Luísa Santos
Luísa Santos
24 Mai, 2019 - 08:51
Google Maps renovado vai ter modo incógnito

Google Maps renovado vai ter modo incógnito

Luísa Santos

Têm sido várias as novas medidas de privacidade implementas pela empresa ultimamente. O Incognito Mode do Google Maps é a mais recente novidade.

O artigo continua após o anúncio

No I/O 2019, evento anual da Google, foram conhecidas as novidades do ano da empresa ou, pelo menos, a maior parte delas. Entre os anúncios, está uma nova funcionalidade disponibilizada no Google Maps: o modo incógnito, que permite ao utilizador usar a app de forma anónima.

Google Maps: navegue no serviço sem deixar rasto

mulher a conduzir

São muitas as empresas que tendem em apostar em novas medidas de segurança para os utilizadores. A Google não é exceção e, à medida que anuncia novos produtos e serviços, garante que a privacidade das pessoas é assegurada, por muita informação que guardem na Internet.

O Google Maps é um dos serviços mais utilizados em todo o mundo e, como tal, as suas funcionalidades devem corresponder à excelência do produto, obrigando a empresa a atualizar-se constantemente nesse e noutros campos.

Depois de ter ficado mal vista pelos utilizadores por guardar a sua localização indevidamente, a empresa sentiu que era preciso fazer mais pelos seus serviços, sobretudo pelos mapas, app de GPS que indica o trajeto mais curto entre duas localizações, para além de apresentar outras informações durante o percurso.

É nesse sentido que durante a sua apresentação anual na Califórnia (EUA), anunciou a criação do Incognito Mode, uma funcionalidade embutida no Google Maps que permite, em simples palavras, que uma pessoa utilize a app sem deixar rasto.

No modo normal, todas as informações que introduz na aplicação, bem como o trajeto que depois percorre, ficam guardadas na base de dados da Google, algo que não agrada à maior parte das pessoas. Isto significa que mesmo que não queira partilhar a sua localização deliberadamente, esta fica guardada de qualquer das formas quando se utiliza a aplicação normalmente.

Novas medidas dão maior controlo ao utilizador

No início de maio, a Google anunciou outras medidas que, sob a mesma lógica, procuram oferecer maior privacidade aos utilizadores. Entre elas, estava a possibilidade de as pessoas ativarem uma funcionalidade que apagava todo o histórico de pesquisa automaticamente.

Entre a informação eliminada estava também o histórico de localização e todas as anteriores informações inseridas, tais como pesquisa de locais ou restaurantes. No entanto, como esta novidade passou algo despercebida para muitos utilizadores, a Google decidiu lançar um modo mais facilmente identificável.

O artigo continua após o anúncio

Isto acontece porque para as pessoas poderem ativar essa função, tinham de aceder às Definições do Google Maps até ativarem a possibilidade de apagar automaticamente todo o seu histórico de utilização da app. É também nesse sentido que foi criado o modo incógnito.

Como ativar o Incognito Mode

Em primeiro lugar, deve ter a aplicação dos mapas instalada, caso contrário não conseguirá ativar a função através da navegação num browser. Depois de abrir a aplicação, só precisa de carregar na sua fotografia (que deve surgir na barra superior, do lado direito) para abrir o menu de configurações.

O modo incógnito deverá ser a primeira opção do menu. Para a ativar, só precisa de carregar na mesma para que o anonimato lhe seja concedido. O processo repete-se no caso de querer voltar a utilizar o modo normal do Google Maps.

A navegação anónima não é uma novidade na Google, que espera estender esta possibilidade a cada vez mais serviços. Na verdade, a empresa já está a testar o modo na aplicação do YouTube para Android, pelo que se espera que sejam incluídas mais apps entretanto.

homem utiliza o google maps

As vantagens do Google Maps

Mais do que uma simples aplicação de indicação dos trajetos mais curtos entre um ponto A e B, o serviço de localização da Google é capaz de dar uma série de outras sugestões úteis para qualquer utilizador. Durante o percurso pesquisado, se precisar de saber onde se localiza o posto de abastecimento mais próximo, pode fazê-lo através do maps.

O mesmo acontece se quiser saber qual o parque de estacionamento mais próximo do seu destino e se este é pago ou não. Também pode utilizar o Google Maps para saber quais os restaurantes que encontra mais próximos da sua localização, bem como informações de horários, ementas, preços, entre outras indicações.

Para além de alertar o utilizador para a presença de polícia durante o percurso, o serviço de mapas da Google também notifica as pessoas sobre a presença de radares: onde se encontram, a que distância do utilizador e qual a velocidade limite na qual operam.

Mas há mais. Como também é útil saber se há acidentes e filas mais demoradas no decorrer do seu percurso, os mapas encarregam-se que a informação chega ao utilizador atempadamente, para que este possa, inclusivamente, optar por um percurso alternativo, sugerido pela aplicação.

O artigo continua após o anúncio

Estacionando o carro num parque público, como o de um centro comercial por exemplo, não precisa de se preocupar em saber o local exato onde deixou o veículo, porque o Google Maps encarrega-se de lhe dizer onde ficou.

Veja também: