ebook
Ebook Finanças (s)em Crise
Um guia para tempos complicados
Afonso Aguiar
Afonso Aguiar
20 Abr, 2021 - 15:39

Hyundai Santa Fe: o renovado SUV topo de gama para toda a família

Afonso Aguiar

Em 2000, o Hyundai Santa FE marcou a entrada da marca no campo dos SUVs. Num ano em que aposta tudo na sustentabilidade, a Hyundai renovou o modelo.

novo hyundai santa fe

Foi em 2000 que o Hyundai Santa Fe foi lançado pela primeira vez. Ao longo das suas quatro gerações, vendeu mais 4 milhões de modelos. Por isso, mesmo com a maior popularidade atual do Kauai, é, sem surpresas, um dos mais importantes modelos da sua história.

Tendo em conta a grande aposta na sustentabilidade da marca, anunciada em janeiro, o novo modelo Santa Fe ganha duas versões mais ecológicas, híbrida e híbrida plug-in, para além da há habitual versão a diesel.

Aliás, a não existência de um novo modelo do Santa FE seria impossível para a marca, tendo em conta a sua orientação comercial. Além da aposta na eletrificação dos motores, a Hyundai também tem como foco o mercado dos SUVs, tendo dentro das suas fileiras o Hyundai Bayon, o Kauai e o Tucson. Segundo a marca, só em Portugal, a venda de SUVs já corresponde a 40% do mercado.

Sobre o Hyundai Sante FE, na apresentação oficial, os responsáveis da marca não tiveram pudor em assumir que as melhorias foram tantas que quase correspondem ao início de uma nova geração do Hyundai Santa FE.

Porém, não foi só na melhoria dos motores e na inclusão de versões eletrificadas, que a marca se focou. O novo Hyundai Santa Fe está agora ainda mais espaçoso, com capacidade para sete lugares em todas as diferentes motorizações.

Tem um design mais impressionante e tecnologias de auxílio à condução e de infotainment, que o tornam num topo de gama preparado para competir com os mais diretos concorrentes do mercado.

Interessado? Descubra mais sobre este modelo.

Hyundai Santa FE: maior e mais espaçoso, moderno e elegante

Em termos de design e espaço, o novo Santa Fe ganhou um novo look: arrojado, mas ao mesmo tempo sofisticado. À primeira vista, salienta-se desde logo uma grelha totalmente reformulada e luzes ópticas Full LED para todas as versões. Para além disso, destaca-se, igualmente, o baixo de centro de gravidade e superfície inferior da carroçaria mais lisa. Estes dois últimos aspetos destinam-se a melhorar a aerodinâmica.

No entanto, a grande novidade é o facto de ser consideravelmente maior e mais espaçoso.
No novo modelo tanto o comprimento, a largura e altura aumentaram para, 4.785 mm, 1.900 mm e 1.710 mm, respetivamente.

Ora, isso significa que o novo Hyundai Santa FE tem agora mais 15 mm de comprimento, mais 10mm de largura e 5 mm de altura. Apenas a distância entre os eixos se mantém nos 2.765mm.

Isso, associado à colocação da disposição inteligente da plataforma, permitiu aumentar o espaço para os passageiros dos banco de trás em 30 cm. Mais concretamente, na versão híbrida colocou-se o conjunto de baterias debaixo do assento do passageiro e na versão plug-in debaixo dos assentos do passageiro e condutor.

Para além disso, ampliou a capacidade da bagageira em 24L, passando agora a ter 571 litros, sendo que, com a segunda e terceira filas rebatidas, a capacidade total sobe para 782 litros.

Toda a tecnologia de ponta da marca

Quer em termos de tecnologia de infotainment, ou de auxílio à condução, o novo Hyundai Santa Fe juntou o melhor de todos os outros modelos SUV.

Começando pelo infotainment, o novo Santa FE traz consigo a possibilidade de interligação entre o telemóvel e o veículo, através das aplicações Apple CarPlay e Android Auto, em combinação com o ecrã digital com navegação de 10,25’’.

Além disso, também o carregador sem fios, presente na consola central, foi aperfeiçoado. Permite, assim, um carregamento mais rápido até 15 watts. O sistema de reconhecimento por voz inteligente não foi esquecido, sendo agora mais fácil personalizar o veículo.

A aplicação BlueLink, presente noutros modelos já lançados este ano, também está incluída no Hyundai Santa Fé. Esta app permite localizar o seu veículo, abrir e fechá-lo à distância, ou verificar o estado do veículo como, por exemplo, o nível de combustível.

No entanto, com a inclusão do Hyundai LIVE Services, agora é possível também continuar a navegação através do telemóvel, mesmo que tenha estacionado a um distância entre 200 metros a dois quilómetros do local de destino.

Este sistema fornece, por exemplo, informação de trânsito, estacionamento, postos de combustíveis e preços, assim como informação meteorológica, em tempo real.

interior do hyundai santa fe
Hyundai News

Sistemas de auxílio à condução do novo Hyundai Santa Fe

Em termos de sistemas de tecnologia de auxílio à condução, além dos já habituais sistemas de Radar de Ângulo Morto (BCA), Saída do Veículo em Segurança (SEA), Monitorização do Ângulo Morto (BVM), Assistência de Acompanhamento da Faixa de Rodagem (LFA) e Alerta de tráfego na retaguarda do veículo (RCCA), as grandes novidades são:

  • Travagem Autónoma de Emergência (FCA) agora com possibilidade de ser ativo em cruzamentos com viragem à esquerda (uma novidade também lançada noutros modelos já lançados este ano, mas que se inclui no Santa Fe pela primeira vez);
  • Cruise Control Inteligente com base na Navegação (NSSC), integrando recursos a dados de navegação;
  • Assistência de prevenção de colisões durante o estacionamento à retaguarda, que não só alerta a proximidade de um obstáculo, como se necessário trava sozinho, evitando o choque;
  • Sistema Remoto de Estacionamento Automático (RSPA), que permite controlar o carro remotamente para estaciona-lo e retirá-lo sozinho (imagine-se um local bastante apertado para perceber a sua utilidade).

Tal como na geração anterior, o Novo Hyundai SANTA FE está equipado com um Head Up Display (HUD), que projeta toda a informação relevante diretamente no para-brisas. Isto permite ao condutor saber obter dados de velocidade, navegação, combustível e alertas de segurança, enquanto mantém o foco na estrada.

A projeção de 8” e alta luminosidade de mais de 10.000 candela por metro quadrado, garante uma ótima visibilidade, mesmo em diferentes condições de iluminação. Já a altura e o ângulo do HUD podem ser ajustados para corresponder às necessidades individuais do condutor.

Motorizações do novo Hyundai Sante Fe

A diesel

Numa primeira fase, o Hyundai Santa Fe vai chegar com dois motores: um HEV (híbrido convencional) e outro a Diesel. Começando por este último, ele apresenta 2.2 litros de cilindrada, tração dianteira, transmissão de dupla embraiagem de oito velocidades (8DCT), oferecendo uma mudança suave entre as mesmas, semelhante a uma transmissão automática.

Inclui, ainda, um melhor desempenho de arrefecimento da embraiagem, alcançado através de uma bomba elétrica de óleo dedicada para lubrificação, assim como 202 cv e um sistema de injeção de 2,200 bar (em comparação com o sistema de injeção de 2,000 bar no motor anterior). Assim, o novo Hyundai Santa FE consegue um aumento de 58% em termos de binário, alcançado agora os 440 Nm.

O valor desta versão começa nos 58.850 euros e anuncia consumos mais baixos do que o modelo anterior em cerca de de 3%: 6.4 litros a cada 100 quilómetros.

Versões híbridas

Quando ao HEV, vem incluído com um novo motor ‘Smartstream’1.6 T-GDie, juntamente com um outro elétrico de 44.2 kW, extraindo a sua energia de uma bateria polímero de iões de lítio com 1.49 kWh.

Esta motorização estará disponível apenas com tração dianteira. Tudo junto dá uma potência combinada de 230 cve 350 Nm de binário, com emissões reduzidas sem comprometer o prazer de condução.

Esta versão, também ela já disponível, começa nos 59.475 euros e anuncia 5.8 litros de consumos.

Plug-in

Finalmente, em julho, é expectável que chegue a mais aguardada das versões. O motor, também ele motor ‘Smartstream’1.6 T-GDie, mas neste caso Plug-in, associando o motor convencional a um outro elétrico de 66.9 kW, extraindo energia de uma bateria de polímero de iões de lítio com 13,8kWh de capacidade.

Esta versão estará disponível apenas com tração integral. Também isso ajuda a aumentar a potência desta versão para os 265 cv, sendo que o binário mantem-se nos 350 Nm.

Será a versão mais cara, com um valor inicial de 64.900 euros e um consumo de gasolina de apenas 1.6 litros.

Em qualquer uma das versões, o Hyundai Santa FE perde 19.5 kg, devido à inclusão de uma nova plataforma e à troca do tradicional motor em aço por um de alumínio.

Isso permite, desde logo, aumentar a potência, o binário e diminuir o consumo deste SUV. Assim, esta versão tem mais sucesso do que a anterior, sendo que o objetivo passa por triplicar as vendas do modelo anterior e conseguir comercializar 200 unidades só em 2021.

Veja também

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].