Ekonomista
Ekonomista
23 Mar, 2020 - 14:30

Ministério permite inscrição remota nas provas e exames dos ensinos básico e secundário

Ekonomista

Alunos dos ensinos básico e secundário vão ter mais tempo para se inscrever nas provas finais e exames nacionais e vão poder fazê-lo a partir de casa.

Estudante a inscrever-se online nos exames nacionais

Na sequência da suspensão das atividades letivas presenciais decretadas pelo Governo no período de 16 de março a 13 de abril, e estando a decorrer o prazo para as inscrições para as provas e exames dos ensinos básico e secundário, o Júri Nacional de Exames (JNE), responsável pela gestão do processo de avaliação, emitiu uma nota com orientações para a realização das inscrições.

Assim, informa-se que as escolas deverão disponibilizar online os boletins de inscrição, para que os alunos os possam preencher, deixando, deste modo, de ser necessária a inscrição presencial.

O JNE pede igualmente às escolas que acompanhem todo o processo de inscrição e que mantenham contacto com os encarregados de educação, incluindo no caso de os alunos ainda não se terem inscrito.

Sublinha-se, no entanto, que estas alterações não dispensam a entrega presencial do boletim de inscrição assinado pelos encarregados de educação, que poderá ser feita quando forem retomadas as actividades letivas.

Na mesma nota, refere-se que o prazo de inscrição para as provas finais de ciclo e exames nacionais dos ensinos básico e secundário, que deveria terminar no dia 24 de março, será agora prolongado até ao dia 3 de abril, permitindo que os alunos tenham mais tempo para se inscrever.

Veja também

Para descomplicar a informação

As informações sobre os temas que envolvem o impacto social do novo Coronavírus são dinâmicas e constantemente atualizadas. Por isso, os conteúdos publicados nesta secção não devem substituir a consulta com profissionais e especialistas, tanto da saúde como do direito e temas afins. Neste projeto, contamos com a parceria da Fidelidade e da Multicare. Saiba mais sobre a parceria.