Mónica Carvalho
Mónica Carvalho
12 Ago, 2021 - 18:10

Ganhar dinheiro com reciclagem: é possível e damos 10 exemplos

Mónica Carvalho

Se costuma fazer a separação de lixo, saiba que é possível ganhar dinheiro com reciclagem. Além de uma atitude sustentável ainda é rentável.

ganhar dinheiro com reciclagem

Atualmente, ganhar dinheiro com reciclagem é possível. Se já costuma fazer a separação de lixos em casa, entre lixo doméstico, papel, vidro, plástico e metal, pilhas e outros materiais, então, está no caminho certo, pois já tem um comportamento sustentável muito positivo. E o melhor de tudo é que ainda pode lucrar com esse hábito.

O período passado em confinamento parece ter alertado os portugueses para este tema. De tal forma que a Sociedade Ponto Verde (SPV), uma das principais entidades responsáveis pela recolha seletiva, revelou que o reaproveitamento de resíduos aumentou 13% em 2020. Para tal, foram encaminhadas para reciclagem mais de 409 mil toneladas de embalagens, o que permitiu evitar a emissão de 158 mil toneladas de CO2 para a atmosfera.

De acordo com os dados registados no Sistema Integrado de Gestão de Resíduos de Embalagens (SIGRE), foram recolhidas 132 mil toneladas de papel e cartão, um aumento acima dos 39% face ao ano anterior. Também a separação do plástico subiu (7,6%), bem como dos recipientes de vidro (+1,3%).

Por isso, podemos considerar que os portugueses estão cada vez mais sensibilizados para a importância da sustentabilidade. E ainda há vantagens que pode tirar disso mesmo. Quer saber quais?

10 formas de ganhar dinheiro com reciclagem

Para ganhar dinheiro com reciclagem, convém que saiba qual é a empresa que faz a gestão de resíduos na sua área de residência, porque vai poder entregar os resíduos diretamente nas instalações de recolha.

O segundo ponto a ter em conta é olhar para o lixo como oportunidade de negócio, isto é, o que para muitos é lixo, para outros pode ser uma fonte de rendimento.

Saiba, então, como pode ganhar dinheiro com a reciclagem de determinados materiais.

reciclar em casa
1

Latas

Dependendo do tipo de material utilizado, saiba que um kilograma de latas de alumínio pode valer 0,60€, o que equivale a cerca de 75 garrafas.

2

Metal

O metal é um material 100% reciclável, logo altamente lucrativo, especialmente o cobre – daí que haja uma grande procura por este material. Neste caso, dependendo do tipo de material (alumínio, cobre novo, cobre velho, estanho, cobres de cabos, inox, zinco, entre outros), o valor pago por quilograma pode ir dos 0,20€ aos 3,30€.

3

Tampas e artigos de plástico

Este item já é um clássico neste mundo da recolha para entrega. As tampas de plástico são recolhidas para angariar fundos para diversas instituições de solidariedade ou até de pedidos mais específicos. Não custa nada dar as muitas que acumulamos diariamente.

A ValorSul paga até 350€ por cada tonelada, se entregar diretamente no local. Esta empresa aceita também a entrega de papel e cartão e paga até 100€ por tonelada; por sua vez, as embalagens de vidro são pagas a 25€ por tonelada.

4

Móveis e material elétrico

Na eventualidade de ter mobiliário ou algum tipo de material elétrico em boas condições, então, pode sempre dar-lhes uma segunda vida, vendendo-os a empresas ou lojas de compra e venda de equipamentos ou móveis em segunda mão, ou até vendendo a outras pessoas, antes de se dirigir a uma empresa de gestão de resíduos.

eletrodomésticos usados
Veja também Eletrodomésticos usados: vale a pena o investimento?
5

Elementos de decoração

Por outro lado estará a poupar dinheiro se comprar esse tipo de produtos em segunda mão e dar-lhe uma nova vida: assim pode até conseguir de graça alguns elementos decorativos ou a um preço bem mais baixo do que se comprasse novo.

6

Material eletrónico

Do mesmo modo, há exemplos de lojas, como a Cash Converters, que compra equipamentos em segunda mão, mesmo que nalguns casos estes já não funcionem. O valor que poderá receber depende sempre do tipo de equipamento, bem com as condições em que o mesmo se encontra.

7

Automóveis em fim de vida

Sabia que o seu carro, quando enviado para abate, também lhe pode dar dinheiro? De acordo com o Decreto-Lei n.º 292-A/2000, de 15 de novembro, o incentivo fiscal à destruição de automóveis em fim de vida traduz-se numa redução do imposto a pagar pelo proprietário na compra de automóvel ligeiro novo (cujo nível de emissões de CO2 não ultrapasse os 130gr/km):

  • Redução de 750€, para automóveis ligeiros a destruir, cuja primeira matrícula tenha sido atribuída em período igual ou superior a 10 anos e inferior a 15 anos;
  • Redução de 1000€, para automóveis ligeiros a destruir, cuja primeira matrícula tenha sido atribuída em período igual ou superior a 15 anos.

Todavia poderá ainda ganhar algum dinheiro adicional se levar o seu carro para abate: entre 150€ a 500€.

8

Roupa

Algumas empresas de pronto-a-vestir apostam na reciclagem de roupa e têm realizado algumas campanhas nesse sentido, oferecendo incentivos aos aderentes, nomeadamente a oferta de vouchers de desconto.

Assim, poderá entregar roupa usada e receber, em troca, vales de desconto na compra de novas peças. H&M, C&A e Zara são exemplos disso mesmo.

Além disso, pode sempre vender as suas roupas online, quer crie uma página própria para o efeito, mas também em plataformas específicas, como a Vinted ou a Micolet.

9

Artesanato

O que para uns é lixo, para outros pode ser ouro e alguns materiais podem ser aproveitados para fazer verdadeiras obras de arte, se tiver jeito para a coisa.

Mesmo que de uma forma pequena, os artesãos profissionais ou amadores que utilizam matérias-primas que iriam para o lixo podem, de facto, estar a lucrar com a reciclagem.

Depois poderá vender as peças em feiras de rua, online ou até junto do seu grupo de amigos e familiares.

10

Compostagem

Sim, é possível ganhar dinheiro com reciclagem através da compostagem. Repare: todos os dias desperdiçamos cascas de ovos, de frutas e vegetais, entre outros resíduos orgânicos, que funcionam como fertilizantes de plantas caseiras.

Por isso ou pode tirar proveito próprio e evitar ter de comprar elementos para as plantas ou até mesmo vender a compostagem a outras pessoas.

reciclagem em casa

Governo dá senhas em troca de plásticos

A medida foi dada a conhecer em 2018 e já está em vigor em alguns supermercados de maiores dimensões e das insígnias mais conhecidas.

Assim, poderá levar as suas garrafas para o supermercado, com o objetivo de garantir o seu encaminhamento para reciclagem e a produção de reciclado de elevada qualidade e receber algum valor por isso.

Relativamente ao desconto obtido, o valor irá variar entre 0,02€, para garrafas entre 100 mililitros e 0,5l, e 0,05€ para garrafas entre 0,5l e 2l.

Vantagens em fazer reciclagem

Como se isto ainda não fosse atrativo o suficiente, queremos mesmo alertar a sua consciência para a importância da reciclagem e, por isso, apresentamos-lhe mais algumas vantagens.

Diminuição da contaminação do solo

Com o descarte correto, milhares de quilos de resíduos passarão a ser encaminhados para centros de reciclagem para serem devidamente tratados.

Diminuição do uso de recursos naturais

Quando reciclamos o lixo passível de ser reciclado, o material é reutilizado, diminuindo a exploração de matérias-primas.

Menor impacto no meio ambiente

Reciclar significa diminuir as possibilidades de que a fauna e a flora possam ser prejudicadas por causa do descarte incorreto.

Despertar a consciência ambiental

Quando reciclamos, influenciamos as outras pessoas que nos rodeiam, a família e os amigos, e especialmente os nossos filhos.

Assim teremos maior noção para compreender como as nossas ações não podem ser feitas sem noção, nem de forma gratuita e como isso pode impactar o planeta nos próximos anos e décadas.

Geração de emprego

Outra grande vantagem no processo de reciclagem, é preciso que existam empresas e colaboradores para as diferentes fases do processo, logo estamos a ajudar com a criação de empregos, ainda que de forma indireta e, com isso, a melhorar a economia do país.

Veja também