Bárbara do Carmo
Bárbara do Carmo
12 Mai, 2020 - 17:26

Ilhas Faroé: conheça o primeiro território europeu livre da COVID-19

Bárbara do Carmo

Às vezes parece que a natureza exagera na beleza de alguns locais. As Ilhas Faroé são uma dessas excepções e merecem uma visita.

Paisagem nas ilhas Faroé

Pois é. O arquipélago autónomo das Ilhas Faroé, que faz parte da Dinamarca, anunciou não ter qualquer caso ativo de COVID-19, sendo que taxa de testes é a mais elevada do mundo.

Com uma população total pouco superior a 48 mil pessoas, as Ilhas Faroé registaram um total de 187 casos e nenhuma morte, com o pico de infetados com o novo coronavírus (112) a ser atingido a 22 de março. Assim sendo, venha conhecer este enigmático arquipélago.

São 18 ilhas, nem todas habitáveis, que pertencem à Dinamarca sem pertencerem realmente a alguém ou a algum estado. São a natureza em estado bruto, de uma subtil e absolutamente pura beleza. 

Por isso, quando olhamos para fotografias das ilhas Faroé ocorre-nos algo, um local saído de um conto (qual aldeia perdida dos Smurfs), um paraíso perdido e inalcançável por entre as encostas verdejantes e as falésias abruptas.

Uma coisa é certa: no meio do oceano, sujeitas a temperaturas pouco agradáveis, as ilhas Faroé merecem uma visita. 

ilhas faroé: a colorida capital tórshavn

Vista da capital das Ilhas Faroé
Tórshavn é a capital das Ilhas Faroé, repleta de cores

Antes de se deixar deslumbrar pelo verde mais verde que alguma vez vai ver, explore a capital. Com pouco mais de 20 mil habitantes, Tórshavn vive essencialmente da pesca e da exportação de peixe.

Passear pela capital das Ilhas Faroé é percorrer uma caixa de lápis de cor, onde casas coloridas olham o mar, com barcos piscatórios aos seus pés.

Os dias correm devagar por aqui, por isso não se apresse e desfrute dos vários cafés que existem na cidade como o Paname Café ou o Brell Cafe. Aproveite para comprar algumas peças e lã de ovelha, lojas para o efeito não faltarão.

Na zona velha da cidade, pouco mais de duas dezenas de casas de madeira compõe a paisagem e merecem uma visita. Acima de tudo desfrute dos dias de sossego absoluto numa cidade que não o parece ser. 

Sorvagsvatn, o lago suspenso nos penhascos

Depois de descansar e de usufruir de um ou dois dias bem serenos, parta à aventura.

As principais ilhas estão ligadas por túneis, por isso alugar um carro pode ser uma excelente opção para quem quer conhecer conhecer a fundo este pedaço de natureza bruta.

Contudo, de visita obrigatória é o lago Sorvagsvatn, a 30 metros acima do nível do mar, é o maior da ilha, que merece a caminha até ao topo da falésia. 

Lago nas ilhas faroé
O lago suspenso é uma das grandes atrações das Ilhas Faroé

Gásadalur, a estrela das ilhas

Este pequeno sítio é talvez o mais reconhecido. Esteve inacessível por terra até 2004, altura em que um túnel a conectou com o mundo.

Além de remoto este sítio é ideal para fazer umas boas imagens de recordação.  A cascata Mulafossur é o cartão de visita que proporciona efeitos de luz únicos. 

Funningur, o vilarejo viking

Funningur é a mais antiga vila das Ilhas Faroé e parece parada no tempo, desde que os vikings a deixaram para trás.

Esta pequena vila, encravada num vale de encostas verdejantes, está situada aos pés da montanha mais alta das ilhas. É o cenário perfeito para se demorar. 

Rapaz a andar de skate
Explorar as Ilhas Faroé é encontrar sempre sítios surpreendentes

ilhas faroé: A natureza no seu estado bruto

Percorrer as estradas vazias que ligam as ilhas é certamente a melhor maneira de explorar este recanto perdido na terra. Se optar por esta via, percorra as estradas do norte.

De facto as ilhas do norte são as mais puras. Aqui tudo é natureza. O caminho até chegar a Kalsoy é incrível e a caminhada até ao farol Kallur imperdível, mesmo com muito frio. As vistas sob o oceano escuro são de tirar o fôlego e absolutamente inesquecíveis.

Ainda no norte, passagem obrigatória por Vidoy e pela pitoresca vila costeira de Vidareidi. 

Atrações turísticas não faltam num dos locais mais remotos do mundo. As ilhas Faroé podem ser surpreendentes, assim queira ser surpreendido – fiordes enormes elevam-se do mar para compor uma paisagem única e selvagem de beleza ímpar. 

Igreja nas Ilhas Faroé
Deixe-se conquistar pelas fantásticas paisagens locais

Como ir?

Não há voos diretos de Portugal para as ilhas Faroé, terá sempre que fazer pelo menos uma paragem. Companhias como a KLM e a Air France voam para as ilhas, com preços a começarem nos 260€ por pessoa.

Onde ficar?

Opções não faltarão com certeza. Perto de Tórshavn, o hotel Føroyar é magnifico. O Airbnb tem imensas opções em todas as ilhas, como ‘The old millar house, em Sandagerð. 

Onde comer?

A carne de baleia é muito famosa por esta zona, por isso não deixe de provar. Café Fjørðoy pode ser uma boa opção assim como o Fútastova, mais direcionado para comida de fusão.

Para quem quiser uma experiência absolutamente única num sítio único, o restaurante Koks, com uma estrela Michelin, abre as portas para experiências únicas, à altura do local idílico como as Ilhas Faroé.

Veja também

Para descomplicar a informação

As informações sobre os temas que envolvem o impacto social do novo Coronavírus são dinâmicas e constantemente atualizadas. Por isso, os conteúdos publicados nesta secção não devem substituir a consulta com profissionais e especialistas, tanto da saúde como do direito e temas afins. Neste projeto, contamos com a parceria da Fidelidade e da Multicare. Saiba mais sobre a parceria.