Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Márcio Matos
Márcio Matos
15 Fev, 2019 - 12:18

8 filmes mais românticos de sempre para ver e suspirar

Márcio Matos

Conheça os filmes mais românticos de sempre. Histórias que marcaram a sétima arte e mostram como as melhores coisas na vida não têm preço. Saiba mais.

8 filmes mais românticos de sempre para ver e suspirar

Ao longo da história do cinema, foram muitas as obras que contribuíram para o fortalecimento de relações. Diversas foram as sessões de cinema que permitiram que o amor fosse alimentado. A partilha, a cumplicidade e o amor foram crescendo com todos aqueles momentos vividos numa sala de cinema. Pipoca a pipoca, gargalhada a gargalhada, beijo a beijo.

Os filmes mais românticos de sempre contribuem de forma ainda mais esmagadora e célere para o estabelecimento de alicerces sólidos na relação. São filmes que, para além de puro entretenimento, ensinam a amar.

Nenhum excesso ou exagero é desculpável, pois o amor só é poderoso se for partilhado por ambos os elementos da relação. A realidade é que nem toda a gente sabe amar e os filmes mais românticos de sempre podem ajudar a educar um sentimento como o amor, onde é inegociável e imprescindível o respeito, a liberdade, a cumplicidade.

8 filmes mais românticos de sempre para ver com a cara-metade

1. Dança comigo, 1987

O primeiro dos filmes mais românticos de sempre que apresentamos remonta aos anos 80. Patrick Swayze forma com Jennifer Grey um dos pares mais românticos da história do cinema. O salto de Jennifer para os braços de Patrick será recordado para sempre como um dos momentos românticos mais memoráveis da sétima arte.

Johnny Castle e Baby Houseman formam uma improvável dupla. Johnny Castle (Patrick Swayze) é um instrutor de dança, enquanto que Baby Houseman é apenas uma jovem a usufruir do verão num resort, quando se deixa encantar pela dança e pelo seu instrutor.

2. Eduardo Mãos de Tesoura, 1990

Este filme, saído do génio notável de Tim Burton, mistura a história de um par romântico com muita fantasia. Um fantástico Johnny Depp e uma inocente Winona Ryder assumem os papéis principais de um filme que ficou no baú de memórias de muitas gerações.

Um jovem que tem tesouras no lugar das mãos vive escondido e solitário, afastado da população, até que surge uma jovem da cidade e o integra no mundo real.

3. Ghost – Espírito do Amor, 1990

Jerry Zucker é o realizador desta película sobre um amor que sobrevive à morte. Patrick Swayze (P.S.), Demi Moore e Whoopi Goldberg (W.G.) são o trio de protagonistas desta irresistível história de amor.

Sam Wheat (P.S.) é assassinado e, em modo de entidade fantasmagórica, contacta com Oda Mae Brown (W.G.) que consegue comunicar com os mortos. Esta compromete-se a falar com Molly Jensen (mulher de Sam) de forma a convencê-la de que o espírito de Sam tem algo para comunicar…

4. Antes do Amanhecer, 1995

Escrito e realizado por Richard Linklater, este filme conta uma história de amor enternecedora entre Jesse e Céline, interpretados por Ethan Hawke e Julie Delpy, respetivamente.

Dois jovens encontram-se de forma puramente casual num comboio, numa viagem. A conversa surge de forma desinteressada, mas a sucessão de perguntas e respostas desencadeia uma série de horas de partilha e de cumplicidade. Ambos sabem que aquela é provavelmente a única noite que passarão juntos, mas podem tornar o momento em algo absolutamente especial. Esta é uma história de amor com sequelas (Antes do Anoitecer, de 2004, e Antes da Meia-Noite, de 2013) – uma trilogia raríssima neste tipo de filme.

5. Titanic,1997

James Cameron é o realizador de um filme em que a banda sonora dá um contributo memorável. Leonardo DiCaprio e Kate Winslet são um dos pares românticos que nos surge, obrigatoriamente, no baú das memórias, sempre que recordamos filmes românticos ou cenas míticas de um casal apaixonado. Ela é muito rica e ele é muito pobre, mas a ligação que os une é muito mais forte que o estatuto social e económico. Contudo, a Natureza possui uma força imbatível e inabalável que põe em causa a sobrevivência do casal.

6. Moulin Rouge, 2001

Este musical, escrito e realizado por Baz Luhrmann, tem na deslumbrante Nicole Kidman e no eclético Ewan McGregor o casal de protagonistas. Em Montmartre, em Paris, está o Moulin Rouge. Um lugar onde a amoralidade, o sexo e as drogas proliferam. Neste universo perverso, um clube noturno e um bordel recebem os mais variados clientes, mas há uma dança –  o cancan –  que choca e encanta muitos deles. Christian apaixona-se por Satine, uma bela cortesã do Moulin Rouge. Existe uma sucessão de peripécias que colocam em causa este amor.

7. O Fantasma da Ópera, 2004

O trio de atores Gerard Butler, Emmy Rossum e Patrick Wilson protagonizam o triangulo amoroso que desencadeia uma série de momentos de puro entretenimento. Uma jovem soprano (E. Rossum) torna-se na obsessão de um génio musical desfigurado (G. Butler). Este vive por baixo da Paris Opera House e a sua obsessão pela jovem leva-o a raptá-la. Entretanto Raoul (Patrick Wilson), também apaixonado pela rapariga, não desiste de lutar pelo seu amor. Este filme realizado por Joel Schumacher é inspirado na obra de Andrew Lloyd Webber.

8. Diário da nossa paixão, 2004

O último dos filmes mais românticos de sempre sugeridos arranca suspiros a qualquer um. Rachel McAdams e Ryan Gosling protagonizam o casal bombástico deste filme que continua a maravilhar quem vê ou revê a película. Nick Cassavetes é o realizador desta história sobre um amor impossível entre um jovem pobre e uma jovem rica. As diferenças de estatuto social e outros obstáculos que surgem levam ao afastamento do par, mas a vida encarrega-se de proporcionar um reencontro memorável entre ambos.

Veja também: