ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Ekonomista
Ekonomista
15 Jan, 2021 - 11:19

Apoio do Governo à fatura da luz terá um teto máximo

Ekonomista

Para uma família com potência contratada de 3,45 kVA, o apoio na fatura em janeiro será de 1,18 euros. Já para quem tem 6,9 kVA serão 2,36 euros.

Mulher a ligar em luz de casa

No início da semana, foi noticiado que o Governo se estava a preparar para dar um apoio a todas as famílias na fatura energética, suportando cerca de 10% do valor total da fatura da luz, sendo que este apoio também se iria estender às famílias com tarifa social.

O Governo calculou este valor baseando-se nos dados da REN (Redes Energéticas Nacionais), que davam conta que, no passado confinamento de março/abril, as famílias aumentaram, em média, 10% o seu consumo doméstico. Igual valor foi verificado na semana passada em consequência do frio extremo.

Assim, esta quinta-feira, e através de comunicado, o Ministério do Ambiente e da Ação Climática anunciava que os 5,2 milhões de agregados que não beneficiam da tarifa social teriam um benefício fixo durante 15 dias, com um valor máximo de 15,73 cêntimos por dia para contratos na potência de 6,9 kVA.

Isto significa que o valor máximo a receber por uma família que não tenha tarifa social será de 2,36 euros.

Já as famílias com potência contratada de 3,45 kVA terão um apoio de 7,87 cêntimos por cada um dos primeiros 15 dias do mês, o que se traduz num benefício total de 1,18 euros.

As famílias com tarifa social, por sua vez, terão direito aos mesmos apoios, mas válidos durante todo o período de confinamento.

Veja também