Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Inês Pereira
Inês Pereira
03 Jul, 2018 - 15:46

Fraldas reutilizáveis: vantagens, desvantagens e preços

Inês Pereira

A crescente preocupação com o meio ambiente tem feito com que as fraldas reutilizáveis ganhem mais e mais popularidade entre os pais. Conheça as vantagens.

Fraldas reutilizáveis: vantagens, desvantagens e preços

Nos últimos anos, a preocupação com o excesso de poluição e, consequentemente, com o meio ambiente tem vido a ocupar cada vez mais as conversas do dia-a-dia. Neste sentido, nem os pais e futuros pais ficam de fora e, portanto, as fraldas reutilizáveis têm vindo a conquistar cada vez mais adeptos.

Ora, para além de ajudar o ambiente, estas fraldas também contribuem para a saúde e bem-estar do seu bebé, já que, ao contrário das fraldas descartáveis, não contêm componentes químicos. Chegou a hora de saber tudo sobre este produto, incluindo as suas vantagens de A a Z.

Tudo sobre fraldas reutilizáveis

saiba tudo sobre fraldas reutilizáveis

As fraldas reutilizáveis ou ecológicas funcionam como as fraldas de pano da era moderna – e desengane-se se está a imaginar um pedaço de tecido velho enrolado no seu bebé. Muito diferentes das fraldas de pano utilizadas antigamente, hoje em dia, as fraldas reutilizáveis são práticas e vêm acompanhadas de padrões divertidos.

A melhor parte é que há para todos os gostos, desde as mais parecidas às fraldas descartáveis (uma espécie de tudo-em-um pronto a usar) às superabsorventes, passando pelas que duram desde o nascimento até ao desfralde. A oferta é vasta e continua a crescer, sempre com preços possíveis para todas as carteiras.

Escolher fraldas reutilizáveis permite uma poupança significativa a nível financeiro e, por outro lado, evita a produção de resíduos que podem demorar até 450 anos a decompor-se.

Monetariamente, a poupança ronda os 500€ anuais por criança. Já no que se refere ao ambiente, uma investigação da Quercus revelou que a utilização de fraldas reutilizáveis evita a produção de uma tonelada de resíduos por bebé.

Sim, leu bem: uma tonelada por bebé. Segundo a Quercus, ao optar por fraldas reutilizáveis está a contribuir para a uma diminuição de 40 mil toneladas de lixo por ano em Portugal.

No entanto, existe também o fator saúde. A verdade é que as fraldas descartáveis têm químicos na sua composição que não só agridem a pele do bebé como correm o risco de entrar na corrente sanguínea, podendo originar alergias, dermatites ou até doenças cancerígenas. Por outro lado, tratando-se de fraldas de algodão, a pele do bebé pode respirar naturalmente.

Os preços, esses, são muito variados e dependem da marca e do tipo de fralda. Contudo, pode dizer-se que variam entre os 13€ e os 25€.

Posto isto, a desvantagem é a parte da lavagem. Enquanto as fraldas descartáveis são pensadas para irem para o lixo, as fraldas reutilizáveis têm de ser lavadas para que as possa utilizar novamente.

Veja também: