rápido e saudável.

Veja também