Catarina Milheiro
Catarina Milheiro
10 Nov, 2021 - 13:49

Como fazer a manutenção de radiadores do aquecimento central

Catarina Milheiro

Quer saber como se faz a manutenção dos radiadores de aquecimento central que tem em sua casa? Fique connosco e siga passo a passo.

O seu sistema de aquecimento central não está a funcionar bem? A verdade é que uma correta manutenção de radiadores do aquecimento central é fundamental para melhorar o funcionamento do equipamento.

Desta forma, é possível reduzir o consumo de energia e, claro, a sua fatura mensal. Por isso mesmo, no momento em que fizer a limpeza da sua casa, é importante que não se esqueça dos radiadores.

Afinal, estes aparelhos são os responsáveis pelo aquecimento das nossas casas nas épocas mais frias do ano.

Fique connosco e aprenda a fazer uma correta manutenção dos radiadores de aquecimento central.

Manutenção de radiadores do aquecimento central: passo a passo

radiadores aquecimento central

Se também guarda um dia por semana para fazer a limpeza da casa (móveis, tapetes, chão e janelas) e tem aquecimento central, é crucial que não se esqueça também de limpar e fazer a manutenção dos radiadores.

Este tipo de aparelhos também devem ser incluídos na limpeza, ainda que para alguns seja uma tarefa um pouco aborrecida, já que são pontos nos quais se costuma acumular uma grande quantidade de pó.

Contudo, para o ajudar nesta tarefa, fizemos um passo a passo com truques fáceis e rápidos que o vão ajudar a fazer uma correta manutenção dos radiadores de aquecimento central, sem perder muito tempo.

1º passo: tirar o pó diariamente (ou sempre que possível)

Antes de começar a manutenção do seu radiador de aquecimento central, é extremamente importante que saiba que é aconselhável tirar o pó diariamente, ou com bastante frequência.

No fundo, o objetivo é que não se acumule lixo neste aparelho para que não venham a surgir problemas mais complicados no futuro. Além disto, quando não é feita uma limpeza a fundo (pelo menos uma vez por mês), poderá estar a interferir no bom funcionamento e na eficiência do radiador.

Para uma limpeza eficaz pode utilizar os seguintes utensílios:

  • pano seco;
  • pano húmido;
  • pistola de ar, secador ou aspirador (para soltar o pó dos sítios difíceis);
  • balde com água e sabão (para terminar a limpeza).

2º passo: verificar os purgadores todos os anos

Antes de começar o período de utilização do aquecimento central, deve-se verificar os purgadores todos os anos. Isto porque, quando o circuito funciona bem, é possível poupar energia e claro, nas faturas da luz.

Se algum dos radiadores estiver a fazer algum barulho estranho, como o de água a cair ou a não aquecer bem, ou ainda se não aquecer de maneira uniforme todos as partes da casa, poderá significar um problema de ar no próprio radiador.

Assim, é importante que atue de imediato sobre o radiador em que detetar o problema. Como? Siga os passos que lê abaixo.

  1. Ligue o aquecimento e deixe passar 15 minutos, até que os radiadores aqueçam. Depois, com a ajuda de uma chave de parafusos de ponta chata ou com uma moeda, abra o purgador de cada radiador (abre-se sempre para a esquerda). Prepare um recipiente ou um copo vazio para recolher a água que possa cair.
  2. Quando já só sair água, comece a fechar o purgador. Se houver ar no radiador irá ver borbulhas a sair ao mesmo tempo que a água.
  3. De seguida, verifique a pressão que existe no painel correspondente da caldeira. No caso de ter baixado, deve aumentar o caudal de água até obter o nível recomendado para a sua caldeira. Para isso, deve verificar também a pressão a frio, para que esteja na posição recomendada pelo fabricante (com o aquecimento central desligado). Se a pressão estiver baixa, coloque água no circuito abrindo com a chave correspondente. Se a pressão estiver alta, deve-se retirar pressão tirando água do circuito.

Provavelmente deve estar a questionar-se sobre qual o momento adequado para purgar os radiadores, não é assim? A resposta é simples.

É aconselhável que se purguem os radiadores com a caldeira a funcionar em modo de aquecimento para que a bomba movimente a água do circuito e ajude a retirar o ar existente.

Ou seja, não deve fazê-lo quando a água estiver muito quente ou com demasiada pressão no circuito para evitar queimaduras graves.

3º passo: verificar se é necessário trocar as juntas das tampas

Por norma, os radiadores de alumínio têm umas juntas planas específicas para este tipo de material. De uma forma geral, umas são cegas (fecham completamente o orifício) e outras são redutoras (recebem dispositivos como a torneira, o detentor ou o purgador manual).

Se existirem fugas, experimente desmontar o radiador e apertar as juntas das tampas – se estiverem estragadas devem ser trocadas, seguindo os passos descritos abaixo.

  1. Desmonte o radiador e desenrosque as tampas cegas ou as tampas de redução que suportam a torneira, o detentor ou o purgador manual com uma chave inglesa.
  2. Limpe muito bem a saída do radiador – especialmente se for novo, opte por passar uma lâmina pelas bordas para retirar restos de esmaltes ou pequenas aderências.
  3. Coloque as novas juntas e a tampa no lugar. No caso de substituir as tampas, não se esqueça da posição em que estavam antes de as comprar. Isto porque as roscas da direita e da esquerda, são diferentes na maioria dos radiadores de alumínio.

Agora que já sabe como fazer uma correta manutenção dos radiadores de aquecimento central, basta que coloque mãos à obra e veja por si próprio. Verá que é muito mais rápido do que possa pensar e os resultados podem mesmo fazer a diferença na eficácia no equipamento.

Veja também